quinta-feira, 17 de maio de 2018

ENCONTRO DE PONTOS DE CULTURA É PROMOVIDO NESTE SÁBADO NA MATINHA


Acontecerá neste sábado (19), a partir das 09h, na sede da Associação Cultural Coleirinho da Bahia (ACCB), no distrito de Matinha, em Feira de Santana, um intercâmbio com a Associação Cultural do Samba Dalva Damiana de Freitas, de Cachoeira. Ambas as associações são reconhecidas pelo governo estadual e governo federal como Pontos de Cultura da Bahia.

 O objetivo do intercâmbio é estreitar o conhecimento acerca da cultura popular, especificamente o samba de roda que é produzido no Portal e o que é produzido no recôncavo, além de promover uma troca de saberes com rodas de conversas e visitação a casa de farinha. Está previsto ainda apresentações dos alunos do projeto da Quixaba Quixabeira: Cultura, Samba de Roda e Desenvolvimento Sustentável na Matinha, desenvolvidas na ACCB.

A ACCB é uma entidade sem fins lucrativos, representativa de grupos culturais e cantadores que tem por finalidade coordenar e manter viva as tradições culturais de Feira de Santana e região, sobretudo o samba de roda praticado na localidade. Dentre as ações realizadas pela associação estão: o grupo de samba de roda Quixabeira da Matinha; o bloco cultural Quixabeira da Matinha; Dia Municipal do Samba De Roda; Encontro de Quadrilhas Juninas; e o projeto Da Quixaba a Quixabeira: Cultura, Samba de Roda e Desenvolvimento Sustentável na Matinha.

 O quê: Intercâmbio Cultural dos pontos de cultura (Matinha e Cachoeira). Quando: 19/ 05 (sábado) Onde: na sede da Quixabeira da Matinha em Feira de Santana-BA Hora: a partir das 09h

Campus Party é iniciada com expectativa de atrair 90 mil pessoas


Está aberta oficialmente a segunda edição da Campus Party Bahia, principal evento de tecnologia, inovação, criatividade e cultura digital do mundo. Desta quinta-feira (17) a domingo (20), a Arena Fonte Nova receberá mais de cinco mil campuseiros, visitantes de diversos cantos do país, com mais de 300 horas de conteúdo, entre palestras e workshops com renomados profissionais brasileiros e internacionais. O evento ainda oferece internet de alta performance para os participantes.

 “Preparamos um evento especial para receber a todos. Queremos colocar a Bahia dentro do mapa digital do mundo e dar oportunidade para diversos jovens poderem entrar em contato com os melhores palestrantes do mundo. No passado saíam daqui caravanas de pessoas para participar da Campus de São Paulo e isso exige tempo e dinheiro. A Campus realizada aqui aumenta o potencial para tecnologia e inovação do estado”, destacou o presidente do Instituto Campus Party, Francesco Faruggia, na abertura do evento.

 A Arena da Campus Party Bahia possui quatro palcos (Feel the Future, Creativity/Games, STEAM e Coders/Makers), onde os palestrantes irão debater temas e tendências da atualidade. Uma das novidades deste ano é a extensão do funcionamento da área gratuita do evento, a Open Campus, que reúne startups, atividades com drones e simuladores, maratona de hackers, além de espaço voltado para o estímulo à educação.

 A expectativa é que cerca de 90 mil pessoas visitem a Campus Party nos quatro dias de evento. O acesso ao espaço ocorre das 10h ‪às 20h, entre os dias 17 a ‪19, e das 10h ‪às 15h, no dia ‪20. Para o estudante Caio Silveira, 17 anos, o espaço aberto ao público “é onde as melhores trocas de ideias acontecem. Eu participei do evento no ano passado e não podia ficar de fora agora em 2018. Para quem tem paixão por tecnologia, é um momento de ficar por dentro do que acontece de mais avançado no resto do mundo, de aprender e compartilhar o que sabemos”.

 Inclusão

 Com apoio do Governo do Estado, a Campus chega à Bahia pela segunda vez. Atividades promovidas pelas secretarias estaduais de Educação, de Políticas Para Mulheres (SPM) e Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) apresentam o tema 'inovação produtiva e inclusão social'. “Queremos falar sobre inovação e tecnologia de uma maneira que abrace a todos e nos dê ferramentas para melhorar a vida das pessoas, inclusive daqueles que vivem nas periferias e fora dos grandes centros urbanos”, afirmou o titular da Secti, Rodrigo Hita.

 Para a secretária da SPM, Julita Palmeira, “a Campus tem o potencial de debater e pensar politicas estruturantes para impulsar a participação das mulheres na área das ciências exatas e da tecnologia e nas profissões do futuro. A tecnologia é uma ferramenta importante que pode ser utilizada para auxiliar o combate aos preconceitos".

