quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

ALEJANDRO E O OUTDOOR


Texto/ Claudio Rodrigues
Consultor  de Empresa.
Fotos/ Reginaldo Pereira

“O futuro de seu filho começa aqui!”. A placa de outdoor com a chamada de uma escola para o inicio de matriculas para o próximo ano letivo é uma ironia para Alejandro, 6 anos, e outras 13 crianças que há duas semanas montaram abrigo na avenida de Contorno, em Feira de Santana, tendo como base para a instalação de suas tendas, a placa de publicidade que vende a educação como futuro.

 Futuro esse que Alejandro e as demais crianças que ali “habitam”, sabem que é incerto. O espaço é dividido por oito famílias que saíram do interior da Paraíba, fugindo da fome e falta de emprego. As famílias ali instaladas ilustram os gráficos da pesquisa Sintese de Indicadores Sociais – SIS 2017, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, que apontou que 50 milhões de brasileiros ou seja: 25 por cento da população vivem na linha de pobreza com renda familiar de US$ 5,5 por dia, sendo que 43 por cento desse contingente está na região Nordeste.

 No País em que seis de cada dez crianças vivem na pobreza, conforme estudo inédito do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), divulgado no último dia 14, a futura ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, pastora Damaris Alves, em mais uma declaração ideológica sobre gênero, afirmou que vai tratar meninas como princesas e os meninos como príncipes. Mas o que Alejandro e os 18 milhões de meninos e meninas desse Brasil desejam não serem privados de direitos básicos como moradia digna, educação, informação, água, saneamento e proteção contra o trabalho infantil.

 Na semana é que comemoram os 70 anos da proclamação da Declaração Universal dos Direitos Humanos - DUDH, o que a família Alejandro e tantas outras na mesma situação desejam que o Brasil faça valer seu o Artigo 25:

 I) Todo homem tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si mesmo e a sua família saúde e bem-estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez ou casos de perda de meios de subsistência em circunstâncias fora de seu controle.

 II) A maternidade e a infância tem direito a cuidados e assistência especiais. Todas as crianças, nascidas dentro ou fora do matrimônio, gozarão da mesma proteção social.

Talvez a pastora e futura ministra que durante uma pregação em um culto evangélico disse ter visto Jesus Cristo quando estava em cima de uma goiabeira e impediu que o mesmo subisse na árvore para não se machucar, consiga num milagre ou passe de mágica, tratar meninos como príncipes e meninas como princesas. Porém se ela fizer valer o Artigo 25 da Declaração Universal dos Direitos Humanos, os milhões de Alejandros desse país se darão por satisfeitos.
 

Detran alerta sobre autorização para customização de veículos

Customizar o carro ou a moto é uma das formas de se diferenciar na sociedade e mostra um pouco da personalidade do proprietário, mas a iniciativa requer cuidado para não gerar transtornos. As modificações de características de fábrica do veículo precisam ser previamente autorizadas pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA), para evitar punições da legislação.

 A mudança das rodas, colocação de carenagem, envelopamento, rebaixamento da altura e troca de lâmpadas e cor são alguns dos casos previstos no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), como alterações de características originais do veículo, que devem ser fiscalizadas pelos estados.

 Quem pretende fazer modificações deve conseguir a autorização no Detran onde, depois do serviço feito, o veículo passa por uma vistoria que atesta as condições de segurança. A taxa custa R$ 58,30 e as mudanças aprovadas são incluídas no documento de registro e licenciamento. "Itens que alteram a estrutura veicular precisam ser bem avaliados, para garantir que eles não irão prejudicar o funcionamento e a manobrabilidade adequados", explica o perito Domingos Lemos. Dirigir carro customizado sem autorização é infração, que pode variar de leve a gravíssima.

 Fonte: Ascom/ Detran

Oeste receberá investimento de US$ 54 milhões em produção de chocolate

A empresa MCA Projects Holding FZE, com sede nos Emirados Árabes, pretende produzir 20 mil toneladas de cacau por ano no município de Xique-Xique, no oeste da Bahia, em um investimento previsto de US$ 37 milhões. O fruto também será beneficiado na região, com a fabricação de 2,3 mil toneladas de chocolate por ano, em outro investimento da mesma empresa de mais US$ 17,7 milhões. 
Para isso, um memorando de entendimento com a MCA Projects Holding e um protocolo de intenções com a Copixaba Agro Empreendimentos foram assinados pelo governador Rui Costa e representantes das empresas nesta quinta-feira (13), na Governadoria, em Salvador.

 A Copixaba será responsável pela implantação do distrito irrigado, onde trabalharão cinco mil baianos na construção do empreendimento. O distrito irrigado será instalado em Xique-Xique, incluindo obras de infraestrutura hídrica, com investimentos estimados de R$ 600 milhões. As obras devem começar no prazo máximo de dois anos, contados a partir da obtenção da licença de instalação junto ao órgão competente.

Segundo a secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Luiza Maia, o investimento é importante para uma região como a de Xique-Xique. “É necessário ter uma atenção com essas regiões secas, onde é preciso investir na geração de emprego e renda. Este é um investimento alto do agronegócio, muito importante e que está dentro da meta proposta pelo governador Rui Costa de promover o desenvolvimento do interior do estado por meio da industrialização”.

 Repórter: Raul Rodrigues

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Chamadas de fixo para celular ficarão em média 0,4% mais baratas

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou hoje (12) reajuste tarifário dos serviços de ligação de telefones fixos para celular, nos planos básicos ofertados pelas concessionárias. A decisão representa uma redução média de 0,4%, nessas tarifas.

 “Nesta reunião tomamos duas decisões importantes, no varejo e no atacado, com importância grande para mercado e usuários", disse o conselheiro Aníbal Diniz. O conselheiro observou que enquanto o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) está acumulado em 4% em 12 meses, o item de telecomunicações registrou queda de 0,44% no mesmo período.

 O conselheiro disse ainda que o peso do serviço de telecomunicações no INPC caiu de 4,6% pra 2,7%. De acordo com ele, isso indica que os gastos com serviços de telecomunicações estão tendo um peso menor na composição da inflação do país.

 Pela decisão, os clientes da Oi terão redução de 0,24% no serviço. Os contratos da Claro terão redução de 0,9%. A Sercomtel terá redução de 0,1% e Algar Telecom de 1,69%, maior percentual de redução aplicado. Já a Telefônica terá aumento de 0,76% no serviço.

Terreno da Oi

Na reunião desta quarta-feira, o conselho diretor também aprovou pedido da Oi para a venda de um terreno localizado na Estrada Velha do Amparo, em Nova Friburgo, no Rio de Janeiro.

 De acordo com o relator, o presidente da Anatel Leonardo de Morais, esse bem não estava sequer na lista de bens reversíveis da empresa. "Esse imóvel não esteve listado na relação de bens reversíveis. Para além disso, constitui um terreno com área construída parcialmente em ruínas e abrigava a associação esportiva da antiga Telerj, disse o conselheiro. "Esse bem não oferece nenhum tipo de condição para abrigar qualquer bem ou atividade do serviço concedido", afirmou.

 Morais já havia se manifestado favoravelmente à aprovação desta alienação. Na ocasião, o ex-presidente da Anatel Juarez Quadros pediu vistas do processo. Com o fim do mandato de Quadros, o tema voltou à pauta do colegiado.

 A decisão de hoje caminha na direção de outras já tomadas pela agência e indica uma mudança no posicionamento relativo a questão dos bens reversíveis. Em julho, o conselho diretor da Anatel concedeu anuência prévia para a alienação de parte de imóvel da Telefônica Brasil S.A (13,3%) para a prefeitura de São Bernardo do Campo (SP).

 No mesmo mês, a agência decidiu realizar um estudo e impacto sobre a venda de bens reversíveis sobre as concessões de telefonia. “Existe uma preocupação com o potencial impacto econômico na concessão com a alienação desses bens dado o relevante valor econômico quando considerados em seu conjunto”, disse o presidente da agência à época Juarez Quadros.

. Edição: Denise Griesinger

 Tags: CHAMADA DE FIXO PARA CELULARANATEL

Plataforma do Google é utilizada em escolas estaduais baianas


Com o projeto e-Nova Educação, uma parceria da Secretaria da Educação do Estado com o Google, a expressão “cabeça nas nuvens” se transforma e passa a se referir a escolas modernas e estudantes conectados a novas tecnologias. A plataforma educacional utiliza armazenamento de dados e ferramentas como editores de texto e planilhas, todos em nuvem, para o ensino em sala de aula e também fora do colégio.

 O ambiente interativo da plataforma é ideal para atividades escolares e de pesquisa, especialmente no interior. Um exemplo de sucesso é o Colégio Alaor Coutinho, em Mata de São João, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). “Ter isso no colégio nos incentiva a querer estudar. Também é interessante porque, quando o professor passa um assunto do qual a gente não tem conhecimento, a gente pode pesquisar”, afirma Alessandra Soares, 17 anos, estudante do 2º ano do ensino médio.

