quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Fundeb recebe complemento de R$ 1,5 bilhão no Orçamento

sala de aula

O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) receberá um complemento de R$ 1,5 bilhão da União em 2018. O aporte foi aprovado pelo Congresso Nacional durante a votação do Orçamento de 2018 e foi possível porque a Emenda Constitucional 95 excluiu os recursos do Fundeb do teto de gastos.

 A complementação beneficia 11 estados que não alcançam, com a própria arrecadação, o valor mínimo nacional por aluno estabelecido anualmente: Maranhão, Minas Gerais, Pará, Bahia, Ceará, Piauí, Alagoas, Amazonas, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Paraíba.

 No total, o Orçamento de 2018 aprovado nessa quarta-feira (13) prevê a aplicação de R$ 89 bilhões na manutenção e no desenvolvimento da educação, o que representa aporte adicional de R$ 3,1 bilhões em relação ao texto encaminhado pelo governo. Para o Movimento Todos pela Educação, a definição de R$ 1,5 bilhão para a complementação da União ao Fundeb em 2018 é de grande relevância, ainda que tenha ficado abaixo do valor defendido pela entidade.

 “Mesmo que não seja possível associar isoladamente o incremento financeiro a melhorias nos resultados educacionais, a experiência internacional demonstra que a superação dos desafios de natureza socioeconômica exige um conjunto maior de esforços da política pública que, muitas vezes, só se viabiliza com um aporte adequado de recursos. E no Brasil, temos em grande medida um cenário em que as regiões de maior vulnerabilidade socioeconômica têm a sua disposição menos recursos do que aquelas com contextos menos desafiadores”, avalia a entidade.

 O Todos Pela Educação defendia o repasse dos R$ 4,4 bilhões disponíveis para livre alocação para a complementação do Fundeb. No entanto, desse total, R$ 1,7 bilhão foram destinados para reserva de contingência, R$ 1 bilhão para a construção de corvetas pela empresa estatal ligada à Marinha, e R$ 0,2 bilhão para implementação do voto impresso.
Fonte: Agência Brasil

Aumenta ocupação de jovens entre 18 a 24 anos, diz Ipea

A ocupação de jovens entre 18 a 24 anos aumentou 3,1% no terceiro trimestre desse ano, na comparação com o mesmo período de 2016. O resultado é o segundo melhor entre as faixas de idade, atrás apenas, do grupo dos com mais de 60 anos, que teve alta de 9,1%. Os dados constam de estudo sobre o mercado de trabalho lançado hoje (14), pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

 O levantamento utiliza os microdados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), do IBGE. Com base nestes microdados, o Ipea analisa a dinâmica recente do mercado de trabalho brasileiro. O instituto chamou atenção que, apesar desse aumento no terceiro trimestre, a taxa de desocupação dos jovens entre 18 a 24 anos continua sendo a mais elevada.

 O órgão apontou que a redução da taxa de desemprego, que ocorreu de forma generalizada entre as faixas etárias, poderia ter sido mais expressiva, não fosse o aumento da população economicamente ativa (PEA), que, entre os jovens, apresentou variação interanual de 4,3% no terceiro trimestre. A PEA inclui informação das pessoas ocupadas no mercado de trabalho e das que estão desocupadas, mas interessadas em encontrar emprego.

 Ritmo lento

 Para a pesquisadora do Ipea Maria Andréia Lameiras, uma das autoras do estudo, a informação de que mais gente encontrou ocupação é boa, mas a taxa de desocupação ainda diminui em ritmo lento. “Tem mais gente ocupada, o que é uma boa notícia. Mas, como muita gente que não estava procurando emprego passou a procurar, isso tem impedido que a taxa de desocupação caia mais rapidamente”, disse.

 Na visão da pesquisadora, a sensação de melhora do mercado de trabalho, por parte da população, é o que tem provocado o aumento da PEA e isso faz com que mais pessoas voltem a procurar trabalho. “As pessoas têm a sensação de que as oportunidades estão melhores, de que há vagas. As que antes não procuravam, por achar que não conseguiriam uma oportunidade, começaram a voltar à ativa”, falou.

 De acordo com o Ipea, os dados do terceiro trimestre de 2017 mostram que 23% dos jovens que estavam desempregados conseguiram uma nova colocação. Nas outras categorias a taxa ficou em 35% para a faixa entre 25 e 39 anos, 33% entre 40 a 59 anos e 28% para os mais de 60 anos. Segundo o Ipea, 8% dos jovens que iniciaram o terceiro trimestre ocupados tornaram-se desempregados, um patamar bem acima do registrado pelos demais segmentos.