 Hackathons

 A Secretaria de Cultura do Estado (Secult) integra a programação dos hackathons, maratonas hackers que reúnem programadores, designers e interessados, em buscar soluções digitais para os desafios apresentados. Com o tema ‘Rede de Serviços Culturais’, a maratona da Secult deve durar 24 horas.

 As equipes precisam propor soluções para um ou mais problemas ligados ao setor cultural, com enfoque na economia criativa como propulsora do desenvolvimento econômico e social. O desafio a ser lançado propõe a construção de plataformas, sistemas, aplicativos ou até mesmo games para dinamizar a cadeia produtiva da cultura em todo o estado.

 Novidades

 O Instituto Federal da Bahia (Ifba) e a Secti promovem a Arena RobotiCampus, com competições e mostras de trabalhos na área de robótica e tecnologia assistiva, na área aberta ao público e gratuita. As modalidades escolhidas para a competição são Robô ao Resgate, Follow Lina (Júnior e Pro) e Sumô (Lego, Mini e 3kg). As mostras acontecem simultaneamente às competições.

 Outra novidade é o 1º Fórum Brasileiro de Startups, que vai discutir os caminhos para aumentar a maturidade dos ecossistemas de inovação e empreendedorismo, podendo contribuir para o sucesso das startups. E se a discussão envolve empreendedorismo, envolve o SAC Empresarial, órgão ligado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), que está presente no stand do Governo do Estado, das 8h às 18h, oferecendo serviço de orientação empresarial sobre registro e legalização de empresas.

 Quem visitar a área aberta do evento pode conhecer também as diversas atividades desenvolvidas nos Centros Juvenis de Ciência e Cultura (CJCC) em toda a Bahia. Além disso, estudantes do Centro Estadual de Educação Profissional (Cetep) Empreende Bahia, localizado no bairro de Água de Meninos, em Salvador, irão apresentar os projetos 'Mostra de Vídeos: Tecnologia e Empreendimento' e '4P´s: Marketing Ideias Criativas e Inovadoras'. A programação completa pode ser conferida no site do evento.

BCS Bairro da Paz abre inscrições para cursinho Pré-Ifba

BCS Bairro da Paz abre inscrições para cursinho Pré-Ifba

Estão abertas as inscrições para o curso preparatório para o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba), na Base Comunitária de Segurança (BCS) do Bairro da Paz. Serão disponibilizadas 40 vagas para jovens cursando o 9ª ano do ensino fundamental.

 “Quem se interessar, tem até 16 de junho para se inscrever, portando documento de identidade e comprovante de residência”, declarou o comandante da BCS/Bairro da Paz, tenente PM Aymar Schindler, observando que as aulas serão ministradas de segunda a sexta-feira, das 18 às 22 horas, na sede da BCS. A procura pelo curso, segundo ele, tem sido grande. “Nos últimos dois anos, a base já aprovou 20 alunos para o Ifba e esperamos repetir agora esses bons resultados”, ressaltou.

Inscrição para o Enem termina amanhã

Os estudantes que querem fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018 têm até as 23h59 de amanhã (18), no horário de Brasília, para fazer a inscrição, pela internet, na página do participante do Enem. Até as 18h de quarta-feira (16) foram registrados 5 milhões de inscritos.

 Mesmo os candidatos que pediram isenção da taxa do Enem devem fazer a inscrição para a prova. O pagamento da taxa para quem não conseguiu a isenção, no valor de R$ 82, deve ser feito até o dia 23 de maio nas agências bancárias, casas lotéricas e agências dos Correios.

 Os concluintes do ensino médio da rede pública têm direito à isenção no ato da inscrição, mesmo aqueles que não tiverem solicitado a isenção.

 Para se inscrever, o participante deverá apresentar o número do CPF (Cadastro de Pessoa Física) e do documento de identidade e criar uma senha. O candidato precisa também informar um endereço de e-mail válido e um número de telefone fixo ou celular, que serão usados para enviar informações sobre o exame.

 Com o fim do prazo de inscrição nesta sexta-feira (18) também se encerra a possibilidade de alterar dados cadastrais, a opção do município onde o estudante quer fazer a prova e a opção de língua estrangeira. Os candidatos que precisarem de atendimento especializado têm que fazer o pedido no ato da inscrição.

 Para o uso do nome social na prova do Enem, o pedido poderá ser feito entre os dias 28 de maio e 3 de junho.