 Já Lorena Nunes Fonseca, 18, está ansiosa para usar a plataforma. “Pode melhorar nosso rendimento, porque, às vezes, a gente não acompanha muito bem o conteúdo, mas a tecnologia desperta o interesse. E também é possível tirar dúvidas pelo Google, fazer pesquisas e acessar informações”.

 O professor de física Agnaldo dos Santos Júnior é um dos pioneiros na utilização do E-Nova na escola. “Eu tenho 14 turmas aqui no Alaor. Utilizo a plataforma para as aulas com cerca de 500 alunos. Nós conseguimos desenvolver, este ano, um trabalho em conjunto, em sala de aula, diretamente pelo Chromebook, sem quadro negro, sem livros. Eu trouxe os conteúdos, os alunos pesquisaram, criaram blogs, sites e apresentações”.

 Segundo Agnaldo, a proximidade da juventude com a tecnologia facilita o processo de ensino e aprendizado. “Muitos já utilizam computadores e celulares, mas com essa plataforma na escola, a gente mostra a eficácia desta ferramenta para a vida deles, para os estudos e futuramente para o mercado de trabalho. Eles passam a ter essa visão diferenciada”.


Treinamento

 De acordo com a diretora do Alaor Coutinho, Maria do Socorro Aquino, todos os professores da escola fizeram o curso oferecido pelo Google para o uso pedagógico de tecnologias educacionais e estão aptos a utilizar a plataforma. “Muitos professores e alunos já estão utilizando a plataforma no dia a dia. Como é uma tecnologia nova, há um período de adaptação e alguns estão se familiarizando”, explica.

 Além do treinamento para educadores e do acesso à internet com dispositivos móveis, computadores e Chromebooks, o projeto inclui a implementação do pacote de produtos G Suite para Educação. 

Segunda etapa

 Participaram da primeira etapa os colégios estaduais Gastão Guimarães, Felix Mendonça, Bartolomeu de Gusmão, Mimoso do Oeste, Alaor Coutinho, Luiz Tarquínio, Paulo Américo de Oliveira, de Aplicação Anísio Teixeira, Rafael Oliveira, Professor Luiz Fernando Macedo e Odorico Tavares, além Colégio da Polícia Militar - Dendezeiros, Cetep da Região Metropolitana, Ceep Áureo de Oliveira Filho, Ceep Álvaro de Melo Vieira, Ceep Regis Pacheco, Ceep Newton Sucupira, Ceep Carlos Corrêa de Menezes Santana, Centro Noturno de Educação da Bahia e Ceep Adélia Teixeira. 

Na próxima fase, os alunos terão seus emails disponibilizados pela secretaria. Está prevista ainda a entrega de equipamentos complementares nesses colégios e a integração de novas escolas.

 Repórter: Raul Rodrigues

Rui Costa participa do Fórum Nacional de Governadores em Brasília


Governadores em Brasília Cumprindo agenda em Brasília, nesta quarta-feira (12), o governador Rui Costa participa do Fórum Nacional de Governadores, com a presença do ministro da Justiça anunciado para o próximo governo, Sérgio Moro. Rui iniciou sua fala se colocando à disposição de forma apartidária para debater e construir alternativas para o grande trauma que o Brasil vive, atualmente, no âmbito da segurança pública.

 Para Rui, a paz social só será alcançada com efetiva integração entre os estados e governo federal. "Não podemos reduzir a complexidade deste tema a questões políticas e partidárias. Sugiro uma agenda periódica entre o ministro e os governadores. Sugiro ainda que o envio de matérias ao Legislativo seja, num primeiro momento, do que é consensual entre os estados, para conseguirmos rápida aprovação. É muito melhor ter alguns itens consensuais aprovados de imediato do que nenhuma aprovação ao longo de muito tempo", afirmou o governador


Ainda na ocasião, Rui Costa fez uma crítica ao formato do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen). "O Fundo nunca funcionou como Fundo. Não faz o menor sentido submeter projetos de cada estado ao Ministério da Justiça, que não tem pessoal para uma checagem eficaz". Rui lembrou que outros fundos funcionam na educação e na saúde, sugerindo que o modelo pudesse ser implementado também na segurança.

 A lista que envolve o tema segurança pública passou ainda pela necessidade de novas fontes de recursos e ações estratégicas para o combate às drogas, sendo esta, com unanimidade de opiniões, responsável por mais da metade dos homicídios ocorridos no país. "Precisamos de estratégias que, de fato, respondam a esta realidade. Os homicídios estão vinculados ao consumo de drogas e todos sabemos disso", finalizou Rui Costa.


Ainda nesta quarta-feira deve ser construída uma Carta dos Governadores endereçada ao novo governo. Participam da reunião 25 chefes de governos estaduais, além de Sérgio Moro; o atual ministro da Segurança, Raul Jungmann; o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli; e o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha.

 Repórter: Camila Perez

Bahia busca ampliar os repasses federais para a saúde em mais R$ 520 milhões

O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, se reuniu nesta quarta-feira (12), em Brasília, com o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, a fim de ampliar os repasses federais para saúde da Bahia em mais de R$ 520 milhões por ano. Os recursos adicionais referem-se à operação de novas unidades hospitalares estaduais e policlínicas, à ampliação de leitos e serviços de diagnóstico, bem como à recomposição do custeio de instituições federais, como o Hospital Universitário Professor Edgard Santos (Hupes).

 De acordo com o secretário, o Ministério da Saúde reconhece o esforço do Governo da Bahia para ampliar e descentralizar a assistência à saúde, sobretudo, em um momento de restrições orçamentárias e financeiras. "O tesouro estadual vem mantendo unidades hospitalares operacionais, como o HGE 2, Hospital da Mulher e Instituto Couto Maia, todos em Salvador, além do Hospital da Chapada, em Seabra, e o Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus. Neste cenário, o governo federal deveria aportar, no mínimo, R$ 241 milhões", ressalta Vilas-Boas.

 Com mais de 270 mil atendimentos nas regiões de Irecê, Guanambi, Jequié, Alagoinhas, Feira de Santana, Valença, Santo Antônio de Jesus e Teixeira de Freitas, as oito policlínicas inauguradas entre o fim de 2017 e o primeiro semestre de 2018 devem receber o aporte de R$ 89,8 milhões do governo federal para cobrir parte dos custos da operação, visto a ampliação de serviços especializados e exames de alta complexidade, como ressonância magnética.

 Com as habilitações de serviços e a ampliação dos recursos destinados ao teto de média e alta complexidade (MAC) do Estado da Bahia, o governo estadual avançará ainda mais na missão de expandir e descentralizar o atendimento a saúde da população

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Governador recebe condecoração da Marinha do Brasil


As comemorações pelo Dia do Marinheiro, celebrado em 13 de dezembro, já começaram no 2º Distrito Naval, em Salvador. A tradicional solenidade foi realizada nesta terça-feira (11), na sede do Comando, no bairro do Comércio, onde o governador Rui Costa foi condecorado com a Medalha Mérito Tamandaré. A honraria é concedida a autoridades, instituições, civis e militares que divulgaram e fortaleceram as tradições navais.

 “Estou feliz por receber essa honraria da Marinha do Brasil, uma instituição que orgulha a todos os brasileiros e que tem uma história extraordinária. Essa homenagem que recebi leva o nome do almirante Tamandaré, patrono da Marinha, e que também foi um lutador do 2 de Julho, pela independência da Bahia. É um orgulho imenso”, destacou o governador. Segundo o comandante do 2º Distrito Naval, vice-almirante Almir Garnier, para conceder a Medalha Mérito Tamandaré, a Marinha utiliza alguns critérios. “Nós oferecemos a condecoração a pessoas que nos apoiam de alguma maneira e que propagam as boas práticas da instituição. Como o governador Rui Costa afirmou em seu discurso, a Marinha está presente na Bahia desde o momento de sua independência, uma data que marca o fortalecimento do povo e do estado”, explicou.


Premiação

 Além das homenagens, também foi realizada a premiação de estudantes vencedores do concurso de redação da “Operação Cisne Branco”, que busca despertar nos jovens, seus pais e professores o interesse pelos assuntos ligados ao Poder Naval, Poder Marítimo, Amazônia Azul e História Naval do Brasil. A cerimônia também contou com a presença de Rui Costa.

 Iniciativa da Marinha, o concurso teve participação de alunos da rede estadual de ensino e de colégios militares, do 6º ao 9 ano do Ensino Fundamental, e de todas as séries do Ensino Médio. Receberam o prêmio, nesta terça, os estudantes Nicole Menezes (ensino médio local e regional), Thaís do Nascimento Ramos (ensino fundamental local) e Cláudia Maria da Silva Mota (ensino fundamental local).


Uma das vencedoras do concurso, a estudante Nicole Menezes, que escreveu sobre a Marinha, ficou surpresa com a premiação. “Eu não esperava ganhar. Fui indicada por uma professora para participar e estou muito feliz. Durante as pesquisas, pude conhecer mais sobre a instituição. Descobri que a Marinha é mais que uma carreira, é uma opção de vida. Quem escolhe essa missão precisa ter o desejo de servir à nação. Nunca vou esquecer desse concurso e desse prêmio”, revelou a aluna do 3º ano do Ensino Médio, do Colégio Estadual Bertholdo Cirilo dos Reis, localizado no bairro São João do Cabrito, em Salvador.