 Remunerações e expansão

 O Ipea destacou também como resultado positivo para os mais jovens o nível das remunerações. O órgão apontou que as estatísticas da Pnad Contínua indicam “uma melhora relativa dos salários recebidos pelos ocupados com idade entre 18 e 24 anos”. A variação ficou em 1,4% no terceiro trimestre do ano, enquanto no período imediatamente anterior tinha havido queda de 0,6%. No entanto, a faixa entre 40 e 59 anos foi a que registrou maior expansão salarial (2,2%) nos meses de julho a setembro.

 Ainda conforme o estudo, o grau de instrução teve uma melhora espalhada na ocupação de todos os grupos, apesar de que é mais significativa entre os de nível superior, que registrou elevação de 7,8%, em relação ao terceiro trimestre de 2016.

 A avaliação apontou também que o aquecimento do mercado informal, que cresceu 6,9% no terceiro trimestre, provocou, na maior parte, a retomada do dinamismo do mercado de trabalho, na comparação com o mesmo período do ano passado. Já os chamados “trabalhos por conta própria”, aumentaram 4,8%.

 Entre os setores da economia, o estudo indica que em 2017 há desempenho positivo da ocupação em comércio, serviços e indústria. Para 2018 ,as expectativas apontam “uma continuidade da expansão da ocupação e dos rendimentos, possibilitada pela aceleração do ritmo de crescimento da atividade econômica”.
Fonte: Agência Brasil

Trofeu Caldeirão

Será realizado no dia 15,(sexta-feira) às 20 horas, na Associação Comercial e Empresarial de Feira de Santana (ACEFS) o Troféu Imprensa Caldeirão do Paulão, que premiará os melhores de 2017, em vários segmentos de Feira de Santana. Paulão mantém há sete anos com grande audiência na teve WEB, a TV Caldeirão. Antes o programa era apresentado em uma emissora de radio local, mas há dois anos Paulão resolveu empreender e hoje a TV Caldeirão faz sucesso, inclusive foi premiada recentemente, na Câmara de Vereadores, como a empresa de comunicação que fez a melhor cobertura do Legislativo local durante o ano que se finda. Deste espaço desejamos sucesso a Josse Paulo Pereira Barbosa - Paulão e que continue no caminho das grandes vitórias.

FEIRA DA PRAÇA realiza última edição de 2017 em clima de confraternização



 Sempre com a proposta de trazer a revitalização do espaço público e o incentivo para o comércio do pequeno empreendedor de uma forma descontraída, a FERIA DA PRAÇA é um laboratório para empreendedores virtuais que os incentiva a deixa de ser projetos caseiros e assumir uma produção de grande porte, como já aconteceu com diversos expositores que iniciaram, de fato, seus negócios na FEIRA DA PRAÇA.

 A FEIRA DA PRAÇA traz diversas opções gastronômicas, expositores de artesanato, moda, dentre outros produtos que são excelentes opções das lembrancinhas de Natal e amigo secreto, com preços acessíveis, tudo isso acompanhado de boa música e muita diversão para todas as idades.

 Com um convite a confraternização, a última edição da FEIRA DA PRAÇA de 2017 acontece neste sábado (16) e domingo (17), das 11 as 21h, na Avenida Nóide Cerqueira, em Feira de Santana. A temática será natalina e o evento aberto ao público é uma excelente opção de lazer para família e as tão esperadas confraternizações de final de ano. A Feira da Praça já tem tradição em trazer shows de grandes nomes da música baiana, como Armandinho, Adelmo Casé, Alexandre Peixe, Magary Lord e nessa edição vai trazer a banda Batifun.

 Confira a programação musical da FEIRA DA PRAÇA

: SÁBADO (16) 17H SOUL BAIANO 19 AQUELE AXÉ

 DOMINGO (17) 17H BATIFUN 19H MARCIONÍLIO (ex band Eva)

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Prefeito homologa Regulamento da Micareta de Feira de Santana


O Regulamento da Micareta de Feira de Santana foi homologado pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho. O documento com as regras da maior festa popular do interior nordestino foi apresentado aos cidadãos feirenses no mês passado.

