segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Agências bancárias vão funcionar em novo horário, a partir do dia 13 de dezembro


Uma reunião entre o prefeito José Ronaldo de Carvalho, superintendentes e gerentes de agências bancárias que operam no município selou o acordo que viabiliza a abertura destes estabelecimentos, das 11h às 16h, a partir do dia 13 de dezembro.

 O encontro correu na manhã desta segunda-feira, 20, no Hotel Atmosfera, e contou com as presenças do secretário Antônio Carlos Borges Júnior, da Secretaria do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, e dirigentes dos bancos do Brasil, José Soares; Caixa Econômica, Gilberto Reis; Nordeste, Marcos Silvestre; Itaú, Luís Medrado; Santander, Alexandre Marinho; Bradesco, Diego Cerqueira.

 Também estiveram presentes os presidentes da CDL, Luís Mercedes, e Marcelo Alexandrino, da Associação Comercial e Empresarial de Feira de Santana.

 Ficou acertado que caberá às instituições bancárias fazer o comunicado do novo horário de funcionamento das agências aos seus usuários.

Com o lançamento do Feira 2030 será aberta, hoje à noite, a Semana Global do Empreendedorismo


Com uma palestra do empresário João Baptista Ferreira, diretor da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB) e coordenador do Instituto Feira Empreende, será aberta a Semana Global do Empreendedorismo de Feira de Santana – Uma Semana Para Mudar Sua Vida-, às 19h, no Espaço Cultural do Serviço Social da Indústria (SESI), no Jardim Cruzeiro.

 Coordenado pela Secretaria do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (SETTDEC), o evento é presidido pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho que, às 19h15, participará do lançamento do Plano Estratégico de Desenvolvimento Econômico de Feira de Santana, através do Projeto Feira 2030, criado por iniciativa do Poder Executivo, através do Decreto 10.219, de 20 de março de 2017. 

O Feira 2030 é composto por um Grupo de Trabalho liderado pelo vice-prefeito Colbert Martins, e tem por objetivo acompanhar, coordenar, supervisionar, executar e propor políticas públicas para a implantação de um Programa de Desenvolvimento Sustentável no município, como mecanismo de alcançar resultados de desenvolvimento social, econômico, e ambiental, através de metas aplicáveis, com indicadores quantitativos e qualitativos.

 O superintendente da SUDENE, Marcelo Neves, e o gestor do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD/Bahia), órgão da Organização das Nações Unidas (ONU), Frederico Lacerda, também estarão presentes no lançamento deste projeto.

 Cidades Criativas 

 Ex-prefeito da cidade de Gramado (RS), Pedro Bertolluci palestrará, às 20h30, encerrando o primeiro dia da Semana Global do Empreendedorismo versando sobre o tema “Cidades Criativas – Case de Sucesso.

Sefaz-BA nega haver pendência para que BB libere empréstimo de R$ 600 milhões

Ao contrário do que afirmou à imprensa em Salvador o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, não há qualquer pendência de documentação que impeça o Banco do Brasil (BB) de liberar os recursos do empréstimo de R$ 600 milhões cujo contrato foi assinado entre o Estado e a instituição há três meses, no dia 18 de agosto. De acordo com o secretário da Fazenda, Manoel Vitório, o atraso na liberação dos recursos é atípico e injustificável, o que levou o governo baiano a acionar o Banco do Brasil na Justiça.

 “O ministro, ao fazer tal afirmação, demonstra desconhecimento do fato de que ainda em agosto, após a assinatura do contrato, o banco aprovou as comprovações técnicas e documentais relativas às obras constantes no pedido de desembolso feito pelo Estado da Bahia”, enfatiza o secretário.

 Manoel Vitório observa que tudo foi feito de acordo com os requisitos técnicos estabelecidos pela instituição. O BB, de acordo com a Secretaria da Fazenda, chegou a emitir a tarifa de contrato de contra garantia, devidamente quitada. Os recursos, no entanto, seguem sem liberação até hoje.

 Todo o processo exigido para a efetividade legal da operação foi cumprido, enfatiza o secretário, incluindo a aprovação por duas instâncias do Ministério da Fazenda: a Secretaria do Tesouro Nacional (STN), que atestou a capacidade fiscal do Estado, e a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN), que recomendou a operação e assinou, pela União, a garantia do empréstimo.

Estudantes clamam por respeito e igualdade no Dia da Consciência Negra


Para lembrar a memória de Zumbi dos Palmares e celebrar o Dia da Consciência Negra, nesta segunda-feira (20), a comunidade escolar do Colégio Estadual Ypiranga, no Dois de Julho, em Salvador, realizou a 1ª caminhada da Educação, Saúde e Igualdade, com o tema “Engana-se quem pensa que a luta acabou”. A atividade é a culminância dos projetos pedagógicos do Novembro Negro realizados ao longo do ano letivo na escola e baseadas na Lei 10.639/2003, que estabelece a obrigatoriedade de estudos sobre a história e a cultura da África no currículo escolar dos Ensinos Fundamental e Médio, propondo uma educação voltada para as relações etnicorraciais.

 Animados pela fanfarra do colégio (Famafup), os estudantes desfilaram pelas principais ruas do histórico bairro dançando, cantando e empunhando faixas e cartazes clamando por respeito às diferenças e pela igualdade etnicorracial . De acordo com a professora de Geografia, Aurelielza Santos, celebrar o Dia da Consciência Negra é importante para exaltar as raízes afrodescendentes e reafirmar o pertencimento etnicorracial. “A data de hoje é uma data significativa, principalmente, pela questão da consciência negra. O Colégio Ypiranga foi construído pelas mãos do povo negro e nós não poderíamos deixar de celebrar esta data, exaltando a raiz cabocla, a partir da história do Dois de Julho, reconhecendo a necessidade de amar e proteger esse bairro que é nosso. É também importante para trazer a nossa diversidade e a nossa identidade para a educação como uma pauta significativa na construção da identidade negra dos nossos alunos”.

 Para a estudante Luiza Cerqueira, 15, 9º ano, é fundamental que a escola celebre o Dia da Consciência Negra, alertando os estudantes para o respeito às diversidades. “É muito importante a escola promover atividades como esta, porque faz parte da nossa cultura e da nossa história. Foram muitos anos de escravidão, muitas dores e mortes para que hoje nossa vida seja um pouco melhor. Não podemos nos calar. É preciso sair às ruas e lutar por direitos iguais, sempre”, conta.

 Tauan Coutinho, 17, 2º ano do Ensino Médio, concorda com a colega e afirma que “é na escola que começa a conscientização da sua identidade e de seus pares”. Segundo o estudante, o 20 de novembro precisa ser celebrado por todos os soteropolitanos. “Esta cidade e esta escola foram construídas pelos nossos antepassados. Precisamos lembrar deles em todo o canto desta cidade e o colégio não pode deixar este dia passar em branco. Sair pelas ruas do bairro não é um trabalho de construção de identidade só dos estudantes, mas também de todos que estão assistindo, apoiando e nos aplaudindo”, ressalta.

Recuperação da BA-555 leva desenvolvimento ao Vale do Jiquiriçá

Governador Rui Costa inaugura recuperação e pavimentação da BA 555, no município de Lafaiete Coutinho

Cidade pequena, onde menos de cinco mil habitantes sobrevivem praticamente da cadeia produtiva da agricultura familiar, Lafaiete Coutinho, no Vale do Jiquiriçá, está ligada por uma nova estrada até o entroncamento com a BR-116. O governador Rui Costa entregou os 15,5 quilômetros da BA-555 completamente recuperados, na manhã desta segunda-feira (20).

 Na ocasião, Rui destacou que foram investidos R$ 4 milhões para a recuperação da estrada porque a rodovia é importante para o desenvolvimento da cidade. “Eu tenho certeza que esse acesso traz tranquilidade, conforto e segurança para a população”.

 O governador, que estava acompanhado do secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, recebeu pedidos da prefeitura e a resposta veio na hora. “Podem fazer os projetos para a recuperação do entreposto da Polícia Militar, da delegacia e do galpão, para a implantação de um indústria, que nós vamos ajudar vocês. A Sudic [Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial do Estado da Bahia, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado] pode ter algum projeto pronto do tamanho que a empresa precisa. Também vamos assinar o convênio para a reforma e melhoria do Hospital de Jaguaquara”.

 Quem precisa chegar rápido ao hospital Prado Valadares, em Jequié, o mais próximo de Lafaiete Coutinho, também não enfrenta mais pistas esburacadas. Motorista de ambulância, Luiz Carlos Lima diz que a nova estrada pode salvar vidas. “Para chegar ao Hospital Prado Valadares eu demorava 40 minutos. Agora, eu gasto menos de 20 minutos, do posto de saúde até o hospital. Esse tempo ganho na estrada pode salvar uma vida”.

 Desenvolvimento econômico

 Com a nova estrada, os pequenos agricultores podem levar seus produtos para serem comercializados nos centros urbanos maiores. Gerente de um supermercado, Anderson Brandão diz que, com os pequenos agricultores melhorando sua renda, circula mais dinheiro na cidade. “Com nova estrada, a economia toda melhora. Os comerciantes tinham despesa com manutenção de veículos. Os produtores também têm uma renda melhor e vêm comprar no comércio local. Então, a nova estrada é importante para todos nós”.

 Edvandro de Jesus é responsável por uma loja de materiais de construção. “Com a nova estrada, melhorou para a gente vender para quem não mora no centro e melhorou para os produtos chegarem. São coisas pesadas, cimento, pisos, lajota, ferro. Então, os fornecedores reclamavam muito da estrada. Agora não reclamam mais. Chega tudo mais rápido”.

Museu Tempostal comemora 20 anos com retrospectiva histórica

Museu Tempostal comemora 20 anos com retrospectiva histórica

Uma contação especial em forma de retrospectiva histórica contada pelo personagem ‘Marcelino’ – referência ao sergipano Antônio Marcelino, que reuniu uma coleção de 30 mil postais, estampas e fotografias - marca o aniversário de 20 anos do Museu Tempostal, no Pelourinho/Centro Histórico de Salvador, administrado pela Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), unidade da Secretaria do Estado da Bahia (Secult). A atividade, aberta ao público, é uma parceria com o Grupo Contadeiras e acontece às 15 desta terça-feira (21). Depois, a visitação por der feita de terça-feira a sábado, das 13hàs 17h, também com entrada gratuita.

 ‘O personagem ‘Marcelino’, em seu relato, vai trazer recordações que vão contar a sua história e a do surgimento do museu. Após a apresentação, abriremos um bate-papo de onde possam surgir vivências e outros comentários, sobre o espaço e o personagem que foi tão querido por muitos. Teremos convidados de colégios locais, além de pessoas que conheceram Marcelino”, explica a coordenadora doTempostal, Luzia Ventura.