 Repórter: Lina Magalí

domingo, 9 de dezembro de 2018

Bahia integra operação nacional de combate a fraudes com notas fiscais

O fisco baiano integra uma operação nacional, deflagrada na ultima sexta-feira (7), envolvendo as secretarias da Fazenda de 19 estados e a Receita Federal, para combate a emissores de notas fiscais frias, empresas fantasmas e uso de laranjas. Conhecidas como 'noteiras', essas empresas ganharam impulso no ambiente digital com a expansão dos documentos fiscais eletrônicos e, na Bahia, vêm sendo alvo de acompanhamento diário pelo pioneiro Centro de Monitoramento Online (CMO).

 A cada dia útil, em média, 12 empresas são excluídas do cadastro do ICMS na Bahia por fraudes comprovadas. Apenas em 2018, o CMO tornou inaptas 2.810 empresas irregulares. Desses casos, 586 empresas foram punidas por indícios de fraude, 999 por não serem encontradas no local registrado e 1.225 eram microempreendedores que extrapolaram o limite de compras para esta categoria.

 A Bahia é o único estado do país a distribuir o Alerta de Irregularidade, que notifica outros fiscos estaduais e a Receita Federal sobre empresas baianas tornadas inaptas que praticaram operações interestaduais irregulares. A maior parte destas operações envolve emissões de notas fiscais eletrônicas frias para o acobertamento de cargas e transferência de créditos fiscais fraudulentos, entre outras práticas criminosas que terão repercussão em outros estados.

 Monitoramento on-line

 O monitoramento online das empresas é realizado por unidades que funcionam nas três regiões fiscais do estado (metropolitana, norte e sul). O trabalho consiste no cruzamento de informações cadastrais e de dados sobre emissões e recebimentos de notas fiscais eletrônicas e arrecadação.

 O trabalho exige atualização permanente das bases de dados pesquisadas, o que possibilita a identificação célere de movimentações suspeitas. Após confirmação das irregularidades, as empresas são tornadas inaptas de ofício pela Sefaz-BA e, além disso, ocorre fiscalização posterior para apuração do imposto devido aos cofres públicos. Empresas laranjas, por exemplo, vêm sendo verificadas poucos dias depois de iniciarem suas atividades e expurgadas de imediato do cadastro do Estado da Bahia.

 Entre os 'modus operandi' mais comuns estão os de empresas que emitem nota fiscal de venda sem comprar nada, compram grandes quantidades, principalmente, de itens de grande sonegação, e não vendem nada, fazem movimentações interestaduais de mercadorias e não têm documentos vinculados de transporte (MDF-e – Manifesto de Carga Eletrônico ou CT-e – Conhecimento de Transporte Eletrônico), além de empresas constituídas que criam outros cadastros em nome de terceiros para evitar que o faturamento ultrapasse o limite do Simples Nacional.

 Fonte: Ascom/Sefaz-BA

sábado, 8 de dezembro de 2018

Celulares irregulares serão bloqueados a partir de hoje em 10 estados

Começa hoje (8), o bloqueio de celulares irregulares, também chamados de piratas, nos estados do Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e Tocantins, habilitados a partir de 23 de setembro deste ano.

 Nesses estados, segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), os usuários de aparelhos irregulares começaram a receber mensagens de SMS, informando que o aparelho é irregular e que será bloqueado. “Operadora avisa: Pela Lei 9.472 este celular está irregular e não funcionará nas redes celulares em 75 dias”. A primeira mensagem foi encaminhada no dia 23 de setembro. Depois, alerta similar foi encaminhado 50 dias e 25 dias antes do bloqueio.

Ontem (7), na véspera do bloqueio, os aparelhos de celular receberam a mensagem: “Operadora avisa: Este celular IMEI XXXXXXXXXXXXXXX é irregular e deixará de funcionar nas redes celulares”.

 A Anatel informou ainda que os usuários que têm aparelhos móveis irregulares habilitados antes do dia 23 de setembro não serão afetados pelo bloqueio, desde que não alterem o número telefônico.

 De acordo com a agência reguladora, a medida visa combater o uso de celulares falsificados ou com IMEI adulterado, clonado ou outras formas de fraude. A medida também busca inibir a comercialização de aparelhos não homologados no país.

 O IMEI (do inglês International Mobile Equipment Identity) é o número de identificação do celular. É um código composto por 15 números que permite identificar a marca e modelo do aparelho.

Para saber se o número de IMEI é legal, basta discar *#06#. Se a numeração coincidir com o que aparece na caixa do aparelho, o celular é regular. Caso contrário, há uma grande chance de o aparelho ser irregular.

 A Anatel informou ainda que o usuário de serviço móvel que estiver com sua situação irregular deve procurar a empresa ou pessoa que vendeu o aparelho e buscar seus direitos como consumidor.

A Anatel criou em seu portal na Internet um espaço com informações do projeto de bloqueio de celulares, o projeto Celular Legal. No site também é possível verificar se o celular apresenta alguma irregularidade.

 Cronograma

 O bloqueio de celulares irregulares começou pelo Distrito Federal e por Goiás. Os aparelhos irregulares começaram a ser bloqueados no dia 8 de maio. Segundo a Anatel, já foram excluídos das redes das prestadoras móveis 103 mil celulares irregulares nas duas unidades da federação.

 Nos estados da Região Nordeste e demais estados da Região Norte e Sudeste, incluindo São Paulo, o encaminhamento de mensagens aos usuários começará no dia 7 de janeiro de 2019. Os aparelhos serão desligados 24 de março de 2019. Nesses estados, a medida valerá para aparelhos irregulares habilitados a partir de 7 de janeiro do próximo ano.

 Aquisição no exterior

 Celulares comprados no exterior vão continuar funcionando no Brasil, desde que sejam certificados por organismos estrangeiros equivalentes à agência reguladora. Um celular só é considerado irregular quando não possui um número IMEI registrado no banco de dados da GSMA, associação global de operadoras.

Não serão considerados irregulares os equipamentos adquiridos por particulares no exterior que, apesar de ainda não certificados no Brasil, tenham fabricantes legítimos como origem.

Edição: Lílian Beraldo

 Tags: TELEFONIAANATELCELULAR IRREGULARIMEI

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Hotel de alto luxo é inaugurado no Centro Histórico de Salvador

Um coquetel reuniu autoridades na inauguração do Hotel Fasano Salvador, primeiro do grupo no Nordeste, na noite desta quinta-feira (6). Localizado em frente à Praça Castro Alves, no Centro Histórico da capital, o estabelecimento de alto luxo ocupa o antigo prédio do Jornal A Tarde, construído na década de 1930 e tombado como Patrimônio Histórico da cidade. Junto com o hotel, Salvador ganha o Restaurante Fasano, que oferece culinária e serviços requintados . O governador Rui Costa compareceu ao evento acompanhado por secretários estaduais. “Quero parabenizar os grupos Fasano e Prima que apostaram na Bahia e estão inaugurando esse hotel de marca internacional. Aqui ao lado, temos também o Hotel Palace, que foi reaberto recentemente", disse.
O governador acrescentou que "o nosso Centro Histórico está sendo revitalizado" e anunciou o lançamento de uma oferta pública dos prédios do Estado para "investidores que queiram abrir hotéis e áreas de negócios que geram empregos no nosso centro. Que tenhamos mais e mais negócios gerando emprego e renda para a população".
O Fasano Salvador possui 70 suítes de alto padrão. A instalação do hotel exigiu cuidados com a estrutura original. A restauração do lobby preservou o revestimento das paredes e o piso foi reproduzido fielmente em mármore carrara e granito. A fachada foi toda revestida com argamassa de pó de pedra. A estrutura do hotel oferece aos hóspedes terraço com bar e piscina, fitness center e o Wellness SPA, com três salas de massagem e sauna úmida, além de um business center com três salas. “É um projeto magnífico, em um lugar histórico. Ver o nome da minha família estampado neste prédio me deixa muito emocionado”, declarou o sócio diretor do Grupo Fasano, Rogério Fasano. O hotel está funcionando em sistema 'soft opening' (apenas para convidados) e estará aberto ao público a partir do dia 15 de dezembro. Fasano Litoral Norte

quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Faculdade aumenta desconto para servidores estaduais

O Centro Universitário Estácio da Bahia (Estácio/FIB), parceira do Clube de Desconto do Servidor, aumentou o benefício para os servidores do Poder Executivo Estadual que ingressarem na instituição a partir do semestre 2019.1. Os novos alunos terão 50% de desconto sobre o valor da mensalidade até o fim do curso.

 O benefício não é cumulativo e não se aplica ao curso de medicina. Além do desconto, os cinco primeiros alunos que realizarem a matrícula ganharão um Hub USB cada um. Para usufruir do benefício, é necessário acessar este site e utilizar o Código de Inscrição de número 38851 no campo denominado 'Consultor'. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (71) 2107-8101 / (71) 99120-6767 (procurar Lucas).