 As provas do Enem serão aplicadas em dois domingos, nos dias 4 e 11 de novembro. Os resultados serão divulgados em janeiro.
Fonte: Agência Brasil

Mercado projeta déficit de R$ 138,5 bilhões nas contas públicas

economia ilustração 2

Instituições financeiras consultadas pelo Ministério da Fazenda projetam que o déficit primário do Governo Central, formado por Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, deve chegar a R$ 138,543 bilhões neste ano. A estimativa está abaixo da meta de déficit perseguida pelo governo de R$ 159 bilhões.

Em abril, a projeção era R$ 136,103 bilhões. Os dados constam da pesquisa Prisma Fiscal, elaborada pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, com base em informações do mercado financeiro.

 Para 2019, a estimativa das instituições financeiras é déficit de R$ 105,929 bilhões, contra R$ 107,304 bilhões previstos em abril.

 A projeção da arrecadação das receitas federais este ano caiu de R$ 1,459 trilhão para R$ 1,453 trilhão, neste ano. Para 2019, a estimativa é R$ 1,576 trilhão, ante R$ 1,578 trilhão previsto anteriormente.

 Para a receita líquida do Governo Central, a estimativa para este ano é R$ 1,219 trilhão, ante R$ 1,223 trilhão prevista no mês passado. No caso da despesa total do Governo Central, a projeção permaneceu em R$ 1,359 trilhão, em 2018.

 A pesquisa apresenta também a projeção para a dívida bruta do Governo Central, que, na avaliação das instituições financeiras, deve ficar em 75% do Produto Interno Bruto (PIB – a soma de todas as riquezas produzidas pelo país), neste ano. A previsão anterior era 74,9% do PIB. Para 2019, a estimativa ficou em 76,8% do PIB, ante 79,9% previstos no mês passado.
Fonte: Agência Brasil

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Governador vai a Brasília para tratar da duplicação da BR-415 e da Fiol

Governador Rui Costa se reúne com o ministro dos Transportes, Valter Casimiro, em Brasília

Antes das 9h desta quarta-feira (16), o governador Rui Costa já estava em Brasília para buscar um entendimento sobre uma das mais esperadas obras de infraestrutura da Bahia, a duplicação da BR-415 Ilhéus/Itabuna. A reunião foi com o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro.

 O primeiro entendimento com o ministro Casimiro é o agendamento de uma reunião no do Tribunal de Contas da União (TCU) em até 20 dias, para entregar uma nota técnica detalhada, feita em parceria entre técnicos da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra) e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

 Rui reafirmou o empenho do Governo da Bahia na solução para que a obra inicie.“Eu volto a Brasília para irmos juntos ao TCU pedir a liberação da obra física, com o material técnico em mãos, respondendo aos questionamentos. Só os baianos sabem o que esta duplicação representa”. Segundo o governador, mais de 500 mil pessoas serão beneficiadas com a duplicação.

 Parlamentares baianos, os senadores Otto Alencar, Lídice da Mata e Roberto Muniz, e deputados federais participaram da agenda no Ministério dos Transportes e já confirmaram presença para representar o povo do sul da Bahia na reunião que será marcada com o TCU.

 Fiol

 “Mesmo sendo uma obra federal, o governo da Bahia não abre mão de acompanhar de perto”, afirmou Rui ao explicar que o governo fez o estudo de viabilidade econômica da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e entregou à Empresa de Planejamento e Logística (EPL), vinculada ao Ministério dos Transportes, para que seja feito o processo de concessão pública.

 Ainda de acordo com o governador Rui Costa, há um compromisso do Ministério em encaminhar os processos junto à EPL para realizar a audiência pública no mês de agosto, isso já dentro do processo de preparação para o lançamento do edital de leilão.

 Durante a reunião, o secretário estadual de infraestrutura, Marcus Cavalcanti, aproveitou para debater a obra de outras rodovias federais no estado, a exemplo da BR-001; além do novo aeroporto de Vitória da Conquista, entre outros assuntos.

Economia Criativa é tema de Hackathon na Campus Party Bahia 2018

Os desafios Hackathons estão de volta à Campus Party Bahia na segunda edição do evento. Entre os dias 17 e 20 de maio, na Arena Fonte Nova, a Secretaria de Cultura do Estado (Secult) integra a programação dos Hackathons, maratonas hackers que reúnem programadores, designers e interessados, em buscar soluções digitais para os desafios apresentados.

 Com o tema ‘Rede de Serviços Culturais’ a maratona deve durar vinte e quatro horas, e as equipes poderão propor soluções que ajudem a solucionar um ou mais problemas, ligados ao setor cultural, com enfoque na economia criativa como propulsora do desenvolvimento econômico e social. O desafio a ser lançado propõe a construção de plataformas, sistemas, aplicativos ou até mesmo games que possam dinamizar a cadeia produtiva da cultura em todo o estado.