 Em 1995, o Governo do Estado, por meio da então Secretaria da Cultura e Turismo, adquiriu a coleção particular de Antônio Marcelino do Nascimento (1929-2006), construída com perseverança durante 40 anos. O acervo foi apresentado ao público em 5 de novembro de 1997, data da inauguração do espaço, em um sobrado do século 19, antigo ponto comercial do conde português Pereira Marinho.

 Apresenta cerca de 40 mil imagens, entre postais, estampas e fotografias, sendo 30 mil da coleção reunida por Marcelino. As peças, datadas do final do século 19 e meados do século 20, representam imagens de valor histórico, artístico e documental da Bahia, do Brasil e diversos países do mundo, sobre as mais variadas temáticas.

 Destacam-se na coleção, as imagens representativas da Bahia Antiga, retratada por fotógrafos estrangeiros e nacionais de renome entre o século 19 e 1930, os cartões-postais da Belle Époque, pela beleza e variedade dos materiais utilizados na confecção das peças, e as estampas do Sabonete Eucalol. Lançadas pela Perfumaria Myrta em 1927, eram objeto de fascínio entre os jovens da época. Por apresentar textos explicativos sobre vários temas nas estampas. O prédio onde está instalado o museu dispõe de três andares, dois na parte frontal do edifício voltado para a Rua Gregório de Mattos, e três andares na parte anterior voltada para a Praça das Artes.

 Antônio Marcelino 

 Nascido em Sergipe, Antônio Marcelino do Nascimento (1929-2006) colecionava, desde garoto, recortes de jornais e livros ilustrados. Em 1947, se transferiu para Salvador e iniciou uma coleção que incluía de santinhos de catecismo a biscuit e máquinas fotográficas antigas. Ao longo da vida, acumulou postais que registram diferentes fases do desenvolvimento histórico, geográfico e cultural de todos os estados brasileiros e de vários países. Realizou sua primeira exposição em 1965. Um museu particular foi criado por ele, em 1974, no casarão onde residia na Rua do Sodré, no Centro de Salvador. Em novembro de 2006, o colecionador se sentiu mal em casa e faleceu a caminho do hospital.

Prorrogada MP que facilita renegociação de dívidas com a União

A Medida Provisória (MP) 801/2017, que elimina alguns dos requisitos feitos a estados e municípios interessados em renegociar ou refinanciar suas dívidas com a União, teve sua vigência prorrogada por 60 dias. A extensão do prazo de validade da MP foi publicada hoje (20) no Diário Oficial da União. 

Editada em 20 de setembro, a MP 801 facilita a adesão de alguns entes federativos que, apesar de predispostos a aderir ao programa de renegociação de dívidas, não poderiam se habilitar por causa de pendências na documentação necessária. O texto acaba, por exemplo, com a exigência de apresentação, por estados e municípios, de certidão de regularidade com o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Também foram dispensadas certidões para comprovar a inexistência de débitos tributários com a Secretaria da Receita Federal ou de cobranças lançadas na Dívida Ativa da União, quando as dívidas já estão judicializadas.

 A medida provisória também altera a Lei Complementar 148/2014, que autorizou a União a adotar novas condições nos contratos de refinanciamento de dívidas dos estados e municípios. Essa lei, entre outros pontos, flexibilizou os critérios de indexação das dívidas de estados e municípios com a União.
Para se tornar lei, a MP precisa passar por análise da comissão mista encarregada de analisar a matéria e depois pelos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado. Atualmente, o texto aguarda parecer do relator na comissão, senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE). Até agora, foram recebidas e aguardam análise 10 emendas.
Fonte: Agência Brasil

Pesquisa do Unicef aponta que 82% das crianças do Brasil temem a violência

violência

A violência, o terrorismo e a pobreza são os assuntos que mais preocupam as crianças no mundo. No Brasil, 82% das crianças temem principalmente a violência – é o país em que essa preocupação atingiu o índice mais alto.

 A informação foi divulgada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) , que realizou pesquisa em 14 países para marcar o Dia Mundial das Crianças, lembrado hoje (20). Foram ouvidos 11 mil crianças e adolescentes de 9 a 18 anos na África do Sul, Brasil, Egito, Estados Unidos, Holanda, Índia, Japão, Malásia, México, Nigéria, Nova Zelândia, Quênia, Reino Unido e Turquia.

 Na preocupação com a violência, o Brasil é seguido pelo México e pela Nigéria, onde o índice supera os 70%. Já no Japão, apenas 23% das crianças pensam na violência da mesma forma. Outros temas que angustiam as crianças são a educação de baixa qualidade (principalmente no Brasil e na Nigéria) e o terrorismo (com destaque para Egito e Turquia).

 Em todo o mundo, metade das crianças se sentem marginalizadas em relação às decisões que as afetam e dizem que não são ouvidas: 45% delas não confiam que os líderes mundiais possam tomar boas decisões em seu nome. No Brasil, o pior caso, este índice sobe para 81%.

 O tratamento injusto de refugiados é outra inquietação, que atinge 40% das crianças no México, no Brasil e na Turquia.

 Crianças no controle

 Para marcar o Dia Mundial da Criança, 130 países realizam ações em que as crianças e adolescentes assumem o controle de importantes instituições. A iniciativa, batizada de #CriançasNoControle, tem ações em oito capitais brasileiras.

 “É o dia que marca a importância de se dar voz a meninos e meninas e garantir que eles sejam protagonistas nas decisões que afetam a sua vida”, afirmou Florence Bauer, representante do Unicef no Brasil.

 Em São Luís, os adolescentes Thiago Emanuel Leite Cutrim e Kimberly Saori Marques Viegas tornaram-se o prefeito e a vice-prefeita crianças. Os alunos do 6º ano da Unidade de Educação Básica Maria Rocha foram eleitos após apresentar um projeto de reciclagem na escola.

 Eles foram diplomados pelo Tribunal Regional Eleitoral maranhense e tomaram posse na Câmara Municipal. O prefeito criança eleito, Thiago Cutrim, reafirmou o compromisso de desenvolver ações de sustentabilidade. “Temos que fazer o local em que vivemos mais agradável”, declarou.

 No evento, 12 adolescentes apresentaram suas propostas e expectativas para as autoridades presentes. Na ocasião, a prefeitura de São Luís aderiu à iniciativa de Busca Ativa Escolar, que localiza crianças e adolescentes fora da escola e os leva de volta à sala de aula.

 No Rio de Janeiro, adolescentes serão os protagonistas, amanhã (21), no Ministério Público Estadual. Uma estudante assumirá o lugar do procurador-geral na abertura da reunião solene do Órgão Especial do Colégio de Procuradores de Justiça do Rio de Janeiro e outros dois menores farão discursos no evento. Eles também serão recebidos pelo secretário estadual de Segurança Pública, Roberto Sá, e pelo secretário municipal de Educação, César Benjamin.

Balança do país tem superávit de US$ 700 milhões na terceira semana de novembro

A balança comercial registrou superávit de US$ 700 milhões na terceira semana de novembro. As exportações ficaram em US$ 3,705 bilhões e importações em US$ 3,004 bilhões. Os números foram divulgados hoje (20) pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

 Em novembro, as exportações somam US$ 9,952 bilhões e as importações, US$ 7,435 bilhões. O saldo positivo de US$ 2,517 bilhões. No ano, as exportações totalizam US$ 193,418 bilhões e as importações, US$ 132,439 bilhões, com saldo positivo de US$ 60,980 bilhões.

 De acordo com o ministério, a média das exportações da terceira semana ficou 3,8% acima da média até a segunda semana, em razão do aumento nas exportações de produtos semimanufaturados (5,9%), com destaque para açúcar em bruto, ferroligas, alumínio em bruto, ouro em formas semimanufaturadas, catodos de cobre; e de produtos básicos (6%), por conta de petróleo em bruto, farelo de soja, minério de ferro, café em grãos, carnes de frango e bovina.

 Já as vendas de produtos manufaturados registraram queda de -0,9%, em razão, principalmente, de aviões, automóveis de passageiros, suco de laranja não congelado, veículos de carga, etanol e polímeros plásticos.

 Por sua vez as importações apontaram crescimento de 18,7%, sobre igual período comparativo (média da terceira semana sobre média até a segunda semana), explicada, principalmente, pelo aumento nos gastos com adubos e fertilizantes, farmacêuticos, equipamentos mecânicos, veículos automóveis e partes, combustíveis e lubrificantes.

 Exportações 2017/2016

 Nas exportações, comparadas as médias até a terceira semana de novembro de 2017 com a de novembro de 2016, houve crescimento de 11,6%, em razão do aumento nas vendas de produtos básicos (38,1%), por conta, principalmente, de soja em grãos, milho em grãos, minério de ferro, carne bovina e de frango, farelo de soja; e semimanufaturados (14,9%), por conta de celulose, semimanufaturados de ferro e aço, ferroligas, ouro em formas semimanufaturadas e alumínio em bruto.

 Por outro lado, caíram as vendas de produtos manufaturados (-8,4%), por conta de açúcar refinado, tubos flexíveis de ferro e aço, gasolina, obras de mármore e granito, medicamentos para medicina humana e veterinária.

 Relativamente a outubro de 2017, houve crescimento de 0,6%, em virtude do aumento nas vendas de produtos manufaturados (8,5%), enquanto decresceram as vendas de produtos básicos (-5,1%) e de semimanufaturados (-0,3%).

 Importações 2017/2016

 Nas importações, a média diária até a terceira semana de novembro de 2017 ficou 17,9% acima da média de novembro de 2016. Nesse comparativo, cresceram os gastos, principalmente, com combustíveis e lubrificantes (49,2%), equipamentos eletroeletrônicos (27,8%), veículos automóveis e partes (20,2%), químicos orgânicos e inorgânicos (19,9%), plásticos e obras (18,3%).

 Ante outubro de 2017, houve crescimento de 3,8%, pelo aumento em farmacêuticos (35,1%), plásticos e obras (14,6%), adubos e fertilizantes (11,9%), equipamentos mecânicos (10,2%) e equipamentos eletroeletrônicos (9,5%).
Fonte: Agência Brasil

TSE lança canal no Twitter para tirar dúvidas do eleitor

A partir de hoje (20), eleitores de todo país não precisarão sair de casa para saber de sua situação na Justiça Eleitoral. Além disso, caso tenham alguma pendência, receberão orientações de como resolvê-la. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) começa nesta segunda-feira o atendimento por meio do Twitter, que permite ao eleitor ter acesso a diversos serviços e orientações no ambiente de mensagens diretas (DMs).