 Regulamentado pelo Decreto 11.568/09, o Clube de Desconto do Servidor é um programa de benefícios que oferece abatimentos em produtos e serviços para funcionários públicos estaduais (ativos e inativos), além de pensionistas. O programa possui cerca de 300 empresas parceiras, que atuam em 30 segmentos distintos. A relação completa dos parceiros e dos seus respectivos descontos está disponível no Portal do Servidor.

 Fonte: Ascom/Saeb

Locais de provas da reaplicação do Enem já estão disponíveis

Os 2,7 mil inscritos que participarão da reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem acessar o cartão de confirmação, que contém o local de prova, a partir de hoje (5). As provas serão aplicadas nos dias 11 e 12 de dezembro, em 16 municípios, para os estudantes que tiveram o Enem cancelado devido a intercorrências logísticas como falta de luz e outros imprevistos.

 Para saber o local de prova é necessário acessar a Página do Participante com o CPF e a senha cadastrados no ato da inscrição. Aqueles que não se recordam da senha podem redefini-la. O passo a passo encontra-se dentro do sistema de inscrição, na opção “Orientações para Recuperação de Senha”.

 Também nos dias 11 e 12 de dezembro, será aplicado o Exame Nacional do Ensino Médio a Pessoas Privadas de Liberdade e Jovens sob Medida Socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL). Este ano, o Enem PPL teve 41.044 inscrições e será aplicado em 1.436 unidades em todos os estados brasileiros.

 O Enem regular foi aplicado nos dias 4 e 11 de novembro em 1,7 mil municípios. Mais de 4 milhões de estudantes participaram do exame. As notas do Enem podem ser usadas para concorrer a vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas de estudo em instituições privadas pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e a vagas no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

 Edição: Fernando Fraga

 Tags: ENEMREAPLICAÇÃO DO ENEMMINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

Talitha Costa faz Tributo aos Beatles no Natal Encantado


Esta sexta-feira à noite reserva uma grande novidade para quem é fã dos eternos Beatles na Princesa do Sertão.

 The Beatles, a banda de rock britânica formada em Liverpool em 1960, receberá uma homenagem dos feirenses na edição 2018 do Projeto Natal Encantado.

 Para a alegria dos beatlemaníacos baianos, no dia 07 de dezembro, na Praça da Avenida Getúlio Vargas, às 19h30min, acontecerá o ‘Talitha canta Beatles', concerto promovido pela Secretaria de Cultura (SECEL), juntamente com a Prefeitura Municipal de Feira de Santana, onde os maiores clássicos da banda serão interpretados com uma roupagem especial na versão da cantora Talitha Costa, artista já reconhecida na cidade em virtude do seu enorme talento.

 O repertório é composto pelas canções de maior expressão da banda, como 'Hey Jude', 'Let It Be”, 'Twist and Shout', 'Help', dentre outras que marcaram a vida dos fãs espalhados por todo o mundo. 

Esta é a sexta edição do evento que teve sua estreia em 2013 e que, a cada ano, transforma a nossa cidade em palco das mais variadas manifestações artísticas e culturais.

 Fonte: ABC Produções Contato | (75) 9 9231-4444

Miolo assina protocolo para ampliação da produção e nova fábrica


Representantes do Grupo Miolo e o governador Rui Costa assinaram protocolo de intenções na noite desta quarta-feira (5), na Governadoria, em Salvador, para a ampliação da unidade de Casa Nova e implantação de uma fábrica de suco em Barra. Os dois municípios ficam localizados no norte da Bahia.

 Nos próximos dois anos, a Vinícola Terra Nova, pertencente ao Grupo Miolo, em Casa Nova, no Vale do São Francisco, irá investir R$ 30 milhões para ampliar a unidade de produção de vinhos, destilados e espumantes, além de implantar uma nova linha de fabricação de sucos. A meta é dobrar a produção anual, passando dos atuais 4 milhões de litros para 8 milhões.

 Com a ampliação da unidade baiana, responsável pela geração de 30% da receita do Grupo Miolo no Brasil, serão gerados 100 novos empregos, que vão se somar aos atuais 180 postos de trabalho da vinícola.

 O investimento previsto pelo Grupo Miolo no município de Barra é da ordem de R$ 10 milhões, englobando a reforma de uma estrutura fabril desativada – a Barra Frutos –, equipamentos e implantação de vinhedo em uma área de 50 hectares. Está prevista, nesse processo, a geração de 200 empregos.

 Também participaram da solenidade de assinatura do protocolo o vice-governador do Estado, João Leão, e a secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Luiza Maia, assim como o superintendente e o presidente do Conselho de Administração do Grupo Miolo, Adriano Miolo e Eurico Benedetti, respectivamente.

 “Nós assinamos um protocolo de intenções para a ampliação do que eles já produzem. São 2 milhões de garrafas já produzidas e vamos dobrar essa produção. Teremos ainda uma nova unidade do grupo em uma área que era de propriedade da Sudic, que vai fabricar mais um milhão de garrafas de suco", afirmou Leão.

Polo de vitivinicultura

 A produção total do grupo soma, em média, 10 milhões de litros por ano, numa área cultivada de vinhedos próprios com aproximadamente mil hectares. Em Casa Nova, são 200 hectares irrigados com as águas do Rio São Francisco, por meio do sistema de gotejamento, com duas colheitas anuais. A reativação da unidade fabril de sucos em Barra possibilitará a integração de produtores da região, que serão incentivados a produzirem para a fábrica.

 A expansão dos negócios do Grupo Miolo na Bahia consolida o Vale do São Francisco como polo de vitivinicultura, posto antes ocupado pela região sul do país. Atualmente, o grupo possui quatro vinícolas: três no estado do Rio Grande do Sul e uma na Bahia, em Casa Nova.

 De acordo com o superintendente Adriano Miolo, a companhia possui hoje 85 rótulos. “A região do Vale do São Francisco é importante para nós. Ela fez com que nós ganhássemos prestígio e mercado, tanto é assim que estamos desenvolvendo este novo projeto. A região do São Francisco na Bahia é próspera para esta elaboração, onde se tem duas colheitas de uvas por ano e a possibilidade de se fazer sucos o ano inteiro. Para se produzir sucos naturais e integrais, sem conservantes, seguramente é a melhor região do Brasil", destaco


Custeio

 O Banco do Nordeste (BNB) já garantiu R$ 20 milhões para custeio do projeto do Grupo Miolo. O superintendente do Banco do Nordeste na Bahia, José Gomes, revelou que o estado está fechando o ano com cerca de R$ 9,5 bilhões em investimentos captados na instituição.

 “No caso do Grupo Miolo, trata-se de um cliente histórico, através das agências de Juazeiro e Casa Nova. O que pretendemos fazer agora é ampliar isso, para custeio da unidade nova que será construída no município de Barra e também para a ampliação da unidade de produção de Casa Nova. Nós também investimos no entorno do que a Miolo traz, como o enoturismo, o Vapor do Vinho, tudo girando em torno da presença da Miolo na região”, ressaltou Gomes.

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Festa de Santa Bárbara abre ciclo de festejos populares da Bahia


O vermelho predominou entre o colorido dos casarões do Largo do Pelourinho nesta terça-feira (4). Os devotos de Santa Bárbara, Iansã ou Oyá compartilharam com alegria e fé o altar montado em frente à Casa de Jorge Amado. Missa e afoxé se misturaram na cerimônia, que marca também a abertura do ciclo de festas populares da Bahia. Em seguida, a imagem de Santa Bárbara foi levada em procissão até o Quartel do Corpo de Bombeiros, na Barroquinha, onde o carro-bomba 'Vovó', de 1912, deu um banho de água de cheiro nos fiéis, antes de ser servido o tradicional caruru.

 “Santa Bárbara é a padroeira do Corpo de Bombeiros. Isso vem do fato de que Santa Bárbara perdeu a vida salvando as pessoas. Essa nossa tradição vem de muitos anos, com o tempo foi se perdendo e, com a autonomia do Corpo de Bombeiros, nós a estamos resgatando com muita força desde 2015. Santa Bárbara está presente aqui conosco”, destacou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros da Bahia, coronel Francisco Telles.

 De acordo com o prior da Irmandade dos Homens Pretos, Adonai Ribeiro, a Festa de Santa Bárbara é realizada "desde o século 17 e já faz parte da tradição da Bahia. A igreja era no Comércio e pegou fogo. Então, a festa foi transferida para o mercado, na Baixa do Sapateiros. Quando o mercado começou a cair em decadência, os proprietários, em 1985, doaram a imagem à Igreja do Rosário. De lá para cá, todos os anos, nós celebramos a festa da nossa gloriosa Santa Bárbara”.

 Para a secretária estadual de Promoção da Igualdade Racial, Fabya Reis, a Festa de Santa Bárbara representa "uma mensagem de paz e de esperança, de respeito e de tolerância religiosa. É um dia que os baianos estabeleceram no seu calendário para fazer a sua celebração. Muita gente de vermelho e branco em nome do direito pela livre expressão religiosa. Salve Santa Bárbara. Salve Iansã”.