 Especialistas da Secult irão auxiliar os participantes esclarecendo dúvidas e auxiliando na proposição de soluções. Os melhores colocados serão avaliados considerando a conceituação, elaboração e estruturação de uma ideia, composição e formato de modelo de negócio.

 Para Roseane Patriota, diretora de Economia da Cultura da Superintendência de Promoção Cultural da Secult, alguns problemas que afetam o pleno desenvolvimento econômico e social do estado servirão como orientadores para as equipes participantes do Hackathon. “As equipes poderão propor soluções que ajudem a solucionar um ou mais problemas, sejam elas voltadas ao setor como um todo ou apenas a algum(ns) segmento(s) que interam a economia criativa”, explica.

 O hackathon é uma competição a nível tecnológico no formato de maratona de programação. Os participantes se reúnem em grupos para resolver um problema de uma forma tecnológica num prazo, geralmente, de 30 a 48 horas. A maratona apresenta uma problemática situada a determinado tema, no qual os participantes devem, através de uso de códigos, elaborar uma solução tecnológica inovadora.

 O 1º lugar ganhará cinco passagens aéreas (origem: Salvador/BA -destino: São Paulo/SP) + cinco Ingressos com Campings para CPBR12; o 2º lugar ganhará cinco passagens aéreas (origem: Salvador/BA - destino: Porto Velho/RO) + cinco Ingressos c/ Campings para Campus Party Rondônia; e o 3º lugar receberá cinco Ingressos com Campings para CPBR12.

 A programação da Campus Party 2018 inclui palestras, presença de startups, atividades com drones e simuladores, os hackathons (maratona de hackers), além de espaço para crianças. A expectativa é que cerca de 90 mil pessoas participem de atividades na área aberta do evento, e 5 mil barracas abriguem “campuseiros” de todas as regiões do Brasil. Com parceria do Governo do Estado, o evento terá 300 horas de atrações.

 O acesso ao espaço ocorrerá das 10h ‪às 20h, entre os dias 17 e ‪19, e das 10h ‪às 15h, no dia ‪20. Estudantes universitários, alunos de cursos técnicos do ensino médio e recém-formados até dois anos também terão um espaço para mostrar talento e criatividade.

Uefs divulga finalistas do Festival de Sanfoneiros

Em sua 8ª edição, o Festival de Sanfoneiros da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) terá representantes dos municípios de Coração de Maria, Santanópolis, Feira de Santana (centro norte) Alagoinhas (nordeste), Itaberaba (Chapada Diamantina), Salvador, Juazeiro do Norte e Fortaleza (CE).

 Na próxima quarta-feira (23), às 19h, os 12 finalistas subirão ao palco do Auditório Central da Uefs, com o 'choro' de suas sanfonas, para concorrer às premiações do Festival. Na noite do evento, as apresentações serão divididas em três categorias - até 8 baixos, acima de 8 baixos e infanto-juvenil.

 Além das perfomances dos finalistas, haverá apresentação musical do ‘Quarteto de Luiz’, com participação do Coral da Uefs, show de recepção com Dr. Edy, show de abertura com a banda ‘Forró Nóis 3’ e show de encerramento com o forrozeiro Targino Gondim. Antes, serão realizadas, no mesmo loção, duas oficinas - de forró e de acordeon infantil.

 Confira a relação dos finalistas, divulgada pelo Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), que realiza o evento em parceria com o Governo do Estado e a Prefeitura de Feira de Santana.

SAC Empresarial formaliza pequenos negócios na Semana do MEI

Foto: Alberto Coutinho/GOVBA

Os microempreendedores individuais baianos têm a oportunidade de formalizar seus negócios durante a Semana do Microempreendedor Individual (MEI). O serviço oferecido pelo SAC Empresarial, vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), pode ser feito em cinco minutos, até o próximo sábado (19), das 9h30 às 18h, no Shopping da Bahia. Além da formalização, é possível solicitar alteração e exclusão de CNPJ e certificado.

 O diretor de comércio e serviço da SDE, Jean Freitas, explica que o atendimento é voltado para que o microempreendedor consiga transformar o sonho de empreender em realidade. “Nosso foco na Semana do MEI é o microempreendedor individual, que tem faturamento de até R$ 80 mil [por ano]. O trabalho consiste na orientação sobre a formalização e o que esse potencial empreendedor precisa para se formalizar. Também explicamos quais são suas obrigações. A partir do registro como MEI, ele pode contratar funcionário, ter proteção previdenciária, acesso a crédito, entre outros benefícios”, esclarece.