 "A tecnologia tem sido uma grande aliada da Justiça Eleitoral, a exemplo do contínuo investimento realizado em sistemas e equipamentos eleitorais. Na mesma linha, a internet também tem o papel de protagonismo na disseminação de informações e serviços ao eleitor. Ter o Twitter como parceiro é mais uma forma de promover a democracia, ao estarmos próximo do eleitor de forma direta, acessível e informal", disse a coordenadora de Campanhas e Redes Sociais do tribunal, Neri Aciolly.

 Criado a partir da Twitter Business Solutions – plataforma desenvolvida pelo Twitter para facilitar a comunicação de perfis com seu público – o canal já está disponível no perfil do @TSEjusbr. “Trata-se de um canal de comunicação do TSE com o cidadão que proporciona um atendimento digitalizado, mais acesso às informações e a possibilidade de resolver questões do dia a dia de forma mais rápida e eficiente", disse o diretor de Desenvolvimento de Negócios do Twitter para a América Latina, Daniel Carvalho.

 "O canal de atendimento por meio das mensagens diretas passa a oferecer, de maneira rápida e automatizada, diversas opções de acesso a informações e serviços de acordo com os objetivos de cada cidadão. É possível, por exemplo, verificar a situação eleitoral, fazer o download no formato pdf ou imprimir o documento de quitação eleitoral, consultar o seu local de votação e ter acesso às respostas das perguntas mais frequentes dos eleitores e dúvidas sobre os principais procedimentos do TSE. E, claro, o eleitor pode entrar em contato direto com o TSE via mensagem e tirar suas dúvidas", destaca em nota o tribunal.
Fonte: Agência Brasil

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Trofeu Tracaja 2017

Uma festa que todos gostam de participar pela sua forma aberta, irreverente, simpática, enfim pelas suas características próprias e incomuns. Naturalmente falamos do Troféu Tracajá que acontece dia 25 (sábado), a partir do meio dia no Bar Resenharia, na Kalilandia. La, a exemplo do que tem acontecido ao longo dos 16 anos de existência do evento, deverão se reunir artistas, empresários, comunicadores, profissionais do Direito, da Saúde da Educação da Segurança, e tantas outras figuras que no dia a dia fazem a história de Feira de Santana com amor e dedicação. No Resenharia teremos exposição de arte, lançamento de livros, poesia, cantorias, na verdade um elenco de atrações como , o cantor Cescé Amorim, Samba de Roda Brilhante de Irará, Bira dos Teclados, Rá Nascimento, Rudy Rossi e vários outros. Na verdade uma festa de confraternização para os agraciados com o Troféu Tracajá como também para os que, embora sem a premiação, estarão desfilando alegria e simpatia no Resenharia. Fiquem certos que só o fato de estar no Troféu Tracajá já é um algo extremamente gratificante porque hoje boa amizade é coisa rara e no Troféu Tracajá é o que permeia a festa. Esperamos você Lá!

Florada de ipê rosa é tímida, mas bela


Eles são dezenas espalhados em ruas e avenidas de Feira de Santana. Mas nem todos desvestiram suas roupas verdes para envergar a admirável rosa. Neste ano parecem tímidos. Os Ipês estão floridos e oferecendo, mesmo que por breves dias, o seu anual espetáculo. São cachos e mais cachos, todos delicadamente belos. São efêmeros, mas extremamente belos enquanto duram.

 A beleza destas árvores durante a primavera é tanta que para não percebê-lo a pessoa deve estar em estado de distração profunda. As pétalas, que caem de acordo ao sopro do vento, num balé, formam um tapete que automaticamente leva a pessoa a se voltar para cima. A admiração vem a seguir. Selfies são tiradas aos montes.

 A florada, que empresta sua cor à estação, está sendo pontual – coisas da natureza. Mas destacam-se os ipês localizados na rua Mário Pessoa, à altura da rua Marechal Deodoro, outros que ficam na avenida Maria Quitéria e Getúlio Vargas, onde seis pés desta espécie quase formam um pequeno bosque.

 “Ver os ipês floridos é um dos mais belos espetáculos que a natureza nos oferece nesta avenida”, afirmou a professora Ananda Matos, que disse sempre parar na avenida Getúlio Vargas para admirar as flores e cachos. “A gente tem que aproveitar estas oportunidades, que são por pouco tempo”.

 Mas se destacam. E como se destacam, mesmo que por poucos dias – duas semanas, no máximo. Ver um ipê em roupa de gala compensa uma caminhada sob o sol escaldante de uma primavera quente que anuncia o verão que se aproxima. Também pode-se observar as floração amarela, não menos bonita, da sibipiruna, espécie boa de sombra que ganha espaço em Feira de Santana.

Seprev transfere know-how para Guarda Municipal de São Gonçalo


Antenada com a política de intercâmbio para a consolidação de serviços eficientes voltados para a segurança da comunidade regional em face de estar implantada em uma cidade metropolitana, a Secretaria Municipal de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos (Seprev) de Feira de Santana está transferindo know-how para a Guarda Municipal do vizinho município de São Gonçalo dos Campos.

 Através de prepostos da Guarda Municipal de Feira de Santana, os guardas são-gonçalenses passaram por capacitação, visando se tornarem multiplicadores e operadores de armas de Tecnologia não Letal. A iniciativa é fruto de parceria entre a Seprev e a instituição de segurança municipal da cidade vizinha.

 O secretário da Seprev, Pablo Roberto Silva Gonçalves, ressalta a importância da iniciativa visando o fortalecimento das instituições de segurança e garantir melhor qualidade na prestação de serviços à população. E observa que o intercâmbio também tem sido estimulado com frequência pela secretaria visando a capacitação contínua dos profissionais que compõem a Guarda Municipal de Feira de Santana, a mais antiga em operação no país.

 Nesta etapa do intercâmbio de conhecimento foram capacitados a operar o dispositivo incapacitante 20 servidores municipais de São Gonçalo dos Campos, de um total de 65 agentes daquela cidade. Outras turmas deverão ser formadas ainda durante o decorrer deste mês.

 A capacitação foi ministrada pelo guarda municipal classe especial Jucemir Araújo dos Santos e o inspetor Reginaldo da Conceição Pinto. Teve como conteúdo a Legislação sobre Arma não Letal, sua operacionalização, cuidados ao usar o equipamento, instruções técnicas de manuseio e as partes da arma não letal.

 Além de apresentarem os tipos de armas não letais, os dois representantes da Guarda Municipal de Feira de Santana ainda deram demonstrações práticas sobre o comportamento dos guardas junto a população com adoção de medidas de segurança.

 O comandante da Guarda Municipal de São Gonçalo, Márcio Machado, enfatizou a importância da Seprev, através da Guarda Municipal de Feira de Santana em promover a capacitação dos guardas daquela cidade. Ele observou que a iniciativa visa colaborar com a segurança dos munícipes e da equipe que irá utilizar o equipamento de segurança no dia a dia das atividades da Guarda.

Abertas inscrições para a I Corrida Solidária da Polícia Civil da Bahia

Reconhecendo o seu papel de relevância social, a Polícia Civil do Estado da Bahia realiza a primeira edição da Corrida Solidária, uma atividade esportiva voltada para o engajamento social e o despertar solidário. O evento será realizado no dia 17 de dezembro, na Coordenação de Operações Especiais (Praça Gago Coutinho, s/n, Aeroporto, São Cristóvão). Com três opções de percurso (3 quilômetros de caminhada, 5 e 8 quilômetros de corrida), a ação incentiva a prática de atividades que contribuam para o bem-estar e as condições de saúde do indivíduo.

 O evento beneficiará a Associação de Amigos do Autista da Bahia (AMA), instituição beneficente que há 14 anos dedica seus esforços para proporcionar à pessoa com autismo uma vida digna com acesso ao trabalho, a saúde, ao lazer e a integração à sociedade. A Associação presta assistência a 208 pessoas, com idades entre 2 e 33 anos.

 As inscrições para a I Corrida Solidária da Polícia Civil custam R$ 60 e podem ser feitas pela internet https://goo.gl/uXrj63 , até o dia 4 de dezembro. A retirada dos kits pode ser feita a partir do dia 12 de dezembro, nos seguintes locais: prédio sede da Polícia Civil da Bahia (Praça da Piedade); no Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), localizados na Rua das Hortências, 274, Edf. Antonio F. Silvany, Pituba; na Academia da Polícia Civil do Estado da Bahia (Rua Cristiano Buys, 177, Cabula); e na própria Coordenação de Operações Especiais.

 Participantes

 A I Corrida Solidária da Polícia Civil é aberta a todos, mediante inscrição prévia. Não há idade mínima para participação na corrida, porém aqueles com idades até 18 anos, que não estiverem acompanhados dos pais ou responsáveis, deverão portar autorização destes para participar do evento. É de total responsabilidade do corredor estar em condições físicas, mentais e de saúde geral para participar do evento.

Graer, Bope e Exército treinam policiais para saltos de paraquedas


O Grupamento Aéreo (Graer), o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), e o Exército ministraram instruções para alunos do I Curso de Operações Especiais, promovido pelo Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar do Piauí. Integrantes das forças de segurança do Amazonas, Acre, Mato Grosso e Pará também participaram.

 Lançados da aeronave guardião 08 do Graer, de altura baixa, os alunos deveriam pousar em um alvo específico. Além da aula de paraquedismo, os alunos assistiram aulas que abordaram teoria e prática de montanhismo e técnicas de contraterrorismo durante todo o curso.

 O capitão PM Solón Ferreira revelou que a lição ocorreu no aeródromo, em Praia do Forte, na quinta-feira (16), visando à ampliação do leque de especialidades das corporações. “Os profissionais aprenderam sobre modalidades, equipamentos, procedimentos de saída da aeronave, posição em queda livre, panes, anormalidades, procedimentos de emergência, navegação e pouso, e mais”, detalhou o oficial.

 Outras etapas da capacitação ocorreram em locais que apresentam diferentes biomas, no estado, com apoio do Comando-Geral da PM da Bahia, por meio do Comando de Policiamento Especializado, Comando do Grupamento Aéreo, Comando do Bope da PMBA, Diretoria de Saúde, Comando do Corpo de Bombeiros da Bahia, e Polícia Militar do Piauí.

Setur promove fomento do turismo étnico indígena em Porto Seguro

Oferecer ao turista a vivência em tribos indígenas de Porto Seguro. Esse é o objetivo de um plano de ação conduzido pela Secretaria do Turismo do Estado (Setur) no município da Costa do Descobrimento. Até esta sexta-feira (17), técnicos da Setur e da prefeitura de Porto Seguro e empresários visitam reservas indígenas, como a da Jaqueira, Pé do Monte e Itapororoca, para conscientização dos moradores quanto à importância da atividade turística para o desenvolvimento econômico e social da comunidade.