Devotos

 Entre os devotos, histórias de vida como a de Djanira Lopes e a filha Jaqueline Bárbara, que completou 40 anos nesta terça (4). “Eu nasci no dia de Santa Bárbara. Então, eu tenho que saudar minha rainha todos os anos”, afirmou Jaqueline. Djanira revelou que a tradição veio da mãe. “É um sentimento muito grande, de raiz, um sentimento puro. É importante ir passando essa tradição, entre quem é devoto de verdade”.

 A devota Maria Cristina Borges distribui o acará, ou o bolinho do acarajé, há mais de 15 anos nas festas de Santa Bárbara. “O acará é um dos alimentos de Oyá. Nós o distribuímos para trazer fartura para todos e, principalmente, como um gesto de gratidão por tudo o que ela representa. Eu sou filha de Oyá. Ela é o ar que eu respiro, a rainha da minha vida. Eparrê, Oyá”, disse.

 A Festa de Santa Bárbara tem importância também para o turismo religioso. O auditor Flávio Garrido é de Santos (SP) e participou pela pela quarta vez da celebração. Somente no grupo dele, são 12 pessoas vindas do interior paulista. “Nós somos todos umbandistas da Tenda do Oriente, lá de São Paulo, todos devotos de Santa Bárbara. A gente procura sempre formar esse grupo para que as pessoas conheçam esta verdadeira demonstração de fé, juntamente com Iansã, que é nossa mãe. Por isso, procuramos trazer mais pessoas a cada ano, para conhecerem esse axé”.

 Repórter: Raul Rodrigues

Festival de violão abre programação de dezembro do MAB

Entre os dias 05, 06 e 07 de dezembro o Museu de Arte da Bahia apresenta a terceira edição do Festival de Violão Cristina Tourinho, consolidando-se como importante ferramenta de fomento às produções violonísticas da Bahia.

 O festival que é uma realização da Ufba, nascida da iniciativa de estudantes e professores, tem a direção artística do Prof. Dr. Robson Barreto, do violonista e produtor Me. Vladimir Bomfim e a coordenação do Prof. Me. Felipe Rebouças.

 Nas edições anteriores, se o Festival já havia proporcionado ao público momentos de pura emoção e surpresa, como na entrega de placa e homenagem à Prof. Dr. Cristina Tourinho ou no lançamento do CD Ao Sertano de João Omar, em 2018, promete ainda mais com atrações de grande linha e encontros imperdíveis. Shows, palestras e workshops também estarão no repertório, com artistas e pesquisadores premiados como o incontornável violonista costarriquenho Mario Ulloa, o compositor e performer Mateus Dantas, o compositor Alexandre Espinheira, além da ilustre presença da professora Cristina Tourinho, do professor Robson Barreto e a Orquestra de Violões da UFBA, entre outras atrações.

 O Festival estará homenageando o compositor e violonista Josmar Assis. Tudo com entrada franca. 

Fonte: Ascom/ MAB

Governador contabiliza R$ 400 milhões anuais de economia com reforma administrativa

O governador Rui Costa reafirmou em entrevista coletiva, na tarde desta segunda-feira (3), a extinção de aproximadamente 800 cargos comissionados e a reestruturação de empresas e autarquias da administração estadual. As medidas fazem parte da nova reforma administrativa do Estado e devem gerar uma economia superior a R$ 400 milhões anuais, tornando a máquina estadual mais enxuta e eficiente na prestação de serviços à sociedade.

 Participaram da coletiva, realizada no Salão de Atos da Governadoria, em Salvador, jornalistas dos principais veículos de comunicação da capital e do interior. “Não nos resta outra alternativa. O que estamos fazendo agora são medidas também preventivas, assim como foi feito em 2014, para evitar as dificuldades que devem se apresentar nos próximos quatro anos. Segundo analistas, 2019 não será um ano de rápida retomada da economia e essa ação era urgente”, afirmou Rui.

 O governador acrescentou que “mexeremos também no teto estadual. De acordo com a Constituição brasileira, é o salário do governador, mas a Constituição baiana tinha uma redação dúbia, o que levou 2,5 mil pessoas, da ativa e aposentados, a receberem acima do teto. Mandamos [à Assembleia Legislativa] uma redação mais clara, copiando o trecho que trata do assunto da Constituição Federal para que não haja dúvida. Para não reduzir salários, transformamos em vantagem pessoal o que ultrapassa o teto. Ninguém terá um real sequer de redução de salário, mas também não haverá beneficiamento por conta do aumento do Supremo Tribunal Federal".
Rui disse ainda que “há um agravamento no déficit da previdência. Já em 2007, quando [Jaques] Wagner assumiu, não existia poupança previdenciária. Quando assumi, eram R$ 2 bilhões de déficit e, no primeiro mandato, o déficit dobrou, chegando a R$ 4 bilhões. Nesse período, tivemos o maior número de aposentadorias da história da Bahia, que foi causado por todo o processo da Reforma da Previdência”.

 O peso dos gastos com aposentadoria dos servidores nas contas públicas da Bahia impôs a necessidade de majorar a alíquota de contribuição dos servidores e este é outro ponto da reforma. Sobre o aumento da alíquota da contribuição da Previdência Estadual de 12% para 14%, o governador lembrou que “dez estados já aumentaram a contribuição e a Bahia é o 11º, tendo estados que aprovaram a medida há quatro anos”.

 O projeto de lei com a nova reforma foi enviado para a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) na última sexta-feira (30).

Mudanças

 Com a reforma, serão encerradas as atividades do Centro Industrial Subaé (CIS) e da Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic), que se tornarão superintendências integradas à estrutura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). Já a Bahia Pesca poderá ser adquirida pela iniciativa privada ou gerida por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP). Vale destacar, no entanto, que atividades industriais e pesqueiras permanecerão na agenda do Estado, especialmente em se tratando de políticas públicas, sendo fomentadas pelo Governo.

 A reforma também prevê a extinção da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), que se tornará uma superintendência. No entanto, Rui informou que “um acordo foi proposto pelos funcionários e, se aprovado, pode mudar a situação da empresa, dentro do projeto de reforma”. 

Outras unidades passarão por um processo de reestruturação que envolverá a extinção de diretorias e funções como a de presidente. São elas: Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), Empresa Gráfica da Bahia (Egba), Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), Junta Comercial do Estado (Juceb) e Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-BA).

 O fechamento dessas unidades, aliado à dissolução de setores e cargos, possibilitará garantir maior robustez à capacidade executiva do Estado baiano, mantendo o equilíbrio fiscal, diante da longa crise econômica vivida pelo país.

 Segunda reforma

 Em 2014, uma reforma foi liderada pelo então governador recém-eleito Rui Costa. A iniciativa modernizou o Estado e contribuiu para manter a estabilidade financeira, com esforço no controle de gastos iniciados com os Decretos de Contingenciamento, ainda na gestão Wagner. Somente com esta reforma administrativa, foram extintas secretarias e 1,6 mil cargos, acarretando em uma economia de R$ 200 milhões aos cofres públicos.

 Agora, quatro anos depois, apesar do cenário desfavorável, o Estado vem conseguindo manter o equilíbrio das contas, em função de uma estratégia que combina a melhoria do desempenho do fisco, ampliando, inclusive, a participação do Estado no conjunto do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nacional, com o controle rigoroso dos gastos públicos.

 “Foi um planejamento que visava os próximos quatro anos. Imaginando um cenário adverso, que se tornou realidade, nos preparamos e fizemos um enxugamento da máquina pública. Conseguimos atravessar sem sofrer colapsos e interrupções de serviços públicos esse período e a ideia é fazer o mesmo agora”, assegurou Rui.

 Salários em dia

 Atualmente, a Bahia está entre os doze estados que pagam o salário dos servidores dentro do mês trabalhado. Outros cinco estados pagam os salários até o 5º dia útil do mês subsequente, sete continuam a parcelar os salários e três estão pagando a folha até o 10º dia útil do mês seguinte, totalizando dez estados que pagam a folha fora do prazo previsto em lei. Portanto, todas essas medidas presentes na nova reforma administrativa visam, justamente, assegurar que o Estado continue a pagar rigorosamente em dia os salários dos servidores, honrando ainda compromissos com fornecedores e mantendo um perfil confortável de endividamento.

 Repórter: Renata Preza

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Direito da Uefs completa 20 anos entre os melhores cursos do País

Professores e estudantes da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) organizam um grande evento em comemoração ao marco de 20 anos da fundação do curso de Bacharelado em Direito. O evento ocorrerá nestas segunda e terça-feira (3 e 4), sempre às 19h, no Anfiteatro, localizado no Módulo 2, Campus Universitário.

 Fundado em 1998, o curso procura manter a harmonia entre ensino, pesquisa e extensão, desenvolvendo reflexões em torno de um conhecimento jurídico-crítico e comprometido com os desafios e complexidades da sociedade. Nessa perspectiva, o curso de Direito da Uefs desenvolve projeto pedagógico buscando formar bacharéis que não se limitem a reproduzir um conhecimento dogmático sem ressignificação, mas aptos a reinterpretar os códigos e dialogar com outros saberes produzidos para além do conhecimento teorizado, a partir das práticas sociais e, com eles, construir uma sociedade mais justa, livre e igualitária.