 Na estação de atendimento do SAC Empresarial, é realizado o cadastro do empreendedor e recomenda-se a produção de um pequeno plano com informações básicas sobre o mercado no qual o negócio está inserido. Entre fevereiro de 2016 e março de 2018, o SAC Empresarial realizou dois mil atendimentos de formalização de MEIs. De acordo com informações do Portal do Empreendedor, a Bahia é o estado do Nordeste com o maior número de MEIs, que já ultrapassa 370 mil pequenos empreendedores.

 Semana do MEI

 Promovida pelo Sebrae, a Semana do MEI tem a expectativa de receber mais de 10 mil empreendedores. No local, o público pode esclarecer dúvidas e participar de palestras, oficinas e capacitações com especialistas em pequenos negócios. Entre os temas abordados estão: vendas, plano e modelagem de negócio, ferramentas digitais, comércio exterior e tendências de mercado.

 Segundo a gerente adjunta do Sebrae Salvador, Mariana Cruz, a intenção é oferecer a oportunidade do empreendedor aperfeiçoar o seu negócio. “Oferecemos uma vasta programação voltada para o planejamento técnico e a parte técnica da gestão do negócio. Também contamos com o atendimento de parceiros, como Procon, CDL e Previdência Social, para facilitar a vida do microempreendedor. Aqui ele já recebe um conjunto de informações essenciais para o negócio”, destaca.

 Na Bahia, o evento acontece de forma simultânea em 107 municípios. As inscrições para as atividades ainda estão abertas e podem ser feitas no site do evento.

Governo publica novo decreto sobre privatização da Eletrobras

Linhas de transmissão de energia do sistema elétrico nacional (Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O governo federal publicou hoje (16) no Diário Oficial da União (DOU) um novo decreto sobre a privatização da Eletrobras. O texto edita o decreto publicado no mês passado que tratou dos estudos necessários para a privatização da estatal e incluiu a Eletrobras no Plano Nacional de Desestatização (PND).

 O texto publicado hoje modifica a redação sobre a etapa dos estudos técnicos necessários à venda da empresa. O novo decreto condiciona a assinatura do contrato para a realização desses estudos à aprovação, pelo Congresso Nacional, do projeto de Lei 9.463/2018, que define os termos da desestatização da companhia e ainda está em discussão na Câmara dos Deputados.

 O texto anterior já dizia que a empresa ficaria qualificada para iniciar os procedimentos necessários à contratação dos estudos tão logo fosse aprovado o projeto pelo Congresso Nacional, mas não estabelecia a aprovação como uma condição para o início dos estudos.

 Privatização

O governo encaminhou o projeto de privatização da Eletrobras ao Congresso Nacional em janeiro. Pela proposta apresentada, a privatização ocorrerá por meio do lançamento de novas ações no mercado para que a União passe a ser acionista minoritária. O projeto também prevê que, para preservar interesses estratégicos nacionais, os novos acionistas serão proibidos de acumular mais de 10% do capital da empresa.
Fonte: Agência Brasil

Lesões podem ser sinal de melanoma, o câncer de pele mais grave

Calor

Em maio, mês de combate ao melanoma, especialistas alertam para a necessidade de detecção precoce da doença. Os cânceres de pele são os que mais ocorrem no Brasil, representando cerca de 30% de todos os casos da doença, um número que chega a 180 mil novos casos por ano, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca).

 O melanoma corresponde a 4% deste total, mas, apesar de ser um dos tipos de tumores que afetam o órgão com menor prevalência entre a população, é considerado o mais grave e com grande potencial metastático, ou seja, de migrar para outras áreas do corpo. Entretanto, a chance de cura é de mais de 90%, se houver diagnóstico precoce.

“É um câncer de fácil detectabilidade precoce: é só olhar se aquela pinta está ficando estranha e ir a um dermatologista para que ele possa avaliar. É claro que há áreas do corpo que a pessoa não consegue ver, como as costas, a nuca, o couro cabeludo. Ela pode pedir para alguém da sua família ver se tem alguma pintinha. Muitos pacientes contam que quem descobriu a pinta estranha foi o cônjuge”, diz o oncologista Bernardo Garicochea.

 Esse tipo de tumor surge com o crescimento anormal dos chamados melanócitos, células que produzem a melanina, dando cor e pigmentação à pele. Pessoas de pele clara, cabelos claros e sardas são mais propensas a desenvolver o câncer de pele. A idade é um fator que também deve ser considerado, pois, quanto mais tempo de exposição ao sol, mais envelhecida a pele fica.

 Evitar a exposição excessiva e constante aos raios solares sem a proteção adequada é a melhor medida de prevenção, e isso vale desde a infância. Mesmo áreas do corpo não expostas diretamente ao sol e menos visíveis, como o couro cabeludo, podem apresentar manchas suspeitas. “Usar protetor solar é o tipo de prevenção primária que se faz para melanoma, mas é especial para outros tipos de câncer de pele”, alerta o oncologista.