 Um dos pontos importantes é a criação do Conselho Gestor, formado pelo prefeito, mais os titulares das 10 secretarias municipais envolvidas diretamente na organização da festa, o titular da Superintendência Municipal de Trânsito e o procurador geral do Município.

 O regulamento é a ferramenta legal para a realização da Micareta. Estão definidos o circuito, dias e horários da festa, a quantidade de atrações que serão contratadas pela Prefeitura – 56, barracas, point universitário – quantidade e quem vai poder se inscrever (serão 30 e comandados por formandos, exclusivamente).

 Avançamos vários degraus para organização da festa, afirma secretário

 Com apenas 13 artigos, o Regulamento é considerado um avanço para organização da festa. “Avançamos vários degraus no tocante ao profissionalismo e antecipação na organização da Micareta”, observa o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Edson Borges.

 A inscrição para os camarotes será aberta no dia 2 de janeiro e encerrada dia 28 de fevereiro. Os microfones estarão abertos as apresentações e para notícias de utilidade pública, resguardando-se o direito à liberdade expressão. A transgressão à regra implicará em multa sobre o valor do contrato. 

De acordo com o Regulamento, as bandas já poderão se inscrever a partir de 2 de janeiro até 30 dias antes da data do início da Micareta. Para que número maior de músicos free-lancer seja contratado, será permitida a inscrição em no máximo quatro bandas.

 O palco alternativo terá 20 atrações – as apresentações serão iniciadas a partir das 20h e encerradas às 4h da madrugada. As inscrições para os blocos serão iniciadas no dia 2 de janeiro e encerradas 30 dias antes do início da Micareta. O Regulamento da Micareta foi publicado na edição desta quarta-feira, 13, do Diário Oficial do Município.

Osba apresenta Concerto de Natal na Concha Acústica

Osba apresenta Concerto de Natal na Concha Acústica

A Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) encerra as atividades do ano com um passeio pela obra de compositores russos, interpretando valsas como 'Quebra Nozes', 'Lago dos Cisnes', 'Bela Adormecida', entre outros clássicos. O 'Concerto de Natal – Uma Viagem pela Rússia' acontece nesta sexta-feira (15), às 19h, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves (TCA), em Salvador.

 Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) e estão à venda nas bilheterias do TCA, SACs Barra ou Bela Vista e no site da Ingresso Rápido. A apresentação terá a regência do maestro Carlos Prazeres, atual maestro e diretor artístico da Osba, com direção cênica do ator e pianista Fernando Marinho. O concerto inclui também a participação especial de dançarinos do corpo de baile 'Sonho de Valsa'.

 A noite prepara surpresas e apresenta como solista convidado o pianista argentino Miguel Angel Scceba, no 'Concerto para piano nº 2 em Dó menor, Op. 18', do russo S. Rachmaninoff. O concerto terá ainda o solo de Priscila Plata Rato (violino), atual spalla da Osba, na obra 'Lago dos Cisnes, Op. 20 (Pas de Deux)', do também russo P. I. Tchaikovsky, que volta a aparecer no repertório na 'Suíte Bela Adormecida, Op. 66a (Valsa)' e 'Suíte Quebra Nozes nº 1, Op. 71A, TH 35 (Valsa das Flores)'. 

As obras 'Capricho Espanhol' e 'Mlada: Suíte', de N. Rimsky Korsakov, e o clássico natalino 'Noite Feliz', dos austríacos J. Mohr e F. X. Gruber, também estão contempladas no programa.

Feira de Artesanato da Bahia é alternativa para compras de Natal

Feira de Artesanato da Bahia é alternativa para compras de Natal

A Feira de Artesanato da Bahia chega à sua última edição anual como uma opção para quem deseja antecipar as compras de Natal e presentear amigos e familiares com itens criativos e personalizados. Iniciativa da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), por meio da Coordenação de Fomento ao Artesanato, a feira ocupa novamente a área externa do Palacete das Artes, em Salvador, no dias 16 e 17, sempre das 13h às 20h.

 Objetos de decoração, roupas e biojoias são alguns dos produtos que serão comercializados no local. As peças foram produzidas por artesãos de diversas localidades do estado, utilizando materiais como madeira, cerâmica, fibras e vidro.

 De acordo com a titular da Setre, Olívia Santana, a feira é uma importante vitrine para o artesanato baiano, considerado um dos melhores do Brasil. “Além disso, é uma estratégia para ampliar a renda das artesãs e dos artesãos no período de final de ano e uma alternativa para compra de presentes variados, feitos à mão e com muita originalidade”, completa a secretária.