 Em 2011 e 2016, o curso Direito da Uefs foi contemplado com o Selo OAB Recomenda. Avaliado pela Comissão Nacional de Estudos Jurídicos do Conselho Federal da OAB (CNEJ/CFOAB), o curso, com o Selo, figura entre os de melhor qualidade do País.

 As comemorações pelos 20 anos marcarão este perfil, lançando possibilidades para aprimorar o trabalho já realizado. Nesta segunda-feira (3), será contada a história do curso pelos professores José de Lima e Beatriz Lisboa, que contribuíram para a construção do Bacharelado em Direito da Uefs. Ainda no primeiro dia, ocorrerá a Conferência Magna com o tema ‘O processo e a Constituição’, ministrada pelo professor doutor Wilson Alves de Souza (titular das disciplinas Teoria Geral do Processo e Direito Processual Civil, da Faculdade de Direito da Ufba).

A programação prevê, para terça-feira, Conferência Magna com o tema ‘O Direito como Instrumento de Transformação Social’, ministrada pela professora doutora Marília Muricy (professora de Teoria do Direito e Filosofia do Direito da Ufba). Por fim, haverá homenagens aos professores da Instituição e a todos que contribuíram para a sua formação e desenvolvimento do curso, bem como o lançamento da Revista nº 2 do Colegiado de Direito. FSA, 3 de dezembro de 2018. Área de anexos

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Governador participa da inauguração da 1º linha de produção da Heineken no Nordeste

Para atender às crescentes demandas do mercado consumidor de cerveja, em especial da região Nordeste do País, o Grupo Heineken no Brasil inaugurou, nesta sexta-feira (30), a 1ª linha de produção da marca Heineken na região. Com isso, a unidade será a quarta do grupo a produzir a cerveja Heineken no país. O investimento de R$ 135 milhões em Alagoinhas reforça a parceria da empresa com o Estado da Bahia e com o Município, e contribui para o fortalecimento socioeconômico, empregando 636 pessoas diretamente e outras 300 indiretamente.
Presente na inauguração, o governador Rui Costa ressaltou que "mais investimento significa mais emprego, principalmente quando está agregando a imagem de uma cerveja reconhecida mundialmente pela qualidade, que agora passa a ser produzida na nossa Bahia". Rui Costa aproveitou a ocasião para solicitar que "o grupo, dentro do planejamento de investimentos, continue a olhar com carinho para a Bahia, considerando aporte na produção de água mineral e sucos, afinal, a Bahia é um dos produtores de frutas do Brasil e também o estado que possui o maior número de agricultores familiares do território nacional".
De acordo com Marcelo Jorge de Araujo, Diretor da cervejaria, a nova linha acompanha o crescimento do mercado de cervejas Premium, liderado pela marca Heineken. “O Grupo Heineken no Brasil tem o compromisso de atender o mercado brasileiro com cervejas de alta qualidade e sua estratégia de operação acompanha o crescimento do mercado e favorece a logística, em especial na região Nordeste”, afirma.

 A obra incluiu a montagem de quatro tanques horizontais usados exclusivamente para o processo de fermentação de Heineken; ampliação da linha de vidro - a maior do grupo no Brasil em flexibilidade de produção para diferentes tipos de embalagens; nova embaladora para a linha de latas, permitindo a fabricação de diferentes produtos e embalagens e uma nova e moderna linha de chope. A Cervejaria de Alagoinhas está entre as maiores do grupo e os investimentos recebidos são parte de um projeto que se estenderá até 2019.

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Com 41 anos de história na cidade, jornalista Madalena de Jesus recebe Título de Cidadã Feirense


Foi incentivada pelos pais, o agricultor Amílcar de Jesus, “seo” Zinho, e a dona de casa Firmina dos Santos, que Maria Madalena de Jesus veio para Feira de Santana cursar o Ensino Médio, em 1977. Nascida em Conceição do Jacuípe, a jornalista, radialista e professora, que há 41 anos tem Feira de Santana como um dos principais cenários da sua história, recebe no dia 4 de dezembro, às 19h30, o Título de Cidadã Feirense concedido pela Câmara Municipal de Feira de Santana. O projeto que concede a honraria foi apresentado pelo vereador Marcos Lima e aprovado por unanimidade pelos demais edis.

 Madalena, que também é servidora pública, tem dedicado décadas de serviço à Prefeitura e Câmara Municipal, como assessora de comunicação. Para ela, o reconhecimento é um motivo de celebração e orgulho. “Desde o momento em que eu decidi ter Feira de Santana como meu lugar, onde eu iria viver, me tornei feirense, de fato. A minha vida nos últimos 41 anos não existe sem Feira de Santana. O que a Câmara faz agora – e eu agradeço – é oficializar isso”, declarou a homenageada. Ela acrescenta ainda que “não tem como desvincular minha história de Feira de Santana”.


Apesar de possuir um extenso currículo pedagógico e ter paixão pela sala de aula, é no jornalismo que Madalena de Jesus se destaca como referência profissional. A vocação começou no Colégio Estadual de Feira de Santana, onde fez o curso de Redator Auxiliar. Iniciou sua vida profissional como estagiária do A Tarde, pelas mãos do também jornalista Zadir Marques Porto, e a partir daí trabalhou nos principais jornais da cidade: Folha do Norte, Gazeta Feirense, Feira Hoje, Folha do Estado, além das revistas Hoje e Panorama da Bahia. Também atuou na rádio em programas como Toque de Mulher, Acorda Cidade e na emissora Antares FM.

 Em 2017, Madalena lançou o livro, “Tabuleiro da Maria”, uma coletânea de crônicas publicadas em seu blog pessoal. Atualmente, ela divide seu tempo entre a Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal, da Faculdade de Tecnologia e Ciência de Feira de Santana (FTC) e o site Bahia na Política. Para ela, ao longo desses 41anos vivendo na cidade, entre suas maiores conquistas está “a construção de minha família, filha e netos, sob as bênçãos de Deus e de Senhora Santana”.

Programa Água Doce garante acesso à água para mais de 100 mil baianos

A entrega simbólica de 145 sistemas de dessalinização implantados em 24 municípios baianos e a assinatura do IV Pacto Nacional do Programa Água Doce (PAD) foi realizada, na manhã desta quarta-feira (28), durante o Encontro Nacional do PAD 2018 em Salvador.

 O programa criado pelo Ministério do Meio Ambiente conta com o apoio da Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema), da Companhia de Engenharia Hídrica e Saneamento da Bahia (Cerb) e a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) para execução da iniciativa no estado. Na primeira etapa do PAD, concluída neste mês, foram implantados os 145 sistemas em 24 municípios que fazem parte do semiárido baiano. A estimativa é de que 116 mil baianos sejam beneficiados diretamente pelo programa.

 Segundo o secretário de Meio Ambiente do Estado, Geraldo Reis, a previsão é de que mais 150 sistemas de dessalinização sejam entregues aos baianos na segunda etapa do programa. “Essa primeira etapa teve um custo de cerca de R$ 22 milhões e a segunda que está em curso já com equipamentos construídos em algumas cidades será entregue no primeiro semestre de 2019. Estamos falando de um investimento de R$ 61 milhões e neste evento estamos reafirmando a parceria com o Ministério do Meio Ambiente”.

 O Programa Água Doce tem como finalidade garantir o acesso à água de qualidade para o consumo humano, a partir da utilização de sistemas de dessalinização de água salobra. Criado em 2004, o programa está presente em nove estados do Nordeste e em Minas Gerais.

 De acordo com o coordenador nacional do PAD, Renato Saraiva Ferreira, a assinatura do pacto de execução do programa é mais uma forma de reafirmar as parcerias entre as secretarias estaduais e os órgãos da gestão municipal. “É uma afirmação das parcerias, da continuidade e de que os sistemas venham sendo implantados com cuidados técnicos, sociais e ambientais. É uma gestão compartilhada que envolve as comunidades em uma gestão compartilhada com os municípios, os estados e a União. É uma parceria conjunta e a afirmação dos sistemas funcionando, revela.

 O agricultor familiar de Ipirá, Salvador de Almeida, afirma que no seu município foram instalados 10 equipamentos que ajudaram a mudar a realidade da população. “Hoje mais de 200 famílias da comunidade utilizam a água dos dessalinizadores. Antes a nossa água era muito salgada, escura e não tinha boas condições para o nosso consumo. Era uma água de barreiro, de açude ou carro pipa. A água tratada era um sonho pra gente”, revela.

 Repórter: Jairo Gonçalves

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Publicada homologação da licitação que visa a construção do novo hospital Clériston Andrade

Foi publicado no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (28) o vencedor da licitação destinada à construção do novo Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), que será construído no município de Feira de Santana. A empresa vencedora foi a Metro Engenharia e Consultoria Ltda., com proposta no valor de R$ 36.577.899,36. As obras terão início imediato.

 A unidade contará com 40 leitos de terapia intensiva (UTI), centro cirúrgico com 11 salas, além de um Centro de Hemorragia Digestiva e uma central de material e esterilização. O novo HGCA terá mais de 5,7 mil metros quadrados de área construída, distribuídos em três pavimentos anexos ao edifício antigo. As intervenções ainda contemplam mais de 17 mil metros quadrados de urbanização, paisagismo e praça de alimentação.

