quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Joia da Princesa já está pronto para o Baiano


O Campeonato Baiano de Futebol Série A Profissional já tem data para o seu início: dia 29 de janeiro. Feira de Santana esse ano conta com dois representantes na primeira divisão e o Estádio Municipal Alberto Oliveira – o Joai da Princesa – já está pronto para receber os jogos das duas equipes.

 Para receber as equipes feirenses, o Joia da Princesa está pronto. Todos os laudos exigidos pela Federação Baiana de Futebol estão em dias e valem até julho de 2017. Sem contar com o perfeito estado do gramado, que foi totalmente recuperado pelo Governo Municipal.

 O primeiro a estrear dentro de casa será o Bahia de Feira, na segunda rodada do campeonato, dia 1º de fevereiro. O time recebe o Atlântico a partir das 20h30. O Fluminense de Feira só estreia em casa na terceira rodada contra o Jacuipense, também às 20h30.

 “Estamos trabalhando com planejamento para que nosso Joia da Princesa brilhe e deixe brilhar os grandes eventos esportivos, em especial os apresentados pelas equipes de Feira de Santana”, afirmou o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Rafael Cordeiro.

 O diretor de Esportes, Emerson Brito, destacou também o trabalho realizado pela equipe que administra o estádio. “Vale ressaltar que o estádio está pronto. Se tivesse jogo hoje, não haveria correria para liberação da praça esportiva. Os times feirenses podem ficar despreocupados”.

Morador da zona rural aprende técnica de conviver no semiárido


Técnicas para se conviver com a seca, preservação e educação ambiental. Adultos e crianças do povoado da Barra, em Jaguara, foram orientados de como compartilhar as informações sobre este relacionamento com o clima do semiárido.

 Eles participaram, na manhã desta quarta-feira, 7, do Programa Vida Melhor na Zona Rural, desenvolvido pela Prefeitura de Feira de Santana, com foco na melhoria da qualidade de vida dos moradores desta região.

 Técnicas de captação da água da chuva, bem como mantê-la potável por mais tempo para abastecimento humano e de animais, plantio de espécies resistentes à falta de água, entre outras iniciativas são apresentadas durante as palestras.

 No seu desenvolvimento atuam em conjunto as secretarias de Agricultura, Meio Ambiente, Educação e da Prevenção à Violência, por meio da Defesa Civil. “O que se busca é conscientizá-los sobre a adoção de práticas que lhes ofereçam melhor condições de sobrevivência nesta região”, afirmou o secretário de Agricultura, Joedilson Machado.

 Para ele, a participação dos moradores é importante para que os resultados apareça. “Todos devem se comprometer com o futuro”.

 Para o coordenador da Defesa Civil no município, Pedro Lopes, o envolvimento dos moradores destes povoados é fundamental para que os resultados sejam positivos. São iniciativas para que no futuro, a situação atual não ganhe dimensões incontornáveis.

Grupamento Aéreo da PMBA completa 10 de anos de atuação no estado

Comemoração de 10 anos de atuação do Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (GRAER)

Considerado “as asas da segurança pública” no estado, o Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (Graer) completa 10 anos de atuação. Composto por 97 policiais militares, 3 aviões e 4 helicópteros, neste período, o grupamento já atendeu a mais de quatrocentas ocorrências. De acordo com o tenente coronel PM Renato Lima, a atividade é aplicada numa série variada de ações. “São multimissões que pode ser uma ocorrência policial, um atendimento pré-hospitalar, atendimento aquático, terrestre, em altura, combate a incêndios, o que demandar suporte aéreo, lá estaremos”, afirma.

 As aeronaves são equipadas com itens de salvamento em altura, aquáticos, para atendimentos pré-hospitalares, além de armamento e munição. Embora o que caracterize o Graer sejam as atividades aéreas, o trabalho em solo é igualmente importante. É na Central de Operações que as ocorrências são monitoradas e, sempre que necessário, recebem o suporte aéreo da PMBA.