 A equipe busca a identificação de atrativos culturais e naturais que levem a uma roteirização específica para a diversificação do turismo étnico indígena, promovendo a integração entre as aldeias.
A iniciativa da Superintendência de Serviços Turísticos da Setur visa, principalmente, despertar o olhar empreendedor sobre as atividades oferecidas aos visitantes, a fim de que a visitação turística se converta em vetor de desenvolvimento social e econômico, sem deixar de lado a valorização das tradições mantidas pelas tribos indígenas.

Rui inaugura Policlínica Regional e agradece parceria com prefeitos

Rui inaugura Policlínica Regional do Extremo Sul e agradece parceria com prefeitos

“Estou arrepiado aqui. É muita emoção. Hoje é a concretização de dois anos e dez meses de trabalho. Desde o começo, de reunir prefeitos, lideranças, explicamos o modelo das policlínicas e a importância da saúde regionalizada, formar os consórcios e começar a construção. Ver tudo pronto para funcionar já na segunda-feira [dia 20], atendendo as pessoas e salvando vidas é emocionante. Obrigado!”, agradeceu o governador Rui Costa, nesta sexta (17), durante evento de inauguração da Policlínica Regional localizada em Teixeira de Freitas, que atenderá municípios de toda a região do extremo sul.

 A inauguração conta com a presença de diversas autoridades, como deputados, secretários de Estado e prefeitos das cidades que fazem parte do consórcio de saúde na região.

 Cerca de 460 mil moradores de 13 cidades do extremo sul terão acesso aos atendimentos prestados pela policlínica. Até o final do ano, outras três serão entregues aos municípios consorciados das regiões de Guanambi, Irecê e Jequié.

Governo convoca segunda turma para o programa Partiu Estágio

Governo convoca segunda turma para o programa Partiu Estágio

O Governo do Estado publicou, nesta sexta-feira (17), a segunda convocação para universitários inscritos no segundo edital do Programa Partiu Estágio. De acordo com a nova lista, 1.471 mil estudantes deverão se apresentar ao órgão ou entidade em que irão estagiar, dentro do prazo de dez dias úteis. Desde o lançamento do projeto, em abril deste ano, já foram contratados mais de 3,5 mil jovens para estagiarem no serviço público. A lista da nova turma ficará disponível no site da Secretaria da Administração (Saeb).

 Os 1,4 mil estudantes serão convocados por meio do e-mail cadastrado no momento de sua inscrição no programa. Para assegurar o estágio no Governo do Estado, é preciso que eles apresentem a documentação. De acordo com o edital do programa, aquele que não apresentar a documentação exigida, ou não se apresentar ao órgão ou entidade no prazo estipulado, perderá a vaga de estágio.

 O Partiu Estágio está em seu segundo edital. Um total de 43.513 mil candidatos se inscreveu para os dois editais – o primeiro alcançou 20.108 inscritos e o segundo, publicado em agosto, teve 23.405 interessados. No primeiro edital, foram realizadas 1.947 contratações, divididas em quatro convocações. Neste segundo edital, já foram contratados 1.571 estagiários e, com esta nova convocação, o Partiu Estágio fechará 2017 com mais de cinco mil contratados.

 Partiu Estágio

 O programa é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso a oportunidades de estágio a jovens universitários de instituições federais, estaduais e privadas da Bahia que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho. É prioritário para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada.

 Podem participar do programa universitários regularmente matriculados em cursos presenciais de instituições estaduais, federais e privadas com sede na Bahia. É necessário, ainda, que o universitário tenha idade mínima de 16 anos e que tenha cumprido pelo menos 50% do seu curso de formação.

Cresce a confiança do consumidor, indica pesquisa do SPC e CDNL

Os brasileiros estão mais confiantes na economia do país e com a possibilidade de uma melhoria em sua situação financeira. É o que mostra a pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em parceria com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). O índice de confiança do consumidor brasileiro aumentou 2,4% entre setembro e outubro, elevando a medição de 41,3 pontos para 42,1 pontos.

 Pela metodologia, em uma escala de 0 a 100 pontos, quanto mais próximo da pontuação máxima, maior é a percepção de otimismo. O Indicador de Confiança é composto pelo Subindicador de Expectativas, que subiu de 52,7 para 54 pontos, e pelo Subindicador de Condições Atuais (de 29,8 pontos para 30,3 pontos).

 Na avaliação do presidente da CNDL, Honório Pinheiro, o país está retomando o crescimento, embora ainda de forma lenta. Ele acredita que a percepção virá nos próximos meses e com isso haverá um resgate maior da confiança. “A mais aguardada mudança é a redução do desemprego, que já registrou queda nos últimos meses, mas ainda permanece elevado e foi fortemente influenciado pelo aumento da informalidade”, disse o executivo.

 Dos 801 consumidores ouvidos, 83% consideraram que as condições atuais da economia brasileira ainda não são boas. Para 42% desses entrevistados, um dos principais pontos negativos é o desemprego.

 Embora reconheçam que a inflação vem caindo, 30% ainda veem os reajustes de preços como um obstáculo ao crescimento econômico. Para 13%, o que prejudica são os juros altos. Outros 14% dos consultados avaliaram como regular o desempenho e 2% acharam que o país está vivendo um bom momento.

 Apesar de ter prevalecido a percepção mais negativa, o levantamento indicou que há menos consumidores insatisfeitos com a sua própria condição financeira do que em relação à economia do país. Para 41% dos sondados, o quadro é ruim ou péssimo, enquanto 47% indicaram como regular e classificaram como bom.

 Quando questionados se estavam exercendo alguma atividade remunerada, mais da metade (57%) respondeu que sim; 27% demonstraram receio de ser demitidos e 31% consideraram baixa essa possibilidade.

 Os que demostraram mais ceticismo alegaram ganhos baixos e dificuldades para pagar as contas, segundo apontaram 43% dos consumidores. O desemprego foi a queixa de 32%, a queda da renda familiar de 16% e 4% disseram ter tido algum imprevisto que atrapalhou o orçamento.

 Já 70% afirmaram que estão bem com a sua vida financeira por fazer um bom controle de seu orçamento. A economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti,recomenda que é importante colocar a organização das finanças entre as prioridades. Ela lembra que gastar mais do que se ganha pode ser “a raiz do endividamento, da inadimplência”.
Fonte: Agência Brasil

Exportações do setor agropecuário crescem mais de 150% em um ano

O indicador mensal de Comércio Exterior do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/Ibre/Icomex), que traz os principais dados da balança comercial brasileira, mostram aumento de 31,7% no volume exportado no país em outubro último, em comparação a outubro do ano passado. Já o volume das importações no mesmo período cresceu 26%.

 Os dados divulgados pela FGV revelam crescimento de 151% no volume exportado pelo setor agropecuário. O resultado é recorde e supera o de setembro, que também já havia sido recorde e, consequentemente, todas as variações registradas nos meses anteriores entre 2016 e 2017.

 Já a indústria de transformação apresentou a segunda maior variação, com crescimento de 25,7%, superando pela primeira vez no ano o crescimento das exportações da indústria extrativa, que fechou em outubro com crescimento de 21,4% sobre o mesmo mês do ano passado.

 Os destaques da indústria de transformação foram as vendas de automóveis para os mercados da América do Sul e para novos mercados, como a Arábia Saudita, justificando, segundo a FGV, “o bom desempenho do setor de bens duráveis da indústria de transformação”.

 Os dados indicam que o preço das exportações aumentou em relação a setembro e cresceu 4,7% na comparação entre os meses de outubro de 2016 e 2017. “As principais contribuições para esse aumento foram do minério de ferro, com crescimento de 51% e petróleo e derivados (17,3%).

 As contribuições foram importantes para o saldo positivo na balança, uma vez que o preço de alguns dos principais produtos agrícolas caiu, como foi o caso do complexo da soja, cujo recuou chegou a 10,3%.

 A nota da FGV indica ainda que, no caso das importações, a liderança no volume importado coube aos bens semiduráveis, que chegou a crescer 34%, seguido dos bens duráveis, com expansão de 26%.
A FGV também observou desaceleração no ritmo de crescimento das importações de capital em relação ao resultado da comparação mensal de setembro, passando dos 71,5% da comparação setembro 2016/setembro 2017 para 25,6% entre outubro 2016/17.

 “Observa-se, porém, que é o terceiro resultado seguido de variação positiva, o que sinaliza uma possível recuperação da taxa de investimento da economia”, ressaltou a nota da FGV.
Fonte: Agência Brasil

TSE pede que governo mude início do horário de verão de 2018 devido às eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) quer que o governo federal mude a data do horário de verão do próximo ano. Em encontro com o presidente Michel Temer, nessa quinta-feira (16), no Palácio do Planalto, o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, entregou um ofício solicitando que em 2018 o horário de verão comece após o segundo turno das eleições gerais. Normalmente, o horário de verão começa no mês de outubro.

 Em nota divulgada em seu site, o TSE explica que “a razão do pedido é garantir que os diferentes fusos horários existentes no Brasil, acentuados pela mudança de ponteiros que tradicionalmente ocorre nos meses de verão nas regiões do Centro-Sul do país, não causem atrasos na apuração dos votos e na divulgação do resultado das eleições”.

 De acordo com o TSE, o Código Eleitoral determina dia e hora em que as eleições ordinárias devem ocorrer: “O primeiro turno deve ser das 8h às 17h do primeiro domingo do mês de outubro, e o segundo turno, no mesmo horário do último domingo do mesmo mês.” Mas por causa dos quatro fusos horários do país, o início e o encerramento da votação não ocorrem de maneira simultânea em todo o território nacional, diz o órgão eleitoral.

 Segundo o tribunal, por causa dos fusos, o horário de verão agrava o problema do início e fim da votação das eleições ordinárias. “Por exemplo, as urnas no Acre são fechadas três horas depois de a contagem de votos já ter sido iniciada nas regiões Sul, Sudeste e parte do Centro-Oeste”.

 “No caso de eleições estaduais, esse aparente descompasso não causa problemas. Contudo, em se tratando de uma eleição geral como a do ano que vem, com votação para presidente da República, essa diferença de horário pode confundir o eleitor e provocar um aumento no número de abstenções de voto”.