PM atende pedidos de 80 crianças em evento no Passeio Público

PM atende pedidos de 80 crianças a Papai Noel em evento no Passeio Público

Na última terça-feira (12), policiais militares do Comando Geral da Polícia Militar (QCG) realizaram os pedidos de 80 crianças e adolescentes, das instituições Casa do Sol Padre Luís Lintner e Lar Padre Virgílio, que escreveram cartas para Papai Noel e tiveram seus desejos atendidos em evento no Passeio Público, em Salvador.

 A PM preparou uma tarde divertida para a criançada com cama elástica, piscina de bolinhas e apresentações do Coral e do Grupo de Teatro da Polícia Militar. Em seguida, os policiais militares entregaram os presentes, solicitados ao Papai Noel.

 Para o diretor da Casa do Sol Padre Luís Lintner, Altair Pacheco, a PM está de parabéns pela iniciativa. “Estamos muito felizes de participar do Natal Solidário da corporação. O evento foi organizado com muito empenho, carinho e respeito com as nossas crianças e, não há dúvidas, de que esta foi a melhor forma de encerrar o ano de 2017, com as esperanças renovadas”, pontuou.

 O adolescente Filipe Santos, de 14 anos, do Lar Padre Virgílio, destaca a felicidade em receber os presentes. “Estou muito feliz porque ganhei um tablet, uma camisa social e uma mochila”, revelou empolgado.

 O comandante geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão, desejou um feliz natal para todos e reafirmou a proposta da PM em levar carinho, afeto e realizar os sonhos de crianças atendidas por instituições. “É muito interessante o simbolismo da carta e a ideia de fazer o pedido ao Papai Noel e a nossa possibilidade de realizar os sonhos da criançada”, enfatizou.

Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira

Reprodução gráfica da chuva de meteoros Geminídeos feita pela Organização Meteorológica Internacional

A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e poderá ser observada de todo o país, com visão mais privilegiada para quem estiver nas regiões Norte e Nordeste. O Calendário de Chuvas de Meteoros da Organização Meteorológica Internacional informa que o pico do fenômeno será na madrugada desta quinta-feira (14). A expectativa é que possam ser vistos até 120 meteoros por hora. 

O fenômeno ocorre todos os anos no mês de dezembro, quando a Terra passa pelo rastro empoeirado de detritos rochosos deixado por um objeto chamado 3200 Faetonte. Quando o pó e os grãos deixados pelo Faetonte encontram com a atmosfera da Terra a 126 mil km por hora e explodem, formando uma chuva de “estrelas cadentes”. A área do céu onde os meteoros vão surgir, chamada de radiante, está localizada na direção da constelação de Gêmeos, perto da estrela brilhante Castor ou alfa Geminorum.

 A Organização Internacional de Meteoros informou que este ano o fenômeno poderá ser melhor observado devido ao fato de a lua estar minguante, deixando o céu mais escuro que no ano passado, quando a lua estava cheia. Os Geminídeos poderão ser vistos a olho nu até o dia 17 de dezembro. A recomendação é que as pessoas observem o céu a partir de locais escuros, de preferência longe da luminosidade das cidades.

 Asteróide atípico

 A natureza do 3200 Faetonte é muito debatida entre especialistas, por ser um asteróide com características incomuns, que indica ter sido um cometa no passado. Geralmente, as chuvas de meteoros são causadas pela desintegração de cometas ao se aproximarem do Sol, e não de asteróides. "É um asteróide quase terrestre ou um cometa extinto, às vezes chamado de 'cometa rochoso'", disse Bill Cooke, do Escritório de Meteoroides da Agência Espacial Norte Americana (NASA), por meio de comunicado a imprensa.

 A NASA informou também que os astrônomos terão a chance de estudar melhor o Faetonte este ano, quando o objeto vai passar o mais perto da Terra desde a sua descoberta em 1983. De acordo com a Organização Internacional de Meteoros, a chuva de meteoros do 3200 Faetonte é uma das únicas chuvas importantes produzidas por asteróides e não por um cometa.
Fonte: Agência Brasil

Prorrogado prazo para usar FGTS em prestações atrasadas de crédito imobiliário

O prazo para os trabalhadores usarem o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para pagar parcelas atrasadas do financiamento habitacional foi prorrogado para até o final de 2018. O prazo terminaria neste mês.