 Nestes 10 anos de atuação do Grupamento Aéreo, alguns salvamentos foram emblemáticos, como um incêndio em um prédio na Baixa dos Sapateiros, em Salvador, onde graças ao suporte aéreo, não houve vítima fatal, além do transporte de uma grávida em trabalho de parto, que estava presa no engarrafamento e foi levada para a maternidade a tempo de dar à luz em condições adequadas. “Uma terceira situação que também muito marcante foi um atropelamento na Ilha de Itaparica. Crianças estavam recebendo presentes e um caminhão, que estava estacionado, ligado, saiu desgovernado, sem o condutor, e atingiu as crianças que estavam embaixo de um toldo. Conseguimos transportar todas as pessoas em estado mais grave para o hospital”.

 O comandante de operações aéreas do Graer, capitão PM Arthur Miranda explicou que todas as missões realizadas pelo Graer são alta complexidade. “Temos sempre um policial monitorando o sistema, com uma linha telefônica, que é uma hotline e equipamentos de rádio de todo tipo. O engajamento do Graer em uma ocorrência não permite nenhum tipo de intervenção ou filtro. São ocorrências onde o socorro tem que chegar voando literalmente”.

 A comemoração dos 10 anos de atuação do Graer será realizada na noite desta quarta-feira (7), na sede do grupamento, localizada no setor de hangares do Aeroporto de Salvador.

Centro Especializado cruza dados solucionar questões da saúde pública


Solucionar questões de saúde pública através do cruzamento de dados já é possível. Inaugurado na manhã desta quarta-feira (7) no Parque Tecnológico da Bahia, o Centro para Integração de Dados e Conhecimento para Saúde (Cidacs) permite travar relações entre doenças e contextos sociais de diferentes partes do país. Dados de instituições de pesquisa como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Universidade Federal da Bahia (Ufba), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), entre outras, são armazenados e relacionados em uma mesma plataforma de bigdata.

 O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado, Manoel Mendonça, explica. “Atualmente é coletada uma demanda extensa de dados e é possível fazer ciência com esses dados. O centro conta com o banco de dados do SUS e de outras fontes de informação. O objetivo do centro é contribuir para a transformação de dados em conhecimento aplicável“, afirma.

 De acordo com o coordenador do Cidacs e pesquisador da Fiocruz, Maurício Barreto, a relação entre idade, gênero, localização, condições econômicas e prontuários médicos pode ser esclarecedora para o resultado das pesquisas. “A médio e longo prazo, o centro será importante para a produção de conhecimentos úteis, que vão poder ser utilizados em políticas públicas e orientando formas que a população poderá ter acesso a determinados serviços com mais praticidade, segurança e conforto“, explica Barreto.

 Sob coordenação da Fiocruz, o Cidacs é o primeiro centro do país a reunir e a processar tamanho volume de dados. Ele é conectado ao Omolu - um supercomputador da Fundação montado no Senai Cimatec, que funciona com uma capacidade de 1 terabyte de memória RAM e 96 processadores de 12 núcleos.

 O novo centro conta com importantes parcerias e apoios adquiridos, como a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia (Secti), o Ministério da Saúde e a Fundação Bill & Melinda Gates, que contribuíram com boa parte do investimento. Já foram captados R$ 20 milhões para os projetos de pesquisa dos próximos cinco anos. Segundo o reitor da Ufba, João Carlos Salles, a integração de informações científicas deve reformular a maneira de realizar pesquisas.

 “Relações antes pouco percebidas podem se mostrar muito relevantes. Dados que estavam sendo tratados separadamente podem ser conjugados e campos distintos podem ser relacionados. Os resultados serão muito mais completos”, afirma Salles.

Rui discute com governo chinês novos investimentos para a Bahia

Reunião com o embaixador da China, Li Jinzhang

Projetos estruturantes que colocarão a Bahia num novo patamar de atração de negócios estão na mira do governador Rui Costa e são pauta de viagem a Brasília nesta quarta-feira (7). Na embaixada da China, Rui apresentou ao embaixador Li Jinzhang o projeto da Ponte Salvador – Itaparica, do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do Subúrbio de Salvador, do Porto Sul e a obra da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol).