 A edificação contará também com um novo setor de Bioimagem com ressonância magnética, dois tomógrafos, raio-X, ultrassom e ecocardiograma. A expectativa é que as obras sejam concluídas em até 12 meses.
 Fonte: Ascom/Secretaria da Saúde do Estado (Sesab)

Secretaria da Educação do Estado inicia renovação da matrícula

A Secretaria da Educação do Estado iniciou, nesta segunda-feira (26), o período de renovação da matrícula para os estudantes que frequentaram regularmente o ano letivo 2018. A renovação, que prossegue até o dia 17 de dezembro, poderá ser feita presencialmente nas escolas, bem como pelo sistema on-line que está disponível no Portal da Educação.

 Muitos estudantes aproveitam o dia letivo para fazer a renovação na própria escola. Foi o caso de Michele Nascimento, 18, 2º ano do Colégio Estadual Thales de Azevedo, localizado no bairro do Costa Azul. “Até poderia fazer de casa pela internet, mas prefiro fazer aqui na escola, porque acho mais cômodo. Todo ano faço aqui e saio com a certeza de que minha vida escolar está ok”, explicou. A colega de sala, Maiara Vale, 16, chegou em seguida, acompanhada da colega Débora Silva, 17, para realizar a sua renovação. “Quero entrar de férias tranquila, sem preocupações com matrícula. Então, prefiro também fazer aqui na escola”, disse Maiara.

 A diretora de Atendimento da Rede Escolar, Eliana Carvalho, visitou algumas escolas para conferir o funcionamento do sistema de matrícula. Ela explicou que para o processo de renovação da matrícula, a unidade escolar entrega aos estudantes uma carta de renovação, que deverá ser devolvida, obrigatoriamente, à Secretaria Escolar, mediante protocolo, sob pena de o aluno perder a vaga na unidade escolar onde estudou em 2018. Quando o colégio em que o aluno está regularmente matriculado no atual ano letivo não oferecer a série subsequente para o ano letivo de 2019, o estudante receberá uma carta informativa com um código para fazer sua matrícula pela internet, no dia 22 de janeiro de 2019, ou presencialmente em qualquer escola da rede.

 Eliana Carvalho reforçou que a oferta de vagas é garantida. “Lembramos que, no período da renovação, somente os estudantes que irão permanecer no mesmo colégio poderão fazê-la. Gostaria de ressaltar que nenhum estudante ficará sem estudar. Todos terão sua vaga assegurada em uma unidade da rede, garantida pela Secretaria da Educação”.

 A diretora do Thales de Azevedo, Elisabete Mion, falou sobre o processo de matrícula na unidade. “Estamos aqui para resolver a vida do estudante da melhor forma possível. Todo ano, a nossa renovação de matrícula ocorre tranquilamente. Muitos estudantes e seus familiares optam por fazer em casa, mas a maioria dos alunos prefere fazer presencialmente porque se sentem mais seguros de que o processo foi realizado de fato”.

 Educação Inclusiva

 A pré-matrícula do estudante com necessidade educacional especial, ou seja, aquele aluno com deficiência, transtorno global do desenvolvimento e/ou altas habilidades/superdotação, com ou sem diagnóstico comprovado, será realizada apenas via internet, nos dias 29 e 30 de novembro. Para a inscrição na pré-matrícula, todos os campos de cadastro devem ser preenchidos. O estudante inscrito na pré-matrícula terá sua matrícula efetivada, somente, após a entrega da documentação na unidade escolar indicada no cadastro, no dia 31 de janeiro de 2019.

 Já o calendário de matrícula para o ano letivo de 2019 será de 22 a 29 de janeiro de 2019. Uma novidade é que a apresentação do cartão de vacina dos estudantes até 18 anos de idade se tornará obrigatório no ato da matrícula, mesmo não se tornando impedimento para que o ato aconteça. O calendário escolar do ano letivo de 2019 começará no dia 11 de fevereiro e termina no dia 16 de dezembro.

 Os Núcleos Territoriais de Educação (NTE) poderão apresentar à Secretaria da Educação do Estado um calendário Escolar diferenciado e que considere as peculiaridades locais, inclusive climáticas, culturais e econômicas das regiões. O mesmo pode acontecer com as escolas indígenas, quilombolas e do campo, considerando as atividades produtivas e socioculturais das suas comunidades. Em ambos os casos, o ano letivo terá carga horária mínima anual de 800 horas, distribuídas em 200 dias de efetivo trabalho escolar, excluído o tempo reservado a avaliação final.

 Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

sábado, 24 de novembro de 2018

Entregue trecho da Avenida 29 de Março que liga Paralela à Estrada Velha do Aeroporto

O Governo do Estado entregou mais uma obra de mobilidade na capital baiana, na manhã desta sexta-feira (23). O ato de abertura da via que faz parte da Linha Vermelha foi realizado pelo governador Rui Costa. O trecho compreende a implantação da Avenida 29 de Março, na parte que liga a Avenida Paralela à Aliomar Baleeiro, mais conhecida como Estrada Velha do Aeroporto. Somente nesta parte da obra foram investidos mais de R$ 78 milhões.

 “Essa etapa oferece acessibilidade a todas as comunidades aqui do entorno, como Boca da Mata, Fazenda Grande, Cajazeiras, entre outras. Em março, vamos entregar a próxima etapa, que é a conexão com a Via Regional, que vai possibilitar a trafegabilidade de pessoas entre a BR-324 e a Paralela, e vice-versa”, explicou o governador.
Ainda de acordo com Rui Costa, esta é a primeira vez, na história de Salvador, que se corta, transversalmente, a cidade. “O que o Governo planejou para a capital transforma a mobilidade da cidade. Além do metrô, essas duas vias estruturantes, batizadas de Linha Azul e Linha Vermelha, que garantem o acesso da Orla até o Subúrbio, figuram como um grande avanço para os baianos”, destacou.

 Segundo o diretor de obras estruturantes da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), Sérgio Silva, nesta sexta-feira estão sendo entregues quatro quilômetros de obras viárias. “Hoje entregamos a ligação da Avenida Paralela com a Estrada Velha do Aeroporto, composta por três pontilhões, um viaduto e totalmente iluminada com tecnologia LED. Essa é mais uma ação do Governo do Estado que dá continuidade ao trabalho para fazer as via alimentadoras do metrô”.
A Avenida 29 de Março integra a Linha Vermelha, que foi projetada para ligar a orla de Salvador à BR-324, no trecho próximo a Águas Claras, com um investimento total de R$ 581,5 milhões. O trecho da via entregue conta com pista dupla, sendo três faixas de tráfego por sentido e uma delas com capacidade para operar o sistema BRT. Também foram instalados passeio com acessibilidade, ciclovia, iluminação em LED, sinalização horizontal e vertical e paisagismo em toda a extensão da via. Outros serviços complementares, como a macrodrenagem do Rio Jaguaribe, também foram realizados.

 O secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, destacou que a obra melhora o acesso de moradores de bairros vizinhos da obra, como Nova Brasília, Alphaville II, Fazenda Grande, entre outros. “É uma redução de tempo e melhoria na acessibilidade a um dos bairros mais importantes da cidade de Salvador, que é Cajazeiras. É mais um passo na instalação das vias transversais que, sem dúvidas, são o maior impacto para a mobilidade, além da implantação do transporte de massas sobre trilho”.

Começa segunda-feira a renovação da matrícula na rede estadual de ensino

Começa na segunda-feira (26) e segue até o dia 17 de dezembro o período de renovação da matrícula para os estudantes da rede estadual de ensino, que frequentaram regularmente o ano letivo 2018. A renovação poderá ser feita presencialmente nas escolas e também pelo sistema online da Secretaria da Educação do Estado, que estará disponível no Portal da Educação.

 Para renovar a matrícula, a unidade escolar entregará aos estudantes uma carta de renovação, que deverá ser devolvida, obrigatoriamente, à secretaria da escola, mediante protocolo, sob pena de o aluno perder a vaga na unidade onde estudou em 2018. Quando a escola em que o aluno está regularmente matriculado em 2018 não oferecer a série subsequente para o ano letivo de 2019, o estudante receberá uma carta informativa com um código para fazer sua matrícula pela internet, no dia 22 de janeiro de 2019. Esta data é reservada à transferência de estudantes da rede estadual de ensino, que também poderá ser feita presencialmente em qualquer escola da rede estadual.

 Educação Inclusiva

 A pré-matrícula do estudante com necessidade educacional especial, ou seja, aquele aluno com deficiência, transtorno global do desenvolvimento e/ou altas habilidades/superdotação, com ou sem diagnóstico comprovado, será realizada apenas via internet, nos dias 29 e 30 de novembro. Para a inscrição na pré-matrícula, todos os campos de cadastro devem ser preenchidos. O estudante inscrito na pré-matrícula terá sua matrícula efetivada, somente, após a entrega da documentação na unidade escolar indicada no cadastro, no dia 31 de janeiro de 2019.