 A medida foi aprovada durante reunião do Conselho Curador do FGTS que ocorreu hoje (18), em Brasília, informou o Ministério do Trabalho.

 O ministéro lembra, no entanto, que, pela regra, não é possível usar o valor do FGTS para quitar toda a parcela. O fundo pode cobrir apenas 80% do valor da parcela. Ou seja, se a parcela atrasada por de R$ 1 mil o fundo pode ser usado para pagar R$ 800. Os R$ 200 restantes têm que ser desembolsado pelo trabalhador.

 O FGTS pode ser usado também para dar entrada no financiamento de imóveis e para abater ou quitar a dívida.
Fonte: Agência Brasil

Número de imigrantes com contrato de trabalho formal caiu 13% no Brasil em 2016

Redução de trabalho motiva saída de refugiados

Dados divulgados hoje (13) pelo Observatório das Migrações Internacionais (ObMigra), com o apoio do Conselho Nacional da Imigração (Cnig) e do Ministério do Trabalho, revelam que no ano passado o número de estrangeiros que alcançaram postos de trabalho formal no Brasil foi 13% menor que o registrado ao longo de 2015.

 Além de afetar milhões de brasileiros que, em algum momento dos últimos anos, se viram sem emprego, a crise que o Brasil atravessa desde 2014 atingiu também a inserção dos estrangeiros no mercado, interrompendo, em 2016, a tendência positiva quanto à contratação de imigrantes, verificada entre 2010 e 2015.

 O coordenador da pesquisa, Leonardo Cavalcanti, disse que os efeitos da crise demoraram mais a atingir os trabalhadores estrangeiros do que o conjunto dos brasileiros, devido à concentração dos imigrantes em setores cujos reflexos do desaquecimento da atividade econômica tardaram mais a ocorrer.

 “Em 2015, enquanto os brasileiros sentiam os efeitos da forte crise econômica, os imigrantes continuaram com um saldo positivo de contratações. Já em 2016, eles passaram a ser mais afetados pela crise”, afirmou Cavalcanti, destacando que os dados relativos ao primeiro semestre deste ano apontam para uma possível melhora do quadro geral.

 “Os dados do Caged [Cadastro Geral de Empregados e Desempregados] do primeiro semestre apontam para uma pequena recuperação, para mais admissões do que demissões de imigrantes. Resta fecharmos o ano para ver se a tendência vai se confirmar ou não”, ressaltou. Ele acrescentou que não há porque o brasileiro se preocupar com o fluxo imigratório. “Os imigrantes não vêm ao Brasil roubar empregos. Eles representam menos de 1% da população presente em todo o território brasileiro.” 

Predominância masculina

 Proporcionalmente, a maior redução verificada no ano passado ocorreu entre os homens, que são a maioria a vir de outros países em busca de trabalho. Enquanto, em 2015, 93.256 dos 127.166 imigrantes contratados formalmente pertenciam ao sexo masculino e 33.910 ao sexo feminino, em 2016, do total de 112.681 imigrantes contratados, 80.804 eram homens e 31.877 mulheres. Comparados os dois anos, a empregabilidade masculina variou -15,4%, enquanto a feminina, -6,3%. 

Ainda assim, a pesquisadora do ObMigra, Délia Dutra, destaca que a predominância masculina chega a representar 72% da mão de obra estrangeira com vínculos formais de emprego no Brasil, enquanto imigrantes e refugiadas têm maior dificuldade de obter uma colocação.

 Além de masculina, a maioria (59%) dos imigrantes absorvidos pelo mercado formal, em 2016, tinha entre 20 e 40 anos, é branca (42%) e havia completado apenas o ensino médio (34%), sendo seguida de perto pela parcela de imigrantes com ensino superior completo (30%).

 No entanto, quando comparados os dados de 2016 e de 2010, chama a atenção o crescente número de pretos e pardos vindos para o Brasil em busca de trabalho, que subiu de 12%, em 2010, para 40% em 2015, caindo para 38% em 2016.