 A discussão na embaixada permitiu o detalhamento da missão que o governador fez à China, em março deste ano, e a continuidade das negociações. O entendimento comum entre o Governo da Bahia e o Governo Chinês sobre o trajeto da Fiol e seu uso para viabilizar a Ferrovia Bioceânica foi comemorado. Os chineses estudam este investimento, que ligará o Brasil ao Oceano Pacífico, chegando ao Peru.

 Os dois governos atestam a viabilidade do projeto, sendo então a Fiol e o Porto Sul parte deste canal de ligação e escoamento. "Estamos trabalhando firme para ter a presença chinesa nesses grandes projetos da Bahia. E abertos para sermos parceiros, entrando com investimento dentro de nosso território, retirada do peso tributário para viabilizar a Bioceânica, passando pela Bahia", afirmou Rui.

 No encontro, o embaixador Li Jinzhang indagou: "Por que não vamos iniciar agora este projeto?". Em resposta, o governador rapidamente pegou a caneta e afirmou que estava pronto para assinar. O representante da China garantiu que a embaixada está com total atenção à Fiol e garantiu ao governador: "Vou te dar todo apoio neste projeto".

 A Fiol tem 70% executados no trecho Ilhéus/Caetité e 10% de Caetité ao Rio São Francisco. Na despedida, o embaixador assinalou que não pode-se esperar muito para ver a obra concluída. O governador concordou, acrescentando: "Meu estilo é trabalhar muito e falar pouco".

 A próxima agenda de Rui será com o presidente da República, Michel Temer, ainda na tarde desta quarta (7), quando solicitará rapidez nas definições que cabem ao governo federal para que o investimento chinês chegue logo e a estrada de ferro comece a operar na Bahia, sendo ponto de partida para a Bioceânica. 

A comitiva que acompanhou o governador foi formada pelo vice-governador, João Leão, o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, e o coordenador da Representação da Bahia em Brasília, Jonas Paulo.

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Prefeitura realiza leilão no dia 20


A Prefeitura de Feira de Santana realizará no dia 20 dezembro o último leilão de bens móveis inservíveis do ano. Os lances poderão ser dados presencialmente, no Complexo Esportivo Oyama Pinto, na avenida Transnordestina, bairro Campo Limpo, a partir das 9h; ou online, através do endereço eletrônico: www.rjleiloes.com.br . São 75 lotes, dentre materiais diversos e veículos.

 A íntegra do edital do leilão está disponível no site oficial da Prefeitura: www.feiradesantana.ba.gov.br . Poderão oferecer lances pessoas físicas, inscritas no Cadastro de Pessoa Física – CPF, pessoas físicas equiparadas a pessoas jurídicas para fins fiscais e pessoas jurídicas, inscritas no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica — CNPJ, do Ministério da Fazenda, excluídos os menores de 18 anos não emancipados.

 O arrematante pagará no ato 20% do valor arrematado a título de sinal e o restante em até 48h (quarenta e oito horas), conforme instruções a serem passadas pelo Leiloeiro. Correrá por conta do arrematante o pagamento da comissão do leiloeiro, sendo a mesma fixada em 5% (cinco por cento) sobre o valor do lote arrematado, mais 5% (cinco por cento) de despesas ocorridas com o leilão. O pagamento será à vista e imediatamente após o arremate.

 A retirada dos bens arrematados (após o pagamento do valor total), mediante apresentação de nota fiscal, ocorrerá entre os dias 26 de dezembro de 2016 a 06 de janeiro de 2017 das 08h30 às 12h00 e das 14h30 às 17h00, exceto sábados, domingos e feriados. Após este prazo, e até o 30º dia, será devida multa de 2% (dois por cento) sobre o valor arrematado. Após o 30º dia os bens não retirados serão reincorporados ao patrimônio da Prefeitura Municipal de Feira de Santana. Excepcionalmente no dia 30 de dezembro de 2016 a entrega ocorrerá entre 8h30 às 11h30.