 O TSE informa ainda que o pedido de mudança no início do horário de verão de 2018 também foi encaminhado para o Ministério de Minas e Energia.
Fonte: Agência Brasil

Começa a segunda etapa de pagamento do PIS-Pasep a idosos

Os aposentados com valores nas contas do PIS-Pasep na Caixa e no Banco do Brasil (BB) podem sacar a partir de hoje (17). É a segunda etapa do calendário de pagamento, divulgado em setembro por esses bancos.

 Na última terça-feira (14), 417 mil aposentados, correntistas do BB e da Caixa, foram beneficiados com o crédito em conta, representando pagamentos no valor de R$ 446 milhões.

 Os pagamentos começaram em outubro. Na primeira fase, homens e mulheres com mais de 70 anos foram beneficiados. Para aqueles que ainda não sacaram, não há data limite para retirar o dinheiro, os recursos continuarão no fundo à disposição dos correntistas.

 Até quarta-feira (15), R$ 764 milhões já haviam sido pagos, beneficiando 693 mil pessoas.

 Mais de R$ 9 bilhões, pertencentes a cotistas com mais de 70 anos – ou seus herdeiros, em caso de falecimento – continuam à disposição. Os bancos lembram que se a pessoa não puder comparecer à agência, por motivo de saúde por exemplo, o saque poderá ser feito por procuração.

 Os cotistas do Pis-Pasep que têm contas na Caixa e no Banco do Brasil, mas que não receberam o crédito automático, devem procurar as agências para atualizar os cadastros. A falta do CPF, por exemplo, impede o depósito automático. Regularizando os dados cadastrais, o saque pode ser feito. 

Tem direito às cotas o trabalhador cadastrado no Fundo entre 1971 e 04/10/88, que ainda não tenha sacado o saldo total da conta individual de participação. A MP 797/2017 alterou a idade para saques. Passaram a ter direito não apenas os trabalhadores com idade superior a 70 anos, mas também os aposentados e as mulheres com 62 anos ou mais e homens a partir de 65 anos.

 Maiores informações podem ser obtidas nos sites da Caixa e do Banco do Brasil ou pelos telefones 0800 726 0207 (Caixa/Pis), 0800 729 0001 e 4004-0001 (BB/Pasep).
Fonte: Agência Brasil

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Casa do Trabalhador abre inscrições para cursos gratuitos de qualificação profissional


Estão abertas, na Casa do Trabalhador de Feira de Santana, as inscrições para os cursos gratuitos de qualificação profissional do Plano Progredir, tendo como intermediário o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC), oferecendo vagas ao público de baixa renda. 

As vagas, identificadas através do Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec), são voltadas aos cursos de formação inicial e continuada, na modalidade Ensino à Distância (EaD), com aulas ministradas pela internet por instituições privadas de educação profissional e tecnológica.

 De acordo com o secretário do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Antônio Carlos Borges Júnior, “a iniciativa visa ampliar a oferta gratuita na área de qualificação profissional e fomentar as políticas de inclusão social e produtivas”.

 Os interessados podem se inscrever no link www.mds.gov.br/progredir ou procurar diretamente a Casa do Trabalhador e efetivar a pré-matrícula que, nesta fase, deverá ser feita até o dia 30 de novembro.

 A meta é promover a autonomia dos beneficiários do Bolsa Família, com prioridade às pessoas inscritas no Cadastro Único, com mais de 15 anos, e que procuram novas oportunidades de emprego e renda.

Instituto de Previdência prorroga cadastramento


O IPFS (Instituto de Previdência de Feira de Santana) prorrogou o recadastramento de aposentados e pensionistas até o dia 27. A prova de vida estava prevista para ser encerrada no dia 10 deste mês.

 O diretor da autarquia, Alcione Cedraz, argumenta que a prorrogação está relacionada às condições físicas dos beneficiários. “Nem todos estão em condições de vir. Daí a necessidade da prorrogação”. 

Ele orienta às pessoas que estão enfrentando problemas de saúde que comuniquem a situação ao IPFS que enviará a equipe de assistência social à residência do segurado ou pensionista, onde fará o cadastramento.

 A entrega da documentação é anual e obrigatória. O aposentado ou pensionista deve ir à sede do IPFS e apresentar a carteira de identidade, CPF e comprovante de residência atualizado.

 Mais o comprovante de estado civil, NIT/PIS/Pasep e contracheque atualizado. A não realização da atualização no prazo previsto pode levar a suspensão do benefício.

 O atendimento está sendo feito na sede do Instituto de Previdência, à rua Leolinda Bacelar, 207, Kalilândia.

Barco Arkema é o campeão da classe Multi50 na Regata Jacques Vabre

Barco Arkema é o campeão da classe Multi50 na Regata Jacques Vabre

O barco Arkema, da dupla Lalou Roucayrol (França) e Alex Pella (Espanha), foi o primeiro da classe Multi50 a cruzar a linha de chegada da Regata Jacques Vabre, sagrando-se campeão da categoria. O veleiro aportou em Salvador nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (16), depois de 10 dias, 19 horas e 14 minutos da partida de Le Havre, na França.

 O segundo colocado dos Multi50, que deverá ser o FenêtréA – Mix Bufet, é esperado para esta quinta, no Terminal Turístico Náutico de Salvador, onde está instalado o QG da regata, com apoio da Secretaria do Turismo da Bahia (Setur). Ao todo, seis barcos da categoria partiram de Le Havre, mas dois abandonaram a prova: o Ciela Village, com delaminação no casco, e o Drekan Groupe, por capotagem.

 Também o Prince de Bretagne, terceiro e último da classe Ultime, deixou a regata depois de perder o mastro, na última quarta-feira (15), quando faltavam menos de 200 quilômetros para chegar a Salvador. O trimarã foi resgatado pela Marinha do Brasil na manhã de hoje. A previsão é que chegue à cidade logo mais, no fim da tarde. Desde que a competição começou, no dia 5 de novembro, seis barcos, dos 37 que partiram, já estão fora da competição.

 O veleiro Mussulo 40 Team Angolas Cables, da dupla Leonardo Chicourel e José Guiherme Caldas, que representa o Brasil, segue na regata com cautela, depois de enfrentar dificuldades nos primeiros dias. O angolano José Guilherme afirma que o barco ficou mais lento sem o balão A2, distanciando-se do bloco intermediário da categoria deles, a Class40. Com isso, a possibilidade de chegar entre os dez primeiros da classe ficou mais remota. A previsão do velejador é que o Mussulo 40 cruze a linha de chegada em Salvador até o dia 24 de novembro.

Saeb economiza 100 mil folhas de papel com implantação de sistema de processo eletrônico

SEI Bahia

Apenas sete meses depois da implantação na Secretaria da Administração do Estado (Saeb), o Sistema Eletrônico de Informação (SEI Bahia) gerou uma economia de 100 mil folhas de papel A4. O SEI é um sistema eletrônico que acaba com o uso de papel nos processos administrativos, gerando ganho ambiental, economia para o Estado, otimização do trabalho, entre outras vantagens.

 Quando o SEI Bahia for implantado em todos os órgãos do Estado, a estimativa é que a economia de papel chegue a 185 milhões de folhas de papel A4, a cada dois anos. A Implantação no Estado será gradativa. Mas, o governador Rui Costa já sancionou o Decreto 17.983/2017, determinando o SEI Bahia como obrigatório para todos os órgãos da administração direta, autarquias, fundações, fundos especiais e empresas estatais dependentes.

 A Superintendência de Recursos Logísticos (SRL), unidade pertencente à Saeb, iniciou a implantação do SEI Bahia na Saeb, em março deste ano, como projeto piloto. Em apenas sete meses, a secretaria já possui 700 processos administrativos tramitando eletronicamente pelo SEI Bahia. Como cada processo possui uma média de 150 páginas, a secretaria alcançou a economia de 100 mil folhas de A4.

 A SRL realizou um levantamento no sistema de protocolo do Estado e contabilizou que 1,2 milhão de processos administrativos cadastrados nos órgãos públicos da administração direta, entre os anos de 2014 e 2015. Multiplicando a quantidade de processos administrativos do Estado pelo número médio de páginas por processo, a SRL estima que a quantidade de papel economizada chegue a 185 milhões de folhas de A4, a cada dois anos, quando o programa estiver instalado em todos os órgãos. 

Além da economia de papel, o SEI Bahia gera economia com outros insumos. Com o processo circulando eletronicamente, o Estado deixa de utilizar a capa de papelão do processo, os colchetes de metal que prendem as páginas, além de economizar com a impressão. A superintendência estimou o custo unitário do processo físico. Contabilizando apenas preço do papel A4, o gasto com a impressão e o valor pago pela capa de papelão e pelos colchetes de metal que prendem as páginas, a Saeb calculou o custo R$ 9,25 por cada processo.

 Valor

 Multiplicando o valor estimado por cada processo pela quantidade total de processos, a economia estimada para os cofres públicos será R$ 11,2 milhões (em dois anos). Esse valor é uma estimativa conservadora, porque não levou em consideração todos os custos que incidem em um processo. 

Empresas especializadas em processo eletrônico estimam que o custo unitário com processo físico chegue a R$ 30. Neste preço, são calculados insumos não mensurados pela Saeb como horas trabalhadas, custo de armazenamento dos processos, energia elétrica e outros. Apesar de não mensurado, os ganhos com a otimização do trabalho e com armazenamento são perceptíveis para quem trabalhava com processos físicos e agora utiliza o SEI Bahia.

 O servidor Márcio Garcia, que atua no setor de execução orçamentária da Saeb, afirma que diminuiu o trabalho manual e o tempo que gastava na instrução de processos de pagamento. Ele é responsável pelos processos de pagamento de combustível para abastecimento de toda frota do Estado (interior e capital).

 O servidor diz que perdia muito tempo montando manualmente processos de cerca de 500 páginas, tendo que ajuntar folhas em ordem cronológica, além de assinar e numerar todas as páginas. “Também tem os problemas do armazenamento e do arquivamento. Os processos guardados ocupam muito espaço, além de perdemos tempo para arquivá-los”.

 Agora, com a utilização do SEI Bahia, o sistema faz tudo isso automaticamente, evitando todo o trabalho manual. Também vão acabar os problemas gerados com armazenamento dos processos físicos, que ocupam muito espaço, além de gerar custos como energia, segurança e outros. “Eu economizo pelo menos um dia de trabalho em cada processo, utilizando o SEI Bahia”, enfatiza Garcia.

 Pioneirismo

 Segundo o gestor do SEI Bahia, Anderson Prezeres, “a economia de papel foi representativa em apenas sete meses. Quando o sistema estiver instalado em todo estado será ainda mais expressiva”. Para mensurar visualmente a economia de papel, ele reuniu a quantidade de resmas correspondentes as 100 mil folhas de A4 que poupadas com a utilização do SEI. Depois de encerrado, por exigência legal, os processos da Saeb precisam ficar armazenados e são guardados no Almoxarifado Central do Estado, situado em Mata Escura. São vários galpões destinados a guarda de processos físicos.