 Considerado o mesmo período, também chama a atenção a mudança quanto ao grau de instrução: em 2010, a mão de obra estrangeira no Brasil era composta por 54% de pessoas com nível superior de ensino. Em 2015, esse grupo já tinha baixado para 32% do total. E, em 2016, caiu a 30%. Os dados, segundo os pesquisadores do ObMigra, sugerem que a partir de 2010 novo fluxo de imigrantes passou a procurar o Brasil. O que se reflete também nos postos de trabalho ocupados: em 2010, 41% da força de trabalho estrangeira formal se concentrava nos postos hierárquicos mais altos, como, por exemplo, diretores, gerentes e profissionais com nível superior. Já em 2016, 30% dos estrangeiros conseguiram trabalho em cargos mais simples, na produção de bens e serviços industriais.

Haitianos

 Desde 2013, os haitianos ocupam o primeiro lugar entre os estrangeiros inseridos no mercado de trabalho formal brasileiro. No entanto, em 2016, a presença proporcional dos haitianos no setor formal caiu 30% em comparação a 2015. No total, 25. 782 haitianos conseguiram um emprego com carteira assinada no ano passado. Em 2015, os haitianos contratados chegou a 33.507. A variação negativa de quase 30% entre os dois anos foi a maior registrada entre as 21 nacionalidades com maior presença no mercado formal brasileiro.

 Em números absolutos, a lista das dez nacionalidades mais comumente encontrada no setor formal em 2016 é completada pelos portugueses (8.844); paraguaios (7.737); argentinos (7.120); bolivianos (5.975); uruguaios (3.947); chilenos (3.565); bengalis (3.433); peruanos (3.195); chineses (2.983) e italianos (2.631).

 Os venezuelanos, cujo recente aumento do fluxo migratório despertou a atenção, ocupam um modesto 19 lugar, atrás, por exemplo, de franceses, norte-americanos e alemães. Contudo, em 2016, foram justamente os imigrantes venezuelanos o grupo cuja representação no mercado de trabalho brasileiro mais cresceu proporcionalmente, aumentando 32% em comparação a 2015 e ficando atrás apenas do aumento proporcional, no período, da presença de angolanos (que cresceu 43%) e de senegaleses (42%).

 Mesmo tendo contratado menos no ano passado do que em 2015, o estado de São Paulo continua sendo o maior empregador de estrangeiros formalizados, respondendo por 37% de todas as contratações do ano passado. Na sequência, vem Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.
Fonte: Agência Brasil

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Lâmpadas de Natal já alegram noites feirenses


As praças Monsenhor Renato Galvão, da Bandeira, J. Pedreira e do estacionamento da Prefeitura já estão ‘vestidas’ com cordões em LED para o período natalino que se aproxima. A iluminação especial já embeleza estes e outros espaços desde a noite desta segunda-feira, 11.

 As lâmpadas também darão um toque especial ao viaduto localizado no cruzamento entre as avenidas Getúlio Vargas e João Durval Carneiro e ao Monumento ao Caminhoneiro, localizado na praça Jackson do Amaury.

 Como manda a tradição católica, apenas serão apagadas no dia 6 de janeiro, quando nesta data os fiéis comemoram o Dia de Reis. As árvores, Matriz Metropolitana, Paço Municipal Maria Quitéria e postes serão iluminadas por mais de 250 mil microlâmpadas, eficientes e de baixo consumo. 

Investimento de R$ 580 mil

 As luzes põem Feira de Santana no clima natalino. O investimento para a iluminação cênica foi de R$ 580 mil. “A iluminação é uma tradição na nossa cidade que todos nos gostamos e admiramos. A mesma opinião tem quem nos visita”, afirmou o secretário de Serviços Públicos, Justiniano França. 

Ele ainda disse que a iluminação especial é uma atração a mais para a cidade, além de contribuir para alegrar ainda mais o período natalino. “Todo nos já estamos acostumados com esta decoração das ruas e avenidas”.

 O encanto das luzes são especiais, afirma secretário 

 Para o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Edson Borges, o encanto das luzes são especiais para pessoas de todas as idades. “Crianças e adultos se encantam com as luzes e espaços montados. A iluminação também faz lembrar a todos o que a data festejada significa”.

José Ronaldo anuncia liberação completa das pistas da Presidente Dutra sobre as obras do túnel da João Durval


Na próxima semana, as pistas da Avenida Presidente Dutra sobre as obras do túnel da Avenida João Durval Carneiro estarão completamente liberadas para o trânsito de veículos.

 Já as obras do túnel só deverão ser concluídas dentro dos próximos seis meses, conforme anunciou o prefeito José Ronaldo de Carvalho, ao ser entrevistado no programa Jornal das Duas, ancorado pelo radialista Paulo José, e coadjuvado por Danillo Freitas, na Rádio Sociedade, na tarde desta segunda-feira, 11.