 Os interessados poderão obter informações na Divisão de Patrimônio, na Avenida Sampaio, 344, Centro, Feira de Santana, Bahia, no horário das 09h00 às 12h00 das 14h00 às 17h00 de segunda-feira a sexta-feira ou com o Leiloeiro Responsável, Rudival Almeida Gomes Júnior, pelos telefones: (71) 98211-2013 ou 3327-2999.

Oficina de Percurso estimula jovens carentes a desenvolver projetos de vida


O que você vai ser quando crescer? A pergunta pode ser clichê, mas a importância dessa discussão está sendo evidenciada para os adolescentes e jovens assistidos pelo Programa Estação Juventude em Feira de Santana. Na manhã desta segunda-feira, 05, foi realizada a Oficina de Percurso, que tem como objetivo estimulá-los na construção de um mapa de metas e projetos de vida.

 A atividade foi realizada no Centro Integrado de Capacitação do Adolescente e Família Gilza Melo (Cicaf), sede do Programa Estação Juventude, e ministrada pela professora Olívia Silveira, coordenadora adjunta do Estação Juventude na UFBA (Universidade Federal da Bahia).

 A coordenadora geral do programa no Município, Faraildes Ribeiro dos Santos, observa que a Oficina de Percurso é uma atividade fundamental para os jovens assistidos pela iniciativa. "É um aprendizado com um viés motivacional. Trabalhando com temas que levam o jovem a se aproximar de sua história, analisando passado e presente, mas visando o futuro", ressalta.

 Em Feira de Santana o Programa Estação Juventude compreende jovens dos bairros Alto do Cruzeiro, Baraúnas, Rua Nova, Feira X, Feira IV e Tanque da Nação. O programa é voltado à promoção da cidadania, fortalecendo as políticas direcionadas a juventude de Feira de Santana.

 As ações do programa visam reduzir a vulnerabilidade de jovens negros a situações de violência física e simbólica, a partir da criação de oportunidades de inclusão social e automonia, ampliando os direitos e desconstruindo a cultura da violência. A equipe de trabalho do Programa Estação Juventude também é composta pelos assistentes: Gabriela Silva Lima, Marly Vieira, e Arimaldo Araújo.

Bahia deve liderar setor eólico até 2018

Bahia deve liderar setor eólico até 2018

O superintendente de Promoção do Investimento da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Paulo Guimarães, afirmou durante o 3º Seminário Socioambiental Eólico, realizado Hotel Sheraton, no Campo Grande, em Salvador, que a Bahia deve liderar o setor eólico no país até 2018.

 Segundo ele, o trabalho para alcançar o objetivo é feito de forma transversal e em parceria entre as secretarias de Desenvolvimento Econômico (SDE), Infraestrutura (Seinfra), Planejamento (Seplan), Desenvolvimento Rural (SDR) e Meio Ambiente (Sema), por meio Inema. “A Bahia tem feito um grande esforço para criar toda a infraestrutura e ser um dos grandes produtores de energia eólica do país”, comentou o superintendente.

 Os parques eólicos baianos estão espalhados por 22 municípios no eixo central do estado, em uma extensão que vai do sudoeste até o norte do Vale do São Francisco. Além disso, a cadeia produtiva tem empresas do porte da GE/Alstom, Gamesa, Torrebras, Acciona, Torres Eólicas do Nordeste (TEN), Wobben Windpower e Tecsis.

 No evento foram discutidos os gargalos para o desenvolvimento dos projetos do setor e a infraestrutura necessária para o funcionamento. Com cerca de 200 participantes, o seminário reuniu operadores de parques eólicos, órgãos ambientais, representantes governamentais e especialistas de todo o país em energia eólica.