 Já o calendário de matrícula para o ano letivo de 2019 será de 22 a 29 de janeiro de 2019. Uma novidade é que a apresentação do cartão de vacina dos estudantes até 18 anos de idade se tornará obrigatório no ato da matrícula, mesmo não se tornando impedimento para que o ato aconteça. O calendário escolar do ano letivo de 2019 começará no dia 11 de fevereiro e termina no dia 16 de dezembro. Os Núcleos Territoriais de Educação (NTE) poderão apresentar à Secretaria da Educação do Estado um calendário Escolar diferenciado e que considere as peculiaridades locais, inclusive climáticas, culturais e econômicas das regiões. O mesmo pode acontecer com as escolas indígenas, quilombolas e do campo, considerando as atividades produtivas e socioculturais das suas comunidades. Em ambos os casos, o ano letivo terá carga horária mínima anual de 800 horas, distribuídas em 200 dias de efetivo trabalho escolar, excluído o tempo reservado a avaliação final. 

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Sema e Inema realizam Oficina de Práticas Agroecológicas na Regularização da Propriedade

Nos dias 27, 28 e 29 de novembro, a Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) participam do Seminário de Agroecologia para Sustentabilidade na Agricultura Familiar. O seminário acontece nos auditórios da 9ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária, em paralelo à 31ª Fenagro, no Parque de Exposições de Salvador, sempre das 9h às 17h.

 No dia 27, a Sema leva ao seminário a Oficina de Práticas Agroecológicas na Regularização da Propriedade. A oficina começa logo após da abertura do seminário, às 10h. A atividade é aberta ao público da feira, especialmente voltada os agricultores familiares e pequenos produtores rurais, e tem disponibilidade de 30 vagas.

 A Oficina vai abordar a divisão da propriedade rural em áreas produtivas, área de proteção permanente e reserva legal, segundo orientações do Código Florestal. Ciclo da água e importância da vegetação nativa para produção da água, mostra de produtos da biodiversidade da Bahia, como cultivar alimentos plantando florestas e o mapeamento de experiências socioambientais são assuntos da oficina.

 No dia 28, o seminário realiza o II Encontro Estadual de Sementes, Mudas e Raças Crioulas, e, no dia 29, será realizado o II Encontro Estadual de Feiras Agroecológicas.

 Fonte: Ascom/Secretaria do Meio Ambiente (Sema)

Inscrições para o Sisu 2019 serão de 22 a 25 de janeiro

As inscrições do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2019 poderão ser feitas de 22 a 25 de janeiro, conforme edital divulgado pelo Ministério da Educação (MEC). O programa oferece vagas em universidades públicas. O número total de vagas, bem como o número de instituições que participarão do programa ainda serão divulgados.

 Podem concorrer às vagas do Sisu os estudantes que tenham feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 e obtido nota acima de zero na prova de redação. Além disso, os candidatos poderão se inscrever no processo seletivo em até duas opções de vaga, especificando, em ordem de preferência, as suas opções em instituição de educação superior participante, com local de oferta, curso e turno, e a modalidade de concorrência.

 Os resultados individuais do Enem serão divulgados no dia 18 de janeiro. Os gabaritosdas provas estão disponíveis para consulta na página do exame.

 O Enem foi aplicado nos dias 4 e 11 de novembro a mais de 4 milhões de estudantes em todo o país. No primeiro domingo, os estudantes fizeram provas de linguagem, ciências humanas e redação. No segundo domingo, fizeram provas de ciências da natureza e matemática.

 Além de concorrer às vagas do Sisu, os participantes do Enem poderão concorrer a bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Edição: Valéria Aguiar

 Tags: SISUENEMINSCRIÇÕESUNIVERSIDADES PÚBLICASPROUNI

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Mostra de turbantes de Negra Jhô reverencia ancestralidade no Museu Udo Knoff

Novembro Negro é celebrado com Mostra de Turbantes no Museu do Udo Knoff, no Centro Histórico de Salvador

O trabalho de Negra Jhô, há mais de 50 anos confeccionando turbantes, está exposto na mostra ‘Coroa de Ouro: Torsos e Turbantes’, aberta nesta terça-feira (20), Dia da Consciência Negra, no Museu Udo Knoff, no Pelourinho. O evento faz parte da programação do Novembro Negro, promovida pela Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Dimus/Ipac).
 “Este é mais um evento que homenageia essa data, que é simbólica para todo o movimento negro. Negra Jhô simboliza a mulher negra empoderada. É uma mulher que usou a estética para manifestar o seu desejo de que todas as mulheres pudessem assumir o seu padrão de beleza. Ela trabalha desde muito jovem aqui no Pelourinho, elevando a autoestima das mulheres negras”, comentou a secretária da Cultura do Estado, Arany Santana.
Os 21 turbantes, que homenageiam personalidades negras e elementos da cultura afro, ficam em exposição até 25 de janeiro no local, que também oferece oficina, palestra e sarau de poesias. No encerramento da exposição, o público poderá apreciar os modelos num desfile que mostrará os torsos e turbantes da mostra, além de indumentárias produzidas por estilistas e grifes afro-baianas.

 “Esta é a terceira edição da exposição Coroa de Ouro, que deve ficar aqui por três meses. Além disso temos oficinas de maquiagem, maquiagem artística, oficinas de bonecos, artesanato com material reciclado, turbantes e trançados, além de palestras com foco na nossa autoestima e valorização da ancestralidade”, afirma a artesã Negra Jhô.

 Cabeleireira, esteticista afro e hair designer, Negra Jhô começou sua carreira nas ruas do Pelourinho, com apenas uma cadeira. Hoje, assina penteados e turbantes que fazem a cabeça de turistas, baianos e artistas.

Rui assina carta dos Governadores do Nordeste e pede quitação de débitos federais com a Bahia

Reunidos em Brasília nesta quarta-feira (21), os governadores nordestinos redigiram carta ao presidente da República eleito, Jair Bolsonaro. Entre os destaques, está o reinício de obras paralisadas. No caso da Bahia, está em questão a retomada de pagamentos de algumas obras.

 Confira o documento na íntegra

 Como explicou o governador, a Bahia arcou com suas parcelas e também com as parcelas de responsabilidade do governo federal em grandes obras, a exemplo do metrô de Salvador. “A União, hoje, só para as obras do metrô, falta repassar R$ 180 milhões e nós tivemos que arcar com recursos próprios para não deixar a obra paralisar. Não deixamos parar diversas outras obras, tendo que colocar recursos próprios enquanto não chegavam recursos do governo federal. Vai ficando uma situação quase que insuportável suprir todas as ausências de pagamento do governo federal para obras estruturantes do estado”, afirmou Rui.

 Ele também defendeu a obra da Ferrovia de Integração Oeste-Leste, que aguarda licitação para ser finalizada. “Nós trabalhamos inclusive para preparar estudo técnico de viabilidade econômica, financeira e entregamos ao governo federal. Buscamos atores econômicos internacionais interessados e pedimos essa celeridade”.
Ainda na carta, os governadores pedem um Pacto Nacional pela Segurança; Reequilíbrio do Pacto Federativo; Desbloqueio de Operações de Crédito dos Estados; alteração no Fundeb, com ampliação financeira da União; e externaram também a preocupação com alterações no Mais Médicos. Sobre este programa, Rui Costa disse que a população precisa de médico na zona rural. “O pedido é que tenhamos médicos. Se conseguirmos brasileiros para ocupar todas as vagas, vai ser ótimo. Se não conseguirmos, queremos dialogar para que, se for o caso, os estados possam fazer convênios com países que queiram o intercâmbio desses profissionais. Em minha opinião, saúde não é lugar para se ter preferência político-partidária ou ideológica. Portanto, é a saúde sem partido”, resumiu.

 Os chefes de Estado pediram agenda com o presidente eleito para entregarem em mãos a carta com as reivindicações.

Universidade oferece desconto nas mensalidades dos cursos para servidores estaduais

A Unijorge, parceira do Clube de Desconto do Servidor, oferece abatimento de 35% nas mensalidades até o final dos cursos para servidores públicos. O incentivo é válido para quem fizer o vestibular agendado no Campus Comércio até a próxima sexta-feira (23) e efetivar a matrícula até o dia 27 de novembro. Além disso, os servidores têm isenção no valor da matrícula. O benefício também é extensivo aos dependentes. Para usufruir o desconto, é preciso acessar o site vestibular.unijorge.edu.br e utilizar o código promocional “GOV2019” no ato da inscrição.

 Após a aprovação no vestibular, o servidor deve solicitar, através do Portal do Aluno, no próprio site da Unijorge, o registro da manutenção do desconto até o final do curso, anexando o crachá funcional ou contracheque junto a um documento original que contenha foto. Outras informações através dos telefones (71) 99611-7031 / (71) 3206-8000 ou pelo e-mail: jose.braga@unijorge.edu.br. 

Regulamentado pelo Decreto 11.568/09, o Clube de Desconto do Servidor é um programa de benefícios que oferece abatimentos em produtos e serviços para cerca de 250 mil funcionários públicos estaduais (ativos e inativos), por intermédio de uma rede de parceiros privados. O programa conta com cerca 250 empresas conveniadas, que atuam em 30 segmentos distintos. A relação completa dos parceiros e dos seus respectivos descontos está disponível no Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ba.gov.br). Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (71) 3116-9523.