 Garicochea ressalta ainda que existe prevenção secundária. “Quem tem histórico na família, podem descobrir através de teste de DNA. Já os pacientes que não têm histórico familiar também podem apresentar um tipo de textura especial de pele, e ainda pele muito clara, por exemplo, e ter uma quantidade grande de pintinhas pretas. Nesse caso, a chance de uma delas se transformar é muito maior do que em uma pessoa que não tem nenhuma."

 No entanto, alerta o médico, existem pessoas que vão ter melanoma, mesmo sem ter casos na família. "Mesmo sem herança genética, mesmo sem serem pintadinhas, inclusive, essas pessoas vão ter melanoma em lugares sem exposição ao sol, como interior das coxas, nádegas ou axilas, por exemplo.”

 De acordo com Garicochea, que também é especialista em genética do Centro Paulista de Oncologia, é importante a avaliação frequente de um dermatologista para acompanhamento das lesões cutâneas. "As alterações a serem avaliadas como suspeitas são o que qualificamos como 'ABCD'- Assimetria, Bordas irregulares, Cor e Diâmetro. A análise da mudança nas características destas lesões é de extrema importância para um diagnóstico precoce".

 Além dos cuidados gerais indicados a toda a população quando o assunto é câncer de pele, o que inclui o uso do protetor solar e atenção ao período de exposição solar prolongada, pessoas com propensão a desenvolver o melanoma devem estar constantemente atentas, pois a doença pode surgir em áreas de difícil visualização. "Uma lesão aparentemente inocente pode ser suspeita aos olhos do médico. Métodos diagnósticos auxiliares, como biópsia e dermatoscopia, podem ser indicados. Além disso, pacientes que já tiveram um tumor de pele diagnosticado estão sob maior risco de apresentar recidiva e devem ser submetidos a exames dermatológicos periódicos", acrescenta Garicochea.

 Imunoterapia dobra chance de cura

 O melanoma é o tipo de câncer que apresenta maior número de mutações genéticas no DNA do tumor. Essas mutações podem confundir o sistema imunológico do paciente e dificultar a ação de terapias tradicionais. Por isso, a imunoterapia é um dos pilares no tratamento da doença.

 "A imunoterapia é o tratamento que promove a estimulação do sistema imunológico por meio do uso de substâncias modificadoras da resposta biológica. Em resumo, trata-se de um grupo de drogas que, em vez de mirar o câncer, ajuda as nossas defesas a detectá-lo e elas voltam a atacar o tumor como um inimigo. Metade dos pacientes consegue ter uma resposta muito boa com esse tratamento", afirma o oncogeneticista.

 De acordo Garicochea, 3% dos melanomas são hereditários. Ele destaca alguns pontos de atenção que podem indicar propensão à doença, como pessoas que têm grande quantidade de pintas escuras espalhadas pelo corpo; incidência de melanoma em algum parente muito jovem (menos de 35 anos) e mais de dois casos na família (em qualquer idade). Nesses casos, há um teste genético capaz de identificar se há predisposição genética ao melanoma. O teste coleta uma amostra de saliva ou sangue para detectar a presença de genes ligados à doença.
Fonte: Agência Brasil

terça-feira, 15 de maio de 2018

Voluntárias Sociais entregam 120 quilos de marisco para instituições

Voluntárias Sociais da Bahia entregam doação de 120 quilos de sururu

As Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA) realizaram a entrega de 120 quilos de catado de sururu, na tarde desta terça-feira (15), para quatro instituições atendidas pela entidade. O produto foi doado pela Bahia Pesca, empresa vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura do Estado (Seagri).

 A diretora das Voluntárias Sociais, Leila Colangeli, explicou que a doação foi destinada a instituições que atendem pessoas em processo de recuperação. “Agradecemos a Bahia Pesca por fazer esta doação e estamos muito felizes em conseguir dar uma destinação a este produto. Além disso, para nós é muito gratificante estar ajudando quatro instituições que trabalham com a recuperação de jovens e adultos”.

 As instituições contempladas com a entrega do marisco foram a Associação Comunidade Terapêutica Rosa de Saron, no bairro de Itacaranha; a Associação Artistico-Cultural Odeart, no Cabula; o Centro de Recuperação Instituto Reviver, em Boca da Mata; e o Centro de Recuperação Desafio Jovem, de Lauro de Freitas.

 O presidente do Instituto Reviver, pastor Juarez Andrade, afirma que a doação chegou em bom momento. Segundo ele, a instituição atende 130 homens que estão em processo de recuperação por abuso de álcool e outras drogas.