Rodoviária e Ferry tem operação especial no Feriado da Conceição da Praia

O sistema ferry boat e a rodoviária de Salvador já recebem usuários interessados na compra antecipada de passagens, devido ao feriado prolongado de Nossa Senhora da Conceição da Praia, na quinta-feira (8). Horários extras foram disponibilizados nos dois serviços, e para proporcionar mais conforto a quem vai deixar a cidade, a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) fiscaliza os pontos de embarques.

 Aproximadamente 40 mil passageiros devem seguir para o interior do estado através do Terminal Rodoviário. O movimento de embarque teve início na segunda-feira (5) e por este motivo já estão disponíveis 80 horários extras, além dos 540 horários regulares. Entre os destinos mais procurados estão cidades do Extremo Sul como Porto Seguro, Itararé e Ilhéus. Em outras regiões crescem as vendas de passagens para Juazeiro, Barreiras, Chapada Diamantina e Recôncavo.

 Seis embarcações do Sistema Ferry Boat vão operar de hora em hora durante o feriado, e horários extras serão disponibilizados sempre que houver demanda. Mais de 87 mil passageiros e 15 mil veículos devem realizar a travessia entre os dias 07 e 12 de dezembro. Este número é 10% maior, se comparado ao mesmo feriado do ano passado, que também durou quatro dias.

 De quarta (7) para quinta-feira o sistema opera de Salvador para Itaparica durante a madrugada e o mesmo acontece de Itaparica para Salvador, de domingo (11) para segunda-feira. Passagens por hora marcada ainda estão à venda, e 200 horários extras nessa modalidade foram disponibilizadas nos dias em que o ferry opera por 24 horas.

Turnê do Neojiba leva música e conhecimento a crianças da Liberdade

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

Em turnê pelo bairro da Liberdade, em Salvador, crianças e adolescentes do Núcleo de Prática Orquestral e Coral do Neojiba têm compartilhado com estudantes e moradores do bairro o que aprenderam sobre música instrumental durante as aulas do projeto. Na manhã desta terça-feira (6), as apresentações aconteceram na Escola Nossa Senhora de Nazaré, para alunos da educação infantil e do ensino fundamental I. Os integrantes do projeto explicaram as partes do violino e apresentaram músicas como ‘Xô Xuá’, ‘Trem de Ferro’ e ‘Nós Podemos’, que auxiliam o aprendizado de notas musicais.

 As atividades do Núcleo fazem parte do Programa Pacto Pela Vida (PPV) e têm como objetivo a prevenção da violência e o desenvolvimento social. De acordo com o coordenador do Núcleo Liberdade, André Felipe, além do conhecimento técnico, são ofertados ao público infantil valores importantes para o convívio em sociedade. “Aqui, a gente estimula o trabalho em grupo, o respeito ao próximo e preza pela disciplina de cada um deles. A música tem um papel social que contribui para, além de músicos, essas crianças aprendam a ser cidadãos de bem”, explica o coordenador.

 A visita à Escola Nossa Senhora de Nazaré foi a segunda da turnê Liberdade, iniciada na última quinta (1º) na Escola Vila Vicentina. As apresentações, que marcam o encerramento do ano no núcleo, vão até o dia 17 de dezembro.

 No bairro mais negro de Salvador, rico em cultura musical, o som do violino tem invadido o ambiente escolar e provocado mudanças positivas de conduta aos integrantes do projeto. “Minhas notas sempre foram boas, mas melhoraram. Além disso, estou me concentrando mais nas aulas e me aproximando com mais facilidade dos meus colegas”, conta Mariele Meireles, 10 anos.

 O Núcleo de Prática Orquestral e Coral do Neojiba volta se apresentar na Escola Municipal Nossa Senhora de Nazaré no dia 14, às 14h. A programação ainda vai contemplar a Organização de Auxílio Fraterno (no dia 7/12, às 14h, e 17/12, às 10h), Escola Municipal Adalgiza Pinto (13/12, às 9h e às 14h), Hospital Ana Nery (12/12 e 13/12, às 14h30), Escola Municipal Josafá Carlos Borges (15/12, às 9h e às 14h) e a Praça do Sieiro (16/12, às 18h).