 A Bahia é o primeiro estado do País a implantar o SEI, que foi criado e cedido gratuitamente pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4). Além de extinguir o papel, o Sistema Eletrônico de Informação vai trazer também mais agilidade, transparência, redução de custos, otimização do trabalho, ganho de espaço físico e a satisfação do usuário. Em decorrência de sua qualidade, o Sistema também foi cedido para vários órgãos do governo federal como Controladoria Geral da União (CGU), o Supremo Tribunal de Justiça (STJ).

Adab reforça defesa agropecuária com aquisição de 44 veículos novos

ADAB reforça defesa agropecuária com aquisição de 44 veículos novos

Ampliação e fortalecimento da defesa agropecuária em todo o território baiano. É assim que o Governo do Estado, por meio da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), vem atuando. A agência acaba de adquirir 44 veículos novos, que estão sendo distribuídos entre as coordenadorias regionais do órgão e a sede. Quatro foram entregues na semana passada, no município de Itaberaba, e outros três estarão à disposição nesta quinta-feira (16), em Teixeira de Freitas. Os outros veículos serão entregues na próxima quarta (22), às 8h, na sede da agência, em Salvador, pelos secretários estaduais de Relações Institucionais (Serin), Josias Gomes, e da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri), Victor Bonfim, e pelo diretor-geral da Adab, Paulo Cezar.

 Parte dos veículos foi adquirida através de convênio e outros com recursos próprios. Do total, 43 carros são da marca/modelo Ford Ka e um Citroen Aircross. A meta é que o trabalho de defesa agropecuária e as ações preventivas e educativas sejam realizados com mais segurança e velocidade pelo corpo técnico da instituição.

 Ao todo são 15 coordenadorias regionais. A diretoria-geral da Adab definiu, através de um plano de trabalho com as outras diretorias, os encaminhamentos desses veículos. “É como o governador Rui Costa tem dito: nada supera o trabalho. A nossa ideologia de trabalho é que a defesa agropecuária, realizada pela Adab, permaneça como referência mundial. E, para isso, temos que equipar a nossa agência. Seja com material físico, mas, principalmente, com a ampliação de um corpo técnico cada vez mais especializado. A entrega desses veículos gera resultados não só na fiscalização, mas em toda a cadeia produtiva”, ressaltou o diretor-geral da Adab, Paulo Cezar.

 Os carros já estão plotados, emplacados e aguardam apenas trâmites internos para que sejam distribuídos entre as coordenadorias. A Adab é um órgão vinculado à Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri).

Aluno da rede estadual é medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática

Olimpíada de Matemática medalha

Diante de um lotado Theatro Municipal do Rio de Janeiro, o estudante Dickson Ferreira dos Santos, 15 anos, morador do município de Araci (nordeste), recebeu a medalha de ouro pela participação na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP 2016). Esta foi a terceira medalha de ouro da OBMEP que o estudante do 3º ano do Ensino Médio por Intermediação Tecnológica (Emitec) conquistou. A coleção nas competições que participou, no entanto, já chega à soma de 11 medalhas.

 O secretário estadual da Educação, Walter Pinheiro, destaca que o protagonismo dos estudantes da Bahia em competições, feiras e mostras nacionais e até internacionais é um estímulo para que mais jovens busquem o caminho da educação para trilhar seus projetos de vida. “Um jovem do distrito de Pedra Alta, portanto, distante da sede do município, tem amplo acesso à educação através de um projeto que amplia a capilaridade da rede, que é o EMITec, atendendo 21.120 estudantes que moram em áreas remotas da Bahia, chegando a 414 localidades, em 150 municípios”.

 Por meio do Emitec, Dickson assiste às aulas no Instituto Educacional de Pedra Altas, que são transmitidas via satélite, em tempo real, com professores diretamente dos estúdios instalados no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador. Ele fala que o fato de estudar perto de casa, otimiza o seu tempo. “O Emitec é bem importante para estudantes de baixa renda que não têm condições de ir para outro lugar e os professores são bem qualificados. Estudar por esse programa é importante para mim porque não precisei mudar para uma cidade maior par estudar”.

 Filho de professores da educação infantil, Dickson diz que só se interessou pela Matemática quando resolveu participar da primeira OBMEP, em 2012. “Depois disso, eu tomei gosto e fui participar de um curso de iniciação científica, quando fui bolsista do CNPq. Então, me apaixonei pela Matemática e comecei a estudar cada vez mais. Acho que vou fazer Engenharia Mecatrônica e ou alguma outra coisa que relacione a Matemática e a Física. Então, a Matemática sempre vai fazer parte da minha vida”.

 Durante a cerimônia, na terça-feira (14), 501 estudantes de todo o Brasil receberam medalhas de ouro. Eles são protagonistas de uma mesma história - conquistaram, entre 17,8 milhões de participantes, a medalha de ouro na OBMEP 2016. Em sua 12ª edição, a maior olimpíada estudantil do País, destinada a alunos do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, reuniu concorrentes de 99,6% dos municípios brasileiros.

 Além dos 501 medalhistas de ouro, 1.500 conquistaram prata; 4.500 bronze; e 42.482 foram agraciados com menções honrosas. Das 47.474 escolas inscritas na primeira fase em 2016, 13.930 são rurais. Elas participaram com 1,6 milhão de alunos – 322 deles conquistaram medalhas.

Proerd da PM forma 500 crianças e adolescentes em Ituberá

Proerd da PM forma 500 crianças e adolescentes em Ituberá

Quinhentos alunos das escolas municipais de Ituberá, no sul do estado, se formaram no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) da Polícia Militar, promovido na cidade em parceria com a 33ª Companhia Independente da PM (Valença). Nos dois semestres deste ano, os jovens, com idades entre 8 e 14 anos e que cursam do 3° ao 5° anos do Ensino Fundamental I e 7° ano do Ensino Fundamental II, participaram das atividades do Proerd.

 Para o comandante da 33ª CIPM, major Alexandre Costa de Souza, o comprometimento das instrutoras e policiais militares e o engajamento dos alunos, mostrou a importância do programa para a sociedade.

“Preparando nossos jovens para os desafios futuros e aproximando a PM da sociedade”. Durante cerimônia, esta semana, que contou com o apoio da Secretaria Municipal de Educação de Ituberá, foram distribuídos presentes para as crianças e adolescentes que se destacaram nas redações, onde descreveram sei aprendizado durante as dez lições ministradas pelas instrutoras.

Em 2015, PIB caiu em todos os estados pela primeira vez

economia ilustração

Todos os estados brasileiros registraram queda no Produto Interno Bruto (PIB, a soma de todas os bens e serviços produzidos no país) em 2015, de acordo com dados das Contas Regionais, divulgados nesta quinta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Pela primeira vez, a queda foi registrada em todas as unidades da Federação desde o início da série histórica em 2002. Em 2015, o PIB nacional caiu 3,5%.

 Os dados divulgados pelo IBGE indicam que no mesmo ano, apenas cinco estados responderam por 64,7% do PIB nacional: São Paulo, com 32,4%; Rio de Janeiro (11%); Minas Gerais (8,7%); Rio Grande do Sul (6,4%); e Paraná (6,3%). Juntos, no entanto, eles tiveram a participação encolhida no total da economia brasileira em 0,2 ponto percentual, em relação a 2014.

 “Os estados que tiveram melhor resultado foram bastante influenciados pela agropecuária. O que pesou negativamente foi a indústria de transformação, o comércio e a construção civil. Todas essas atividades tiveram quedas expressivas”, disse o gerente das Contas Regionais, Frederico Cunha.

 O PIB de São Paulo aumentou 0,2 ponto percentual em relação a 2014, tendo sido, ao mesmo tempo, o estado com maior perda acumulada ao longo de toda a série histórica. Entre 2002 e 2015, a perda chegou a acumular 2,5 ponto percentual, passando de 34,9% para 32,4%.

 Ainda na comparação entre 2014 e 2015, os melhores resultados foram obtidos por Mato Grosso do Sul (-0,3%), Roraima (-0,3%) e Tocantins (-0,4%), com retrações menos acentuadas. As quedas mais acentuadas ocorreram no Amapá (-5,5%), no Amazonas (-5,4%) e no Rio Grande do Sul (-4,6%). 

Cunha ressaltou o fato de que no Mato Grosso do Sul, estado que teve o melhor desempenho em 2015, a queda de apenas 0,3% no PIB foi influenciada, em parte, pelo bom ano da agropecuária local, que cresceu 10,1% neste período. Os setores de Indústria (-4,4%) e Serviços (-1,6%), no entanto, contribuíram decisivamente para que, ainda assim, a taxa no estado fosse negativa.

 “Os estados que tiveram melhor resultado foram bastante influenciados pela agropecuária. O que pesou negativamente foi a indústria de transformação, o comércio e a construção civil. Todas essas atividades tiveram quedas expressivas”, disse.

 Cunha ratificou a generalização de resultados negativos como algo inédito em toda a série histórica. “Esse resultado de queda de todas as unidades da federação ainda não tinha sido visto, inclusive por nenhuma série já estimada pelo IBGE antes disso. É um resultado inédito que afeta todos os estados da federação”, explicou.

 Já no Amapá, o estado com a redução mais acentuada em seu PIB, com taxa de -5,5%, as principais contribuições negativas foram dos setores de Indústria (-16,9%) e Serviços (-4,1%). “Eles foram puxados para baixo, principalmente, pelas atividades de Construção (-17,9%) e de Comércio, manutenção e reparação de veículos automotores e motocicletas (-14,5%)”, afirmou.

 Participação no PIB

 O IBGE ressaltou o fato de que a Região Sudeste, mesmo respondendo por parcela significativa do PIB (54%), manteve a tendência registrada nos últimos anos de retração de sua participação no total da economia, tendo perdido em 2015 0,9% de participação. A queda acumulada desde 2002 pela região chega a 3,4 pontos percentuais.

 Neste mesmo período a Região Norte teve sua participação na economia aumentada em 0,7, o Nordeste (1,1 ponto percentual), o Centro-oeste (1,1 ponto percentual) e a Região Sul (0,6), todas ganhando espaço do PIB nacional.

 “Na série 2002-2015, a Região Sudeste é a única que perdeu participação. Na verdade, todos os estados das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste ganharam participação, exceto Alagoas, Distrito Federal, Amazonas e Sergipe. O que mais ganhou participação foi Mato Grosso, com avanço da fronteira agrícola, entre outros fatores. Santa Catarina e Pará também ganharam bastante participação”, informou o gerente da pesquisa.