 “As Voluntárias Sociais são parceiras importantes do Instituto e essa doação vai nos ajudar bastante na alimentação dos internos, já que somos uma instituição sem fins lucrativos e conseguimos manter nosso trabalho por meio de doações. Eu não sabia qual proteína iria oferecer para eles amanhã, porque não tínhamos nada. Já havia feito um apelo nas redes sociais, mas graças a Deus recebemos essa doação. Muita gente não sabe, mas ter condições de oferecer uma alimentação adequada também nos ajuda nesse trabalho de recuperação”, revelou.

Startups baianas expõem projetos inovadores na Campus Party Bahia

Visibilidade para os projetos inovadores, trocas de experiências e contatos com clientes em potencial são as expectativas das empresas selecionadas para o espaço Startup & Makers na segunda edição da Campus Party Bahia (CPBA). O programa, que já ajudou mais de mil empresas embrionárias no país, tem na Bahia o apoio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). O Instituto Campus Party selecionou 40 startups para exporem seus projetos, além de mentorias, networking e conteúdo educacional, com palestras e painéis.

 O espaço Startup & Makers, localizado na Área Open da CPBA, aberto ao público e totalmente gratuito, é destinado a projetos inovadores de startups em estágio inicial (Early), na sexta-feira (18), e avançado (Growth), na quinta-feira (17), a fim de oferecer visibilidade ao movimento ‘Maker’ da Bahia e do Brasil.

 A Potelo Software com o ‘Escavador’, o Mini Maker Lab, o Me Ajuda Limpeza e o QRPoint são algumas empresas com projetos selecionados para o Growth Stage, caracterizados por uma equipe robusta e desenvolvida, além de produtos lançados no mercado com ou sem investimento, que já possuam faturamento. Já a SolidarEasy, a Cubos Tecnologia e a Safe Drinking Water For All (SDW) são empresas com projetos selecionados para o Early Stage, sendo eles pouco avançados, com equipes bem definidas, primeiros protótipos criados e ainda testados, que não receberam investimento. Para Nicholas Montenegro, fundador do aplicativo social SolidarEasy, o apoio da Secti é essencial, pois alia ao ecossistema de CT&I da Bahia à relevância do social.

 De acordo com o edital e a equipe da Campus Party, alguns critérios foram utilizados para a seleção das startups, como maturidade, modelo de negócios, equipe e inovação. A relação das empresas selecionadas para exporem seus projetos no Startup & Makers da CPBA2 pode ser conferida através do link: http://brasil.campus-party.org/cpbahia/startupandmakers 

 Por iniciativa do Governo do Estado, através da Secti, a Campus Party Bahia acontece de 17 a 20 de maio, na Arena Fonte Nova, pelo segundo ano consecutivo.

Planserv compartilha dicas sobre ergonomia

Lesão por esforço repetitivo (LER) ou Distúrbios Osteomoleculares Relacionados ao Trabalho (DORT) são as consequências mais conhecidas da falta de ergonomia. Contudo, dores no pescoço, formigamento nas pernas e tensão excessiva da musculatura de outras partes do corpo também podem ser sinais de que a pessoa está precisando de alongamentos durante sua jornada de trabalho. Para alertar os beneficiários do Planserv sobre a importância deste cuidado, o Programa de Prevenção 'Sou + Saúde' compartilha dicas preciosas sobre ergonomia neste mês de maio.

 A equipe composta por fisioterapeuta e educadores físicos que preparou o material sobre o assunto para os beneficiários do Planserv assegura que as atividades que exigem movimentos repetitivos, força excessiva, posturas estáticas ou inadequadas, digitação por tempo prolongado, entre outras, podem provocar dores musculares. “As atividades sem alternância, pausas para descanso e/ou mudanças de postura podem ser prejudiciais”, alertam.

 Para evitar problemas e proporcionar bem estar e conforto muscular, além de fazer ajustes no ambiente de trabalho, tais como melhorar a disposição de mesas, cadeiras, monitores e outros equipamentos utilizados no dia a dia, é preciso incluir na rotina os exercícios de alongamento e relaxamento muscular, que podem ser praticados de forma individual ou coletiva. “São cuidados que ajudam a evitar lesões osteomusculares, reduzem o estresse e a fadiga, melhoram a circulação sanguínea, corrigem a postura, aumentam a motivação e estimulam a prática de atividade física”, resume a fisioterapeuta Cintia Silveira Silva.

 Exercícios

 Segundo as educadoras físicas Inajá da Conceição e Milene Martinez, as micropausas para alongamento que devem ser feitas ao longo do dia são essenciais. “Os exercícios são fáceis e incluem abrir e fechar as mãos e os dedos por dez vezes consecutivas; massagear braços e pescoço por 30 segundos e movimentar os ombros repetindo três vezes a ação de inspirar e elevá-los e, em seguida, expirar e relaxá-los.