Lançada licitação para Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da RMS

Foto: Divulgação

O edital de abertura do processo licitatório destinado à contratação de empresa para elaboração do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUI) da Região Metropolitana de Salvador foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), na última semana. A elaboração do documento será coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) e terá a cooperação técnica e assessoramento da Procuradoria Geral do Estado (PGE) e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

 A participação popular e democrática na constituição do PDUI está assegurada no âmbito da Entidade Metropolitana, que reúne representantes do poder público municipal e estadual no Comitê Técnico e irá agregar, no Conselho Participativo, representantes de entidades da sociedade civil organizada, ligadas ao desenvolvimento urbano, a exemplo do Conselho de Arquitetura e Urbanismo, universidades e movimentos de lutas por moradia, mobilidade e saneamento básico. O edital de convocação para composição do Conselho Participativo já está em análise por parte da PGE.

 Principal instrumento da Política Urbana para a RMS, o PDUI vai contemplar diretrizes comuns a toda região, envolvendo questões fundamentais para o desenvolvimento urbano integrado, como mobilidade, habitação, saneamento básico e planejamento e gestão territorial. O prazo para conclusão do PDUI é de 18 meses, a contar a partir da assinatura da ordem de serviço.

 O último Plano de Desenvolvimento da RMS data de 1982. “São 34 anos de um Plano que vem de um rescaldo da Ditadura Militar e, portanto, imposto sem qualquer debate. Este novo PDUI é um projeto macro de Governo, pensado com a participação da sociedade, fruto de discussões coletivas, e que vai transformar a configuração urbana da Região Metropolitana de Salvador, especialmente no que tange a mobilidade”, destaca a superintendente de Gestão Territorial da Sedur, Lívia Gabrielli.

 Projetos 

 Um dos principais projetos pensados para a mobilidade é o Veículo Leve sobre Trilhos Metropolitano (VLT), que ligará as cidades de Simões Filho, Camaçari, Dias D'Ávila e Candeias ao metrô de Salvador. “O Governo do Estado tem um Plano Estratégico de Mobilidade Urbana por volta de R$ 9 bilhões em Salvador e região metropolitana”, afirma o secretário de Desenvolvimento Urbano, Carlos Martins.

 Outro importante projeto no âmbito do PDUI é o Sistema Viário Oeste/Ponte Salvador – Itaparica (SVO) que abrange, entre outros pontos, o Plano Urbano Intermunicipal da Ilha de Itaparica (PUI), constituído com a coordenação da Sedur. Apresentado à população em audiência pública, em julho, o PUI visa promover o desenvolvimento econômico, social, territorial e institucional de Vera Cruz e Itaparica, integrando-as aos demais municípios da Região Metropolitana de Salvador.

Tracaja 2016

Uma festa que todos gostam de participar pela sua forma aberta, irreverente, simpática, enfim pelas suas características próprias e incomuns. Naturalmente falamos do Troféu Tracajá que acontece sábado dia 10 , a partir do meio dia no Bar Resenharia, na Kalilandia. La, a exemplo do que tem acontecido ao longo dos 16 anos de existência do evento, deverão se reunir artistas, empresários, comunicadores, profissionais do Direito, da Saúde da Educação da Segurança, e tantas outras figuras que no dia a dia fazem a história de Feira de Santana com amor e dedicação.

No Resenharia teremos exposição de arte, lançamento de livros, poesia, cantorias, na verdade um elenco de atrações como o Coral Infantil Chácara São Cosme que tem a regência de Vilma Soares, o cantor Cescé Amorim, Forrozeiro Dr Ed, Samba de Roda Brilhante de Irará, Bira dos Teclados, Zé Araújo, Rudy Rossi e vários outros. Na verdade uma festa de confraternização para os agraciados com o Troféu Tracajá como também para os que, embora sem a premiação, estarão desfilando alegria e simpatia no Resenharia. Fiquem certos que só o fato de estar no Troféu Tracajá já é um algo extremamente gratificante porque hoje boa amizade é coisa rara e no Troféu Tracajá é o que permeia a festa.. Esperamos você Lá!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Centro de Referência realiza 167 testes rápidos, e quatro foram positivos

Quatro dos 167 testes rápidos que detectam o HIV no organismo, realizados no Centro de Referência Municipal DST/HIV/aids, deram positivos para a doença. Os testes foram realizados na quinta-feira, 1º, quando foi comemorado o Dia Mundial de Luta contra a Aids.