 O economista lembrou que a manutenção dessa tendência de retração da participação do Sudeste no total da economia, entre 1014 e 2015, aconteceu mesmo com uma leve recuperação de espaço por parte de São Paulo, cuja participação no PIB passou de 32,2% em 2014 para 32,4%. No Rio de Janeiro, no entanto, houve diminuição: de 11,6% para 11%; Minas Gerais (de 8,9% para 8,7%) e Espírito Santo (de 2,2% para 2%).

Já entre 2002 e 2015, a queda se concentrou em dois estados da Região Sudeste: São Paulo, de 34,9% para 32,4%; e Rio de Janeiro, de 12,4% para 11%. No mesmo período, Minas Gerais e Espírito Santo registraram aumento na participação em relação a 2002: de 8,3% para 8,7% e de 1,8% para 2%, respectivamente.

 PIB per capita

 Os dados indicam que um total de 18 unidades da federação fechou 2015 com PIB per capita abaixo da média nacional de R$ 29,326 mil. Neste aspectos, destacam-se negativamente o Maranhão, com renda per capita de R$ 11,366, foi 27º, último colocado no ranking; e o Piauí, com a 26º colocação e uma renda per capita de R$ 12,218 mil.

 O PIB per capita do Distrito Federal era, em 2015, 2,5 vezes maior do que o da média nacional. Enquanto em 2015, o PIB médio do brasileiro era de R$ 29,326 mil, na capital federal o PIB per capita chegava a 73,971 mil.

 Com um PIB per capita de R$ 31,337 mil, o Mato Grosso foi o estado que mais se destacou e o que mais avançou em toda a série histórica, passando de 11º em 2002 para 7º no ranking.

 O Piauí, no entanto, foi o estado em que o valor do PIB per capita mais cresceu dentre todos as unidades da federação, aumentando cerca de 5 vezes entre 2002 e 2015 (de R$ 2,440 mil para R$ 12,218 mil. O Maranhão também se destacou neste quesito, crescendo cerca de 4,2 vezes.

 Outros estados que se destacaram no crescimento em valor do PIB per capita ao longo da série foram Tocantins, que cresceu 4,4 vezes e Rondônia, Pará e Ceará, que aumentaram cerca de 4 vezes.
Fonte: Agência Brasil

Inflação pelo Índice Geral de Preços cai de 0,49% para 0,24%

São Paulo - A loja O Rei do Armarinho, especializada em artigos natalinos (Rovena Rosa/Agência Brasil)

O Índice Geral de Preços–10 (IGP-10) teve uma inflação de 0,24% em novembro em todo o país. A taxa é inferior ao percentual de outubro (0,49%), mas superior ao de novembro do ano passado (0,06%).

 Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), o IGP-10 acumula deflações (quedas de preços) de 1,31% no ano e de 1,11% no período de 12 meses.

 Os preços no atacado, medidos pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo, tiveram inflação de 0,21% em novembro, enquanto os preços no varejo, apurados pelo Índice de Preços ao Consumidor, acusaram taxa de 0,32% no mês. O terceiro subíndice que compõe o IGP-10, o Índice Nacional de Custo da Construção, registrou inflação de 0,30%.

 O IGP-10 é calculado com base em preços coletados entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.
Fonte: Agência Brasil

Mega-Sena pode pagar hoje R$ 29 milhões a quem acertar as seis dezenas

O prêmio principal da Mega-Sena poderá pagar hoje (16) R$ 29 milhões a quem acertar as seis dezenas do concurso 1.988.

 Por causa do feriado da Proclamação da República nessa quarta-feira (15), o sorteio foi transferido para hoje, às 20h, horário de Brasília.

 De acordo com a Caixa, aplicado na poupança o prêmio renderia cerca de R$ 136 mil por mês.
Fonte: Agência Brasil

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Com sete advogados, Núcleo de Mediação e Conciliação foca questões familiares


Moderno e funcional, o Núcleo de Mediação, Conciliação e Apoio à Cidadania vai fortalecer a função da Prefeitura de Feira de Santana na promoção da paz social, acesso à Justiça das camadas mais carentes e buscar o pleno exercício da cidadania. O órgão foi inaugurado na noite desta segunda-feira, 13 – funciona à rua Libânio de Moraes, 102 – ao lado da praça Bernardino Bahia.

 Sete advogados, mais estagiários, atuarão diretamente no atendimento das demandas judiciais, com foco da Vara da família – pensão alimentícia, entre outros setores. A expectativa é de que a nova estrutura aumente a capacidade de atendimento mensal, que já chegou a 450.

 O Núcleo de Mediação será coordenado pelo advogado Adessil Guimarães Filho e já começa a atender a clientela, cujas audiências já estavam marcadas, a partir desta terça-feira, 14. O novo espaço tem quatro salas de atendimentos individualizados, de reuniões, gabinetes, triagem, mais uma brinquedoteca, onde as crianças ficarão durante audiência dos pais.

 Quem busca o serviço são os mais carentes, diz prefeito

 Para o prefeito José Ronaldo, que prestigiou a inauguração, as pessoas já comparecem fragilizadas para audiências judiciais, em busca dos seus direitos ou de encerrar um litígio, especialmente de ordem familiar. “Quem vem (ao Núcleo de Mediação, Conciliação e Apoio à Cidadania) em busca deste serviço são os mais carentes, daí a necessidade de um atendimento digno”.

 Comentou ainda que as novas instalações deixarão os servidores mais animados na prestação do serviço e os cidadãos também serão privilegiados. “Aqui as pessoas devem trabalhar com atenção e presteza porque quem aqui vem busca mais do que serviços, mas esperanças. Devem ser dedicadas para atender as demandas”.

 O secretário de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos, Pablo Roberto, disse que os profissionais que vão atuar no Núcleo de Mediação, Conciliação e Apoio à Cidadania trabalharão estão conscientes que, além do atendimento jurídico, farão um adicional, que é restabelecer os vínculos familiares, que se fragilizam ao longo dos anos. “Aqui todos terão acesso à Justiça e ao exercício pleno da cidadania”.

 Uma sala foi destinada ao empreendedorismo, onde serão desenvolvidas as ideias e iniciativas deste setor. Estiveram presentes o vice-prefeito Colbert Filho, o procurador Geral do Município, Cleudson Almeida, secretários municipais, vereadores, servidores do Núcleo de Mediação, Conciliação e Apoio à Cidadania e populares.

Novo curso do Sistema Único de Assistência Social será aberto a varias regiões do Estado

Representantes de mais territórios baianos estarão em Feira de Santana, no próximo mês, participando de um novo curso do Capacita SUAS II (Sistema Único de Assistência Social). Nesta nova edição, de 11 a 15 de dezembro, a abordagem voltada para a Introdução ao Provimento dos Serviços e Benefícios Socioassistenciais do SUAS, atendendo a dinâmica dos órgãos gestores da assistência social pública de ofertarem serviços inclusivo e transformadores das classes sociais mais carentes.

 A reciclagem terá novamente como palco as instalações da Faculdade Uniasselvi, na avenida Getúlio Vargas, Centro. E a data, anteriormente prevista para 20 a 24 deste mês, foi alterada para atender a participação de mais cursistas.

 A novidade fica por conta da expansão da participação de territórios convidados para a reciclagem no pólo de Feira de Santana. Os cursistas dos territórios Sisal, Piemont do Paraguaçu, portal do Sertão, Vale do Jequiriça, Chapada Diamantina e Bacia do Jacuípe agora também a companhia de representantes dos territórios do Semiárido Nordeste II, Baixo Sul e dos municípios de grande porte de diversos territórios.

 Os cursos são promovidos pelo Governo da Bahia através da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (URFB), órgão contratado através de licitação pública para ministrar as aulas de reciclagem. E conta com apoio integral do Governo Municipal de Feira de Santana, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), com oferta de instalações e equipe de apoio e logística.

Fundação Cultural homenageia Mestre King no projeto Novembro das Artes Negras

Mestre King

A Fundação Cultural do Estado (Funceb), unidade da Secretaria de Cultura (Secult), realiza mais uma ação dentro do projeto Novembro das Artes Negras, lançado este ano – é a Sala King, espaço na sede da entidade, no Pelourinho/Centro Histórico de Salvador, que leva o nome do dançarino e professor Mestre King e abrigará atividades culturais.

 Desta quinta-feira (16) a dia 30 deste mês, a Coordenação de Dança da Funceb promove a Exposição ‘Mestre King’, uma homenagem ao professor e coreógrafo, primeiro homem a se graduar em Dança pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e precursor da dança afro-brasileira.

 A exposição reúne fotografias de autoria de nomes como Any Valette e Rafael Martins, além de fotos do acervo pessoal do Mestre, retratando a sua trajetória profissional, desde aluno da Escola de Dança da Ufba até se tornar coreógrafo renomado, com o grupo Gênesis e de sua mais recente criação, o espetáculo ‘Opaxorô’.

 DOC

 Também na quinta, às 15h, será exibido, com a presença de Mestre King, o documentário ‘Raimundos: Mestre King e as Figuras Masculinas da Dança na Bahia’, apoiado pelo Edital Setorial de Dança em 2014. A obra apresenta um pouco do legado deixado pelo Mestre, que revolucionou a prática e o ensino da dança contemporânea, sendo responsável pela formação dos principais nomes da dança afro na Bahia. Dirigido pelo bailarino e coreógrafo Bruno de Jesus, com roteiro de Gabriel Ormuz Machado e produção de Inah Irenam, o documentário foi inspirado pelo espetáculo ‘Raimundos’, que Bruno estreou em 2014 para celebrar os 50 anos de carreira de King.

 Com a Sala King e as demais ações do mês, a Funceb marca o projeto Novembro das Artes Negras, que chega com o propósito de visibilizar, potencializar e reconhecer as produções dos diversos agentes culturais negros do estado ao longo do ano, culminando com o Novembro Negro. Na programação, estará em destaque a convergência entre as artes - Literatura, Artes Visuais, Dança, Audiovisual, Teatro, Música e Circo - dialogando entre si com atividades transversais. Saraus Poéticos, apresentações musicais, de dança e circenses, exposições, exibição e lançamentos de filmes, são algumas das ações envolvidas no projeto.

Bahia tem início de temporada de cruzeiros nesta quarta-feira


Nesta quarta-feira (15), feriado da Proclamação da República, a capital baiana recebe o primeiro navio da temporada de cruzeiros marítimos, que segue até abril de 2018. Depois de ter passado por Santa Cruz de Tenerife (Espanha), o MSC Preziosa chega a Salvador às 7h.