 A realização de alguns outros exercícios pelo período de apenas 15 segundos cada um também ajuda a manter a ergonomia. São eles: manter os antebraços esticados e flexionar os pulsos; esticar os braços em frente ao corpo; estender os braços e as pernas; alongar o pescoço para os lados e segurar a perna flexionada, movimentando o pé verticalmente.

Alunos da Educação Profissional vão levar tecnologias sociais ao Virtual Educa Bahia

Virtual Educa Bahia

Projetos voltados à Educação Empreendedora, que incluem intervenções e tecnologias sociais, de baixo custo e de grande alcance social, estão entre os destaques da programação do XIX Encontro Internacional Virtual Educa (Virtual Educa Bahia 2018), que será realizado entre os dias 4 e 8 de junho, no Centro de Formação e Eventos da Secretaria da Educação do Estado (no antigo Iceia), no bairro do Barbalho, em Salvador, reunindo pesquisadores e educadores da América Latina, Caribe e da África.

 No local, serão montados 25 estandes para a exposição de projetos desenvolvidos por estudantes dos cursos técnicos de nível médio e de cursos de qualificação profissional da rede estadual, que irão apresentar o resultado de ações pedagógicas voltadas à formação profissional para uma inserção cidadã no mundo do trabalho ou para o empreendedorismo. Também será montada uma cozinha experimental, para que os visitantes possam participar de palestras sobre temas diversos como segurança no ambiente doméstico e até degustar produtos feitos à base da Agricultura Familiar.

 O superintendente de Educação Profissional e Tecnológica, Durval Libânio Netto, informa que “serão projetos, em geral, baseados em tecnologias sociais, que têm o objetivo de atender dentro de um contexto territorial em diversas áreas como Meio Ambiente, Economia, Sociedade e Cultura, e que foram desenvolvidos nos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE) nos Centros Estaduais e Territoriais, além de escolas que oferecem cursos da Educação Profissional”.

 Entre os projetos estão o ‘Projeto Social de Inclusão Digital,’ desenvolvido pelos estudantes do Centro Estadual de Educação Profissional (Cetep) Médio Sudoeste da Bahia, em Itororó, e o ‘Sabonete Repelente com borra de café óleo de cozinha’, do Cetep em Saúde Tancredo Neves, em Senhor do Bonfim.(centro norte).

 O estudante Gustavo Ribeiro, 18 anos, do 3º ano do curso técnico de nível médio em Informática, do Cetep Médio Sudoeste da Bahia, diz que vai ser “uma grande experiência” passar pelo encontro mostrando o seu conhecimento, por meio do Projeto Social de Inclusão Digital. “Será uma oportunidade também para conhecer outros trabalhos e manter um contato com colegas que tenham esse interesse pelo desenvolvimento de projetos”.

 Para a professora Delmara Brito, que orientou o projeto de inclusão digital, essa oportunidade também promove uma atividade formativa para o estudante. “A chance de apresentar o projeto em um encontro internacional serve para que o estudante tenha experiências que perpassem as atividades do Cetep. Isto também mexe com a autoestima deles ao se sentirem realizados por um projeto que foi um sucesso em sua região e que pode servir de exemplo para outras localidades, com o objetivo de inserir os idosos no mundo digital”.

 A estudante Daniela Pereira, 20, do Cetep em Saúde Tancredo Neves, em Senhor do Bonfim, vai apresentar o projeto ‘Sabonete Repelente com borra de café óleo de cozinha’. “É muito gratificante estar entre os selecionados para apresentar o projeto em um evento tão importante. Iremos levar as soluções que surgiram a partir de necessidades da nossa região, que teve com o surto de dengue, e que alcançamos graças ao estudo no curso de Meio Ambiente. Nós conseguimos trabalhar com a nossa realidade, e, agora podemos mostrar esta experiência em um grande espaço de Educação”.

 Outras apresentações 

 A Secretaria da Educação ainda vai apresentar projetos pilotos que estão sendo desenvolvidos na rede estadual, como a Educação Profissional com Intermediação Tecnológica (Epitec), a Pedagogia da Alternância nas Comunidades Rurais, as Fábricas-escolas do Chocolate e do Couro, além das parcerias com o Cimatec, Sistema S, Sebrae e Instituto Federal da Bahia (Ifba).

 “Então, teremos tanto os trabalhos de nossos estudantes e professores no campo das tecnologias sociais e as inovações que eles produzem nas unidades, como também as inovações que a secretaria vem fomentando na rede estadual da Educação Profissional e Tecnológica”, enfatiza o superintendente Durval Libânio Netto.