 Ainda sob os efeitos positivos do Pacote de Obras que lançou na semana passada, José Ronaldo interagiu com os ouvintes do programa, ávidos em certificar se os seus respectivos bairros foram contemplados com a iniciativa do Governo Municipal.

 Quanto a realização de concurso público, ele ponderou que a Prefeitura Municipal está ultimando uma análise técnica para abrir uma licitação pública para a contratação de uma empresa gabaritada em elaboração de provas para o preenchimento de vagas de professores e agentes da Guarda Municipal.

PMBA e Bombeiros formam 86 aspirantes a oficial nesta quarta-feira

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros ganharão reforço nos comandos das ruas com a formatura de 86 novos aspirantes a oficial nesta quarta-feira (13), na Vila Policial Militar do Bonfim (VPMB), em Salvador, às 17h. Dos futuros oficiais, 79 são homens e sete são mulheres, sendo 82 da PMBA e quatro do quadro dos Bombeiros.

 Durante a solenidade de formatura de aspirantes, terá a entrega da espada, arma símbolo do oficialato, e a entrega da medalha Dionísio Cerqueira ao aluno Valter Santos de Jesus Júnior, destaque da PM com a maior média da turma durante o curso de três anos. Serão entregues ainda dois prêmios: o 10º e 41º Corpus de Voluntários da Pátria, respectivamente para o primeiro e segundo lugar da turma. O prêmio é uma simbologia pelo desempenho dos alunos. Fabrício Everton Santos de Sousa, da PM, foi o segundo colocado. Em homenagem, a turma escolheu como patrono o capitão Gilson Santiago Messias Júnior, morto durante exercício da função, em 2007.

 O evento será finalizado com o tradicional desfile dos formandos, e contará com a presença do comandante geral da PMBA, coronel Anselmo Brandão. Após três anos de curso e formatura, os aspirantes passarão por um estágio de um ano nas unidades operacionais e então serão alçados ao cargo de 1º tenente.

Voluntárias Sociais presenteiam mil crianças em tarde natalina

VSBA promovem a campanha Natal dos Ares para crianças do projeto Mais Infância

Crianças de comunidades carentes, muitas vezes, não têm a chance de viver as experiências repetidas a cada Natal, como por exemplo cear com os familiares ou receber presentes do Papai Noel. Pensando nisso, as Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA) promoveram, na tarde desta terça-feira (12), o ‘Natal Solidário nos Ares’, na área interna do Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (Graer), em Salvador, onde mil pequeninos vivenciaram o espírito natalino e se divertiram com uma diversificada programação de brincadeiras e atividades.

 Participantes do projeto Mais Infância, idealizado e executado pelas VSBA, as crianças ficaram em êxtase quando o Papai Noel, com a típica sacola vermelha, pousou de helicóptero, trazendo diversos presentes. "Estou muito feliz, não só por ter trazido crianças e professoras, mas por que as Voluntárias Sociais alcançaram o objetivo de mobilizar muitos parceiros e fugir do modelo assistencialista, transformando a vida das pessoas", vibrou a presidente das VSBA e primeira-dama do Estado, Aline Peixoto.

 O governador Rui Costa também garantiu presença no evento. "Vim acompanhar, assistir e prestigiar essa iniciativa tão importante. O acolhimento da família e abertura de espaços de inclusão social e desenvolvimento são quesitos fundamentais para o futuro da criança", afirmou.

 Todas as mil crianças foram contempladas com mimos e ainda participaram de uma ceia natalina e de uma série de brincadeiras. A tarde ainda contou com a apresentação do coral Comunicanto, composto por servidores da Secretaria de Comunicação Social do Estado (Secom), que cantou músicas do universo infantil e encantou a meninada. "Estou muito feliz de poder acompanhar as crianças em uma ação como esta. Muitas delas nem sabem o que é estar em uma celebração de Natal", comemorou a educadora Ângela Oliveira.

 Mais Infância 

 Cerca de 400 educadores que atuam em 200 creches comunitárias de Salvador estão sendo qualificados pelo projeto, que consiste em encontros mensais focados em temas para fortalecer a metodologia nas escolas, a fim de instrumentalizar o professor para que o retorno à unidade resulte em uma prática melhorada. Os profissionais capacitados trabalham com crianças de 0 a 5 anos em escolas comunitárias.