 Todos foram admitidos no programa de tratamento. Assim, em Feira, neste ano somam 267 novos casos da doença. Em relação a 2015, o aumento chega a 8%. De acordo com a coordenação do Centro, o número pode aumentar até o final do mês.

 Apenas em novembro a unidade registrou 33 novos casos da doença. “Ao saber que está com a doença, a pessoa adota medidas preventivas e busca o tratamento”, diz a coordenadora. Em Feira de Santana pouco mais de duas mil pessoas estão em tratamento contra a doença.

 Além da medicação, recebem orientação médica, psicológica, fisioterapêutica, nutricional, entre outros procedimentos. Em todo o país, de acordo com o Ministério da Saúde, 112 mil pessoas tem o vírus mas desconhecem suas condições físicas. Vanessa Sampaio disse que em Feira não se tem esta projeção.

Doação de computadores incentiva dedicação aos estudos

Um grupo de foliões da Micareta de Feira de Santana está incentivando estudantes da rede pública municipal a se dedicarem aos estudos, com a doação de computadores aos que mais se destacarem durante o ano letivo. Pelo quarto ano consecutivo, o Suvaco da Quitéria, como é conhecida a turma dos amigos da educação, se reúne para fazer a doação em uma unidade escolar da zona rural.

 Este ano a escola escolhida pelo grupo foi a Beatriz Bispo Miranda, situada no povoado de Moita da Onça, distrito de Matinha. Nesta unidade, por indicação dos próprios professores, serão selecionados dois alunos com melhor desempenho escolar, para receberem dois computadores completos.

 A iniciativa, conforme o secretário de Agricultura, Recursos Hídricos e Desenvolvimento Rural (Seagri) e coordenador do grupo de Amigos, Joedilson Machado, visa incentivar o aprendizado escolar através do uso de tecnologia. “Sabemos que os computadores são ferramentas indispensáveis para um melhor aprendizado e desenvolvimento do aluno porque se constitui numa ferramenta que os conecta ao mundo globalizado”, frisou.

 Os computadores serão entregues ainda esta semana, em data ainda a ser confirmada. O dia deverá marcar também as festividades de encerramento do ano letivo 2016 nesta unidade de ensino da rede pública municipal, que vem recebendo investimentos do Governo Municipal na reforma do prédio.

Morador da Rua Nova prestigia encerramento de projeto cultural


Moradores da Rua Nova prestigiaram o enceramento para este ano do “Projeto Cultural Mão Angelical, Jesus com gente”, que contempla cerca de 50 jovens e crianças do bairro. O projeto conta com o apoio da Prefeitura de Feira de Santana, por meio do Pró-Cultura/Esporte – Fundação Egberto Costa, e patrocínio cultural do Emec.

 Se apresentaram grupos de dança, teatro e orquestra de violão, mais grupos de reggae da Rua Nova, tida como berço deste ritmo na cidade. Além da sede, o projeto é aplicado nas escolas municipais Célida Soares Rocha e Tereza Cunha, ambas localizadas na Rua Nova.

 Criado há cinco anos, o projeto, na opinião do seu fundador, o cantor e compositor Jorge de Angélica, atinge seus objetivos ao direcionar os jovens para a música. “Alguns dos nossos alunos já estão sendo incorporados a grupos musicais, além disso eles tem uma ocupação sadia no contraturno escolar”, afirma.

 Também se apresentaram Jooh Dread Woman, Daniel Sun e Jorge de Angélica. O palco foi montado na praça Dona Pomba, tida como benfeitora do bairro.