 Os 4,3 mil passageiros que desembarcam terão receptivo especial oferecido pela Secretaria do Turismo do Estado (Setur) / Bahiatursa. Cheias de simpatia, baianas tipicamente trajadas distribuirão fitinhas do Bonfim, a lembrancinha mais famosa da Bahia. Uma fanfarra liderada pelo cantor Edd Bala também participa do receptivo dando pequena mostra de música baiana de antigos carnavais.

 “O começo da temporada de cruzeiros é um dos marcos iniciais do verão para o setor turístico. Os turistas que chegam à Bahia por via marítima movimentam o comércio e a rede de bares e restaurantes, como o Mercado Modelo e o Centro Histórico”, explica o secretário do Turismo do Estado, José Alves.

 A capital é o destino preferido dos cruzeiristas que visitam a Bahia e atrai mais que o dobro dos visitantes de Ilhéus, que também é rota dos cruzeiros marítimos em território baiano. De acordo com a Companhia das Docas da Bahia (Codeba), são esperados 146,8 mil desembarques em Salvador e 72,6 mil no destino da Costa do Cacau.

 Ao todo, mais de 220 mil turistas chegarão ao Estado em navios de cruzeiro, número que representa um aumento de 8% no fluxo turístico neste segmento, em relação à temporada anterior. Já em Ilhéus, a primeira embarcação a aportar será o Costa Favolosa, na primeira quinzena de dezembro, após passagem por Salvador.

Uefs seleciona professores formadores para Educação Básica

No período de 20 a 24 próximo, estarão abertas as inscrições do processo seletivo de professor formador para atuar no Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor), desenvolvido na Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). As vagas estabelecidas são destinadas aos cursos de Primeira Licenciatura – Pedagogia, no campus da instituição em Feira de Santana, e Geografia e Letras com Inglês, na Chapada Diamantina, município de Lençóis.

 Podem concorrer docentes do quadro permanente da Uefs; professores aposentados e substitutos, além de servidores técnicos-administrativos efetivos (especialista, mestre ou doutor), apenas da instituição, docentes sem vínculo com a Uefs (especialista, mestre ou doutor), que comprove formação acadêmica na área e experiência.

 As inscrições e a apresentação de documentos serão efetuadas na Secretaria do Parfor/Uefs e na Secretaria do Campus Avançado da Chapada Diamantina (CACD), das 8h30 às 11h30 e das 14 às 17h. A seleção dos candidatos será feita por meio de análise curricular, realizada por banca examinadora composta pela coordenação de cada curso e dois docentes da área em seleção ou afim. Mais informações estão disponíveis no edital da seleção.

Rui apresenta oportunidades de negócios na Bahia a embaixador da Espanha

Governador Rui Costa recebe o embaixador da Espanha no Brasil, Fernando Villalonga

Na manhã desta terça-feira (14), o governador Rui Costa recebeu o embaixador da Espanha, Fernando Villalonga, para uma audiência, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. A reunião teve como objetivo estreitar as relações entre Brasil e Espanha e abordar a situação das empresas espanholas instaladas na Bahia nos ramos de comércio, energia renovável e turismo.

 “Foi uma reunião muito positiva mostrando as oportunidades de negócio que nosso estado tem a oferecer com a câmara de comércio da Espanha. Eles estão muito interessados em nosso estado. Para o turismo, estamos incrementando a ligação entre Salvador e Madri, através da Air Europa Linhas Aéreas, que vai aumentar a frequência de voos para quatro, por semana. O acesso mais facilitado representa um suporte para o turismo muito grande”, explica o do Turismo (Setur), José Alves.

 Para o embaixador da Espanha, Fernando Villalonga, a reunião ajuda a fortalecer ainda mais a relação entre os dois países. “A Espanha é o maior investidor da Bahia, um dos maiores do país, estando presente em praticamente todos os setores. Já temos empresas grandes e medianas instaladas aqui e pudemos discutir maneiras de trazer ainda mais investimentos e melhorias para os dois lados. O governador também nos apresentou novos projetos que muito nos interessa”.

 Além de José Alves, participaram da reunião os secretários estaduais da Fazenda (Sefaz), Manoel Vitório; da Casa Civil, Bruno Dauster; o secretário em exercício da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Luiz Gonzaga, e o cônsul geral da Espanha em Salvador, Gonzalo Fournier.

Porto Rico pede US$ 95 bilhões para se recuperar da passagem dos furacões

A ilha de Porto Rico ainda enfrenta os efeitos da passagem dos furacões Irma, no começo de setembro, e Maria, que atingiu o território portorriquenho na última semana de setembro. Quase dois meses (54 dias), depois da passagem do furacão Maria, a maior parte da ilha ainda não tem água, energia elétrica e nem serviços de comunicação telefônica. O governo local anunciou na segunda-feira (13) que vai pedir U$ 94 bi ao Congresso para reconstrução do que foi perdido.

 O governador Ricardo Rosselló afirmou que as perdas sofridas pela ilha ultrapassam as que aflingiram o Texas, na passagem do Furacão Harvey, no mês de agosto. "Foi uma catástrofe enorme, possivelmente a maior da história de Porto Rico, que agora está devastada", disse, durante conferência de imprensa, na sede da Associação Nacional de Governadores (NGA, sigla em Inglês), em Washington.

 O Texas pediu ao governo federal a liberação de U$ 61 bi para reparação das perdas deixadas pelo Harvey. "Precisamos de mais recursos que o Texas, porque praticamente toda nossa infra-estrutura precisa ser reparada", explicou.

 Rosselló apresentou um relatório que detalha os custos da reconstrução, e afirmou que os U$ 94 bi "ainda é um número conservador". O dinheiro pedido deverá ser usado para construção de habitações, reparação da geração de energia elétrica, estradas, serviços sanitários, saúde e educação".

 Pelo menos 150 mil pessoas abandonaram a ilha, segundo estimativa fornecida pelo governo, e pelo menos 5 mil estabelecimentos comerciais fecharam as portas. A ilha – que vive principalmente do turismo – já enfrenta uma taxa maior de desempregados, que deve chegar a 20%. O índice nacional de sedemprego nos Estados Unidos, por exemplo, foi de 4,1% em outubro.

 O Congresso já aprovou U$ 5 bi de ajuda para a ilha. Mas Rosselló diz que é insuficiente. Ele afirmou que o problema é que os recursos gerados pelas empresas, que estão na ilha, não são investidos em seu território. O governador pediu que a reforma tributária, que está na pauta do Congresso, crie algum mecanismo de proteção para que os recursos gerados no território de Porto Rico sejam investidos localmente.

 Após a passagem de Irma e Maria, o presidente americano Donald Trump foi acusado de negligência pela imprensa e também por membros do governo local. Trump demorou, por exemplo, a suspender a proibição de que navios estrangeiros cheguem aos portos da ilha. Isso, segundo a população local afetou o abastecimento de água potável, alimentos e combustíveis.
Fonte: Agência Brasil

Operação da PF investiga grupo criminoso que fraudava a Caixa

Contratos da Caixa Econômica Federal (CEF) na área de tecnologia da informação, que totalizam mais de R$ 385 milhões, estão sendo investigados pela Polícia Federal (PF) sob suspeita de irregularidades. A Operação Backbone, deflagrada na manhã de hoje (14), cumpre dez mandados judiciais de busca e apreensão em Brasília.

 Segundo a PF, as empresas de tecnologia da informação “repassavam os valores indevidos para a empresa de consultoria por meio de contratos de prestação de serviços, em princípio, inexistentes”. As investigações indicam que parte dos valores recebidos era "distribuída pela empresa de consultoria para os demais membros da organização criminosa”.

 Para justificar o acréscimo patrimonial, “os empregados da Caixa e o sócio administrador da empresa de consultoria celebravam contratos de compra e venda de imóveis, viabilizando assim o branqueamento de capitais”, disse a PF. A organização criminosa seria formada por empregados da Caixa, empresários da área de tecnologia da informação e uma empresa de consultoria pertencente a um ex-empregado do banco.

 Segundo a polícia, as investigações mostram que empregados da Caixa e o sócio administrador da empresa de consultoria “receberam vantagens indevidas” repassadas pelas empresas, “com a finalidade de cometer irregularidades na formalização e fiscalização dos contratos dessas empresas com a CEF”.

 A Caixa, por meio de nota, esclareceu que "forneceu informações e documentos, previamente à deflagração da Operação Backbone, contribuindo para a apuração dos fatos". Informou ainda "que não houve busca e apreensão em suas dependências e que continua prestando irrestrita colaboração com a Polícia Federal".

 O nome da operação, Backbone, é uma expressão que, na área da informática, faz referência à espinha dorsal de um sistema de rede de computadores.
Fonte: Agência Brasil

Número de mortes aumenta 24,7% em dez anos no Brasil

O número de mortes registradas no Brasil entre 2006 e 2016 aumentou em 24,7%. Em 2006, foram contabilizadas 1.019.393 mortes e, no ano passado, 1.270.898. Houve redução expressiva da mortalidade até os 14 anos e aumento nas idades mais avançadas, em especial acima dos 50 anos, reflexo do envelhecimento populacional.

 Os dados constam da pesquisa Estatísticas do Registro Civil 2016 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada hoje (14).

 Em 1976, os óbitos de menores de 1 ano e de menores de 5 anos representavam 27,8% e 34,7% do total, respectivamente. Após 40 anos, os avanços nas condições de saneamento básico, na distribuição de medicamentos e no aperfeiçoamento de vacinas e de outros meios de medicina preventiva permitiram que os óbitos dos menores de 1 ano ficassem em 2,4% e o de menores de 5 anos, em 2,9%.

Há quatro décadas, as mortes de pessoas com mais de 65 anos correspondiam a 29,1% do total. A partir de 2006, mais da metade das mortes é proveniente da população com mais de 65 anos. No ano passado, esse percentual alcançou 58,5%.

 Mortalidade masculina

 Em 2016, um homem de 20 anos tinha 11 vezes mais chance de não completar os 25 anos do que uma mulher se a causa da morte fosse externa (homicídio, suicídio, acidentes de trânsito, afogamentos e quedas acidentais). O índice cresceu 141,3% nesse período de 40 anos – em 1976, este índice era de 4,6 vezes.

 Para os homens, o volume de óbitos aumenta significativamente para quem tem idade de 15 a 39 anos, em função das causas violentas que afetam com maior intensidade este contingente populacional.

 Se forem considerados somente os óbitos por causas naturais no grupo de 20 a 24 anos, um homem de 20 anos teria 2,2 vezes mais chance de não completar os 25 anos do que uma mulher na mesma idade.
Fonte: Agência